Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

23
Set20

Sonhos de criança podem concretizar-se

(Imagem retirada daqui)

           Quando era pequena sonhava em construir a minha própria casa. Os meus pais tinham-no feito, os meus padrinhos, tios, avós e por aí adiante. Construir, um dia, a minha própria casa parecia fazer parte do percurso natural da vida. Na terrinha quase todos os pais dos meus amigos também tinham construido as suas casas, o que me fazia parecer ainda mais natural ter esse objectivo na vida. Sonhava em construir uma casa tradicional, com o seu telhado vermelho e uma vedação branca em volta, com um bocadinho de jardim e até um bocadinho de horta para ter sempre tomates e alfaces no verão. Crescer na aldeia dava-me esses sonhos de criança, tão naturais como respirar.  

          Lembro-me de ter cerca de 12 anos e desenhar plantas de como gostaria de um dia ter uma casa, de a planear na minha cabeça e de como um dia teria a minha casa bem pertinho de toda a família. No entanto a vida levou-me a crescer, inevitabilidades, e esse sonho começou a parecer-me algo impossível de concretizar. Comecei a deixá-lo para trás, para o fundo da caixa, o meio financeiro em que crescia não me proporcionava a sonhos financeiramente elevados e os apartamentos começaram a parecer a solução mais natural. O tempo passava e parecia-me ser o novo normal, sair da terrinha e ir crescer para uma cidade. A verdade é que a cidade nunca me atraiu, apenas de uma forma temporária e sabia que o meu maior desejo era ficar pela terrinha, no entanto a falta de construção para venda na terrinha me fez acreditar que nunca seria um local para criar a minha família. Até que o conhecia a Ele.

         Ele que não queria sair da terrinha por todas as razões e mais algumas e eu no fundo sabia que era ali que queria estar, mas nunca achei que isso fosse possível. Contudo, até a cigana me tinha dito que um dia ia realizar o meu maior sonho e construir a minha própria casa (claro que na altura ri-me feita perdida e não acreditei em nada até ela ter dito o nome d'Ele). Na altura que começamos a procurar casa, perdemos imediatamente a expectativa de construir, os terrenos na nossa aldeia estavam absurdamente caros, casas nem vê-las e até chegamos a encontrar um apartamento pelo qual me apaixonei e a um preço bastante amigável. Mas, quis o destino, que na véspera de dizermos que sim ao apartamento nos aparecesse a proposta de um terreno a um preço também ele amigável e na terrinha. Eu queria o apartamento, Ele o terreno e ficamos ali horas a matutar sobre a decisão ideal a tomar, até que seguimos o coração e lá compramos o terreno.

          Admito, que até hoje não achava possível, parecia demasiado longínquo, um empreendimento inalcançável, mas a verdade é que começou a acontecer. Na semana passada começamos a ver as coisas acontecerem, mesmo com toda a minha incredulidade, receios e medos (a coisa é tão definitiva) parece que o sonho se começou a concretizar. Se calhar, a cigana sempre tinha razão, afinal acertou que Ele era o amor da minha vida, só falta ver se casa se concretiza a 100%.

 

27
Dez18

Para 2019...

       O ano de 2018 foi sem dúvida um dos melhores anos da minha vida, mesmo com apenas metade da lista de objectivos concluída. O facto de ter ficado meia lista por realizar fez-me ponderar melhor os objectivos para o próximo ano, quis definir para mim própria coisas mais palpáveis, mais realistas e mais concretizáveis. Consegui parar para imaginar como seria o meu próximo ano, o trabalho que viria em 2019 e como conseguiria nele encaixar os meus objectivos, assim surgiu esta lista de objectivos. É verdade que nem toda a gente se dá com objectivos, é também verdade que nem toda a gente os segue lá para meio do ano, mas eu sei que comigo funcionam e aqui fica a minha lista de desejos para 2019.

        Ler 12 livros, se 2018 foi um ano fraco para as minhas leituras, em 2019 tenho de compensar tal facto. Durante o próximo ano preciso de encontrar tempo para mim e ao encontrar tempo para mim, encontro para os meus livros. Este ano tenho de desenvolver melhor a minha rotina e nela conseguir integrar a leitura, além de que espero (espero mesmo!) que este seja um ano com menos correria.

       Poupar para a casa nova, poupar continua a ser uma das palavras de ordem e o nosso próximo investimento é daqueles que será para a vida toda. A ideia seria ainda durante 2019 começarmos a construir a nossa casa, mas pelo andar da carruagem a coisa não vai lá, assim o objectivo será juntar o máximo possível para conseguirmos a nossa casa. Nada grandioso, nada 'Uau', mas um lugar a que possa chamar de 'a nossa casa'.

       Umas férias de verão boas, por causa desta coisa de construir casa Ele tirou-me o tapete dos pés e obrigou-me a deixar as viagens de lado (admito que ainda é coisa que me irrita um bocadinho), logo capitais europeias estão fora de questão. Ainda argumentei com Grécia ou Itália, mas a coisa não funcionou. Espero pelo menos conseguir umas boas férias ao sol, de pé na areia e com algo bonito para visitar.

       Terminar a pós-graduação, este é um dos objectivos mais importantes. Quero terminar a pós-graduação, lá para Julho, e com sucesso. Quero dar mais este passo na minha vida profissional e logo se verá os passos seguintes, no entanto em 2019 esta terá de ser uma das minhas prioridades.

       Fazer um workshop de culinária, desde que casei que tenho percebido que cozinhar é para mim um momento de relaxamento e de prazer. Dá-me gosto cozinhar, mas admito que não sou muito de arriscar com ingredientes que não conheço e gostava de em 2019 conseguir fazer um workshop de culinária para me desinibir um bocadinho na cozinha. É verdade que em 2018 esse já era um objectivo, mas a falta de tempo e a incompatibilidade de horários ditaram a falha desse objectivo, por isso que venha o próximo ano para o ver concretizado.

      Voltar à piscina com regularidade, tem de ser! Não há hipótese! As minhas costas já se queixam, já me sinto uma velha com os músculos perros e agora não posso encontrar desculpas. Tenho de voltar DE VEZ à piscina e não pode ser só uma vez por outra...

       Fazer pelo menos duas escapadinhas por Portugal, já que Ele não me deixa ir conhecer uma capital europeia tem de me compensar de outra forma. Por isso, durante o próximo ano temos de pelo menos fazer duas escapadinhas pelo país. Uma já está agendada para o mês de Janeiro (diga-se de passagem que foi a prenda que lhe dei de aniversário) e a outra ainda tem de ser ponderada, mas quero conhecer sítios novos!

         E ainda há tanto que quero que aconteça durante o próximo ano. Quero conseguir relaxar mais e conviver mais com a família e amigos que ao longo do último ano foram prejudicados. Quero mais jantaradas lá em casa. Mais momentos de sofá e manta com o comando na mão. Mais domingos a fazer bolos. Mais momentos para cuidar de mim. Mas principalmente, que 2019 venha com mais aprendizagens, com mais minimalismo, com mais desperdício zero e com mais felicidade!

           E quais são os vossos objectivos para 2019?

12
Nov18

Aquelas listas de 101 coisas em 1001 dias

(Imagem retirada daqui)
 
     Adoro listas, quem me vê por estes lados já há algum tempo sabe que gosto de definir objectivos e de os ir concretizando. Anualmente faço uma lista de objectivos que me ajudam a manter focada. Aqui há uns tempos fazia objectivos mensais e até foram correndo muito bem, mas desde que mudei de emprego que ainda não conseguir orientar uma rotina e não tenho conseguido criar objectivos mensais. Contudo, sou uma grande adepta das listas, sejam as de compras, as de viagens ou as de livros. Por esta blogosfera fora, ao longo dos anos, fui vendo mais que uma blogger a criar as famosas listas de "101 coisas em 1001 dias". Adoro ler essas listas, adoro a ideia de fazer uma lista com todos os nossos objectivos para os próximos 1001 dias, mas não a consigo fazer.
        Já por mais de uma vez que tentei elaborar uma lista tão grande de objectivos, mas chego ali ao 20º e não consigo tirar mais nada. Eu sei lá se no espaço de quase três anos se terei capacidades financeiras para concretizar alguns dos objectivos, eu sei lá se no espaço de três anos manter-me-ei no mesmo emprego? Não consigo, de forma alguma, criar listas tão longas de objectivos. Juro que já tentei, ainda na semana passada vi uma blogger com uma dessas listas e o meu pensamento foi "Vai ser desta Just, toca a fazer uma lista com tudo o que pretendes atingir nos próximos quase três anos!" e lá comecei. A lista começou bem "1. Construir a nossa casa; 2. Pintar o cabelo; 3. Ir pelo menos 5 vezes ao cinema; 4. Ir a Itália..." e a coisa foi acontecendo naturalmente, até chegar ao 15º objectivo e já ter de puxar demasiado pela cabeça. "Eu bem que queria ir a Nova Iorque, mas parece-me que nos próximos três anos não vou ter dinheiro para isso.", e começo a enveredar pelo campo mais profissional "Bem, gostava de continuar a ser terapeuta, mas daqui a 2 anos o meu contrato acaba e não sei o que vai ser de mim... Adorava um mestrado, mas primeiro tenho de ver como vai ser o resultado da pós-graduação...". Chego à conclusão que tenho objectivos para mim mesma, sejam pessoais, profissionais ou em casal, mas que não lhes consigo definir uma data limite para os atingir.
       Adorava conseguir fazer uma dessas listas, mas para a minha personalidade parecem não se conseguir encaixar. Quando crio objectivos, crio-os de forma realista, de uma forma focada para um prazo e que sei que com algum esforço os conseguirei atingir, mas não os consigo criar a longo prazo. Não consigo prever a minha vida daqui a dois anos, se calhar sei onde estarei daqui a um ano, mas não o consigo fazer para daqui a dois. A vida tem-me ensinado a não exigir demasiado dela, a sonhar, mas de pés assentes na terra, até porque quando se sonha demasiado alto ela teima em dar-nos a volta (seja pela positiva ou pela negativa). Gosto de me orientar, de me manter focada, mas pensar demasiado à frente faz-me sentir demasiado pressionada, demasiado incapaz de compreender se algum dia conseguirei atingir aquilo naquele prazo. Sei o que quero, sei o que sonho, só ainda não sei muito bem quando se concretizará. 

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec