Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

30
Set20

Pães de leite fofinhos

IMG_20200821_202721.jpg

(Imagem de Just Smile)

        Aqui há uns tempos, partilhei uma imagem dos pães de leite que experimentei fazer pela primeira vez em casa. Durante a pandemia o tempo não foi suficiente e nunca tive a oportunidade de fazer pão como tantas outras pessoas que andam por essas redes sociais fora. No entanto, decidi um dia destes experimentar até porque as saudades de um bom pão de leite já eram muitas, mas a intolerância à lactose sempre me deixava apenas a olhar para esse tipo de pãozinho. Quando coloquei a fotografia a Mãos de Fada pediu-me a receita, por isso aqui vai ela, um bocadinho tarde, mas veio! A receita tirada do livro da Yammi, mas todo o processo poderá ser feito manualmente, mas admito que com o robô é bem mais rápido e prático!

         Ingredientes:

  • 205 g de leite sem lactose (uso sempre e em qualquer receita devido à minha intolerância);
  • 65 g de açúcar (coloquei 55g e acho que foi suficiente);
  • 40 g de manteiga (vegetal é a que uso sempre cá em casa);
  • 1 c. de café de sal fino;
  • 20 g de fermento de padeiro fresco (usei o seco e coloquei perto de um terço, 7g aproximadamente);
  • 400 g de farinha sem fermento
  • 1 gema de ovo para pincelar

        Preparação:

1º Juntar o leite, o açúcar, a manteiga (ligeiramente derretida), o sal e o fermento, mexer com a batedeira. Depois juntar a farinha e misturar com  restante mistura e amassar até ficar uma massa homogénea;

2º Deixar repousar durante 15 minutos até a massa crescer um bocadinho, depois é só formar bolas (com cerca de 50 g cada, mas as minhas ficaram de vários tamanhos, não tenho jeito para a coisa) e dispô-las num tabuleiro em cima de uma folha de papel vegetal.

3º Deixar levedar cerca de 1 hora (ou até duplicarem de volume).

4º Pré-aquecer o forno a 180°C, pincelar os pãezinhos com a gema de ovo e levar ao forno por 15 minutos.

5º Depois é só comer e até simples são uma delícia!

          É uma receita bastante simples, minimamente rápida na confecção e depois é só deliciarmo-nos com um pão de leite caseiro, seja com queijo, compota ou só simples!

27
Jun19

Bifanas à moda do Porto

IMG_20190622_203314.jpg

(Imagem de Just Smile)

         Não, não pensem que isto agora virou um blog de culinária porque realmente não é verdade, apenas foram felizes coincidências algumas pessoas me terem pedido receitas nos últimos dias. 

         Nunca tinha experimentado fazer bifanas e aqui diz-se à moda do Porto porque, já aprendi, em algumas zonas do país bifanas são apenas febras grelhadas, estas são realmente muito diferentes. Aqui na zona bifanas têm de ser finamente cortadas e para estarem no ponto têm de se desfazer, e não são como as das Vendas Novas Maria, mas estas também vão bem no meio do pão. Já há algum tempo que tinha no congelador as ditas bifanas, mas como só davam para uma dose andei a adiar o processo de as cozinhar, até que no passado sábado à noite decidi experimentar. Andei a ver pela internet várias receitas e acabei por combinar algumas delas, até porque tinha de me cingir ao que tinha por casa. O resultado? Surpreendentemente bom! Nem eu sabia que tinha tão boa mão para a culinária. Conselho para quem não é do norte e que dificilmente já encontra as bifanas assim cortadas, peçam no talho para as cortar na máquina para ficarem realmente finas.

         Ingredientes:

  • 150g de cebola
  • 3 dentes de alho
  • 35g de azeite
  • 1 folha de louro
  • 150g de polpa de tomate (a receita original pedia tomate aos pedaços de lata, mas lá em casa não se usa disso)
  • 1 cerveja de 25cl
  • 50g de água
  • molho inglês q.b.
  • 1 colher de chá de pimentão-doce
  • 1 caldo de carne
  • vinho do Porto q.b.
  • sal e pimenta q.b.
  • 400g de bifanas

        Preparação:

       1º  Refogar com azeite as cebolas e os alhos bem partidos, quando a cebola estiver alourada acrescentar a folha de louro.

        2º Acrescentar o tomate e deixar ferver.

       3º Adicionar a cerveja, a água, o molho inglês, o caldo de carne, vinho do Porto, pimentão-doce, sal e pimenta a gosto e as bifanas. Deixar cozinhar por 20/25 minutos. 

        4º É importante ir mexendo as bifanas para não colarem no fundo da panela.

         As bifanas são servidas no meio do pão e muito bem acompanhadas com as belas de umas batatas fritas. Tenho a dizer que para quem fez pela primeira vez elas ficaram muito boas e é uma refeição fácil e rápida de preparar. Quem vai arriscar?

25
Jun19

Queques de mirtilos e framboesas

IMG_20190621_203553.jpg

(Imagem de Just Smile)

       O fim-de-semana que passou foi de fazer algumas experiências culinárias. Eu gosto de cozinhar, mas admito que não sou a pessoa que mais arrisca na cozinha. Contudo, tinha no frigorífico uma caixa enorme de mirtilos e miraculosamente foram ter a minha casa uma saca cheia de framboesas mais que maduras. Em véspera de S. João e com os frutos frescos, decidi então experimentar fazer uma receita de Muffins de mirtilos e framboesas da Yammi, no entanto, como sou portuguesa de gema decidi chamar-lhes Queques de mirtilos e framboesas (alguém sabe dizer-me se existe diferença entre queques e mirtilos?). Depois de ter colocado uma fotografia um tanto ou quanto apetitosa no Instagram pediram-me a receita e cá vai ela!

         Ingredientes:

  • 150g de açúcar (coloquei apenas cerca de 100g)
  • 100g de leite
  • 2 ovos
  • 50g de planta
  • 50g de óleo (meti apenas 35g)
  • 200g de farinha com fermento
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 125g de framboesas e mirtilos frescos (como tinha muitos coloquei cerca de 175/200g)
  • Açúcar em pó para polvilhar

         Preparação (Eu usei a Yammi, aliás a receita é daqui, no entanto uma batedeira normal deve funcionar perfeitamente):

         1º Juntar o açúcar, o leite, os ovos, a manteiga e o óleo e bater bem.

         2º Adicionar a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio. 

         3º À parte, colocar os frutos frescos e envolve-los em farinha para libertarem menos sumo durante a cozedura.

         4º Juntar os frutos à massa homogénea e envolve-los bem.

         5º Deitar em formas (usei as de silicone e fiquei fã) e levar ao forno pré-aquecido a 190º, por 20 minutos.

        Na hora hora de servir coloquei um bocadinho de açúcar em pó por cima apenas para enfeitar e ficou muito giro! Tenho a dizer que o resultado foi tão bom que no dia seguinte fiz mais duas fornadas para comermos depois da sardinhada! Depois digam de vossa justiça o resultado final.

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec