Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

05
Nov19

E os blogs desaparecidos?

(Imagem retirada daqui)

        Admito que tenho sido uma das escritoras de blogs mais inconsistentes nos últimos tempos. Ainda não consegui aprimorar as minhas capacidades de organização de modo a conseguir escrever e ler blogs, como antigamente o fazia. Sei que não se trata apenas de uma questão de tempo, mas muitas vezes de paciência, motivação e até inspiração para conseguir fazer o que aqui fiz por tempos, escrever e ler todos os dias o que se passa na blogosfera. Contudo, há uns tempos dediquei a minha hora de almoço a percorrer alguns blogs e verifiquei que muitos dos que seguia há alguns anos simplesmente desapareceram ou a última vez que escreveram algum post foi há meses. Senti de repente que as coisas por estes lados também mudam e fiquei com a sensação de vazio que desconhecia ter no que tocava à blogosfera. Por vezes acabo por me esquecer que além das mudanças na minha vida, as vidas das outras pessoas também mudam e se calhar, por não conhecer as pessoas de cada um dos blogs que leio, caí na ingenuidade de achar que as suas vidas poderiam mudar, mas que nunca deixariam de estar por estes lados. Numa espécie de conformismo e egoísmo, considerei que aqui estariam à minha espera para que as pudesse ler e saber o que se passava com elas.

        Há anos que ando por estes lados e já vi muitos bons blogs desaparecer e por vezes dou por mim a tentar imaginar e criar hipóteses de como estarão a vida dessas pessoas, dessas pessoas que lia e de quem conhecia uma pequena parte dos seus mundos. Acabo por criar na minha mente algumas possibilidades ou questões de como estarão as suas vidas neste momento, do que estarão a fazer e se concretizaram alguns dos seus sonhos. Afinal eu gosto de blogs com gente dentro e nem sempre comentando ou lendo tudo, a verdade é que acabo por seguir os blogs por quem tenho algum tipo de afinidade e de repente deixar de saber o que vai na vida dessas pessoas é simplesmente... estranho. Talvez estranho seja a palavra certa, porque não podemos dizer que sentimos saudades de quem não conhecemos, nem daquilo que acabamos por não ter tempo para o fazer ou até que por vezes nos esquecemos no tempo... é simplesmente estranho. Dei por mim a questionar-me sobre o fim desses blogs, se um dia regressarão ou se voltarei a saber alguma coisa sobre essas pessoas. Afinal se os lia é porque gostava daquilo que partilhavam comigo e de uma forma ou de outra, acabava por me identificar com essas pessoas. A vida é feita de partidas e chegadas e por vezes esqueço-me que o mesmo acontece na blogosfera. Uns partem, outros chegam, mas isso também acaba por ser o encanto deste mundo.

21
Out19

Gente tão séria!

(Imagem retirada daqui)

        Hoje em dia levamos tudo demasiado a sério. Acho que muitas pessoas perderam a capacidade de relaxar, deixarem-se levar e rirem-se das situações. Tudo é um drama de todo o tamanho e a verdade é que isso não traz coisas boas. Tudo o que acontece é mal intencionado, tudo é mau e tudo é crime ou uma tentativa de tal. Deixamos de tentar relativizar as coisas e de optarmos por batalhar algumas lutas, em vez disso achamos que tudo deve ser comentado, argumentado (mesmo que estupidamente) e que até tudo tem de ser defendido com unhas e dentes. Ai, só de dizer isto já gastei tantas energias!

         Parece-me que para os seres humanos, em que eramos tão bons a rirmo-nos de algumas situações, tudo agora é sério, tudo agora é dramático e o mais importante de tudo é fazermos ver isso aos outros. Não sei o que se passa com toda a gente, tudo é uma questão de orgulho, estatuto ou de vergonnha e onde fica o riso no meio disso tudo? Onde está a forma de levar a vida de uma forma leve? Rir sobre algo mau parece quase um pecado, uma espécie de fim de mundo onde "não há o minimo respeito", diz aquela senhora numa voz aguda bastante irritante! Rirmo-nos das situações começa a ser considerado uma afronta, não estarmos sempre sérios é porque somos imaturos e se dizemos simplesmente "porque raio me vou preocupar" é porque somos inconsequentes. O mundo está a tornar-se num lugar demasiado sério e isso sim, é assustador. 

            Porque raio estamos a perder a capacidade de levar a vida de uma forma menos séria? Isso é esgotante!

14
Out19

Em dias de chuva...

(Imagem retirada daqui)

       Como o de hoje, em que assim que o despertador toca e se ouve o barulho da chuva lá fora, a vontade maior é de desligar o maldito, virar para o outro lado e continuar a dormir. Em dias de chuva como o de hoje, em que chove torrencialmente, em que o trânsito está caótico e em que odeio conduzir, a vontade é de ficar no sofá, enrolada numa manta e pôr as séries em dia. É nestes dias de chuva em que acho que estar em casa é um dos maiores confortos que há. Adoro ser caseirinha, adoro ficar em casa, mas nestes dias de chuva o prazer consegue ser ainda maior. Nestes dias, em que o céu não está nada simpático, em que só de pensar em abrir o guarda-chuva, pegar na carteira, na mala do computador, na lancheira e nas outras mil coisas que tenho de carregar todos os dias, já fico cansada. A solução? Respirar fundo, encontrar as energias positivas dentro de nós próprios e pensar que dentro de dez horas já estamos de regresso a casa.

 

Inspiração da Semana

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal