Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

26
Fev20

Perdida por terras de Chaves

         A minha prenda do Natal passado foi um fim-de-semana no Hotel Casino de Chaves, para poder usufruir no meu aniversário. Então, no dia em que fui festejar os meus pré-30 rumamos a Chaves, com alguns percalços e uma troca de carros a alguns quilómetros de casa, lá fomos para o Hotel Casino onde dedicamos um par de horas ao Spa e ao belo prazer de não fazer nenhum. Tenho a dizer que este foi um dos melhores spas que já fui, num domingo à noite o sossego era maravilhoso, mas a temperatura do ambiente e da água também. Um profissionalismo fantástico e as condições do Hotel eram realmente boas.                 

IMG_20200216_181218.jpgIMG_20200217_105128.jpg

         Temos por hábito não jantar nos hotéis e ir experimentar os restaurantes mais típicos da zona, num domingo à noite alguns estavam encerrados então optamos pela Taberna Típica Benito, onde fomos muito bem recebidos e onde nos deliciamos com a comida. A carne era bastante boa e o atendimento bastante agradável, a refeição não ficou nenhum valor extraordinário e saímos de lá bastante satisfeitos. E o que se faz quando se está instalado no Hotel Casino? Vai-se ao Casino, é claro, e para mim foi uma estreia. Investimos 5€ e saímos de lá sem eles, mas foi uma experiência nova em que experimentamos umas quantas máquinas e onde vimos o nosso saldo ficar rapidamente negativo.

IMG_20200216_225301.jpg

           No dia seguinte, após o check-out fomos passear um bocadinho por Chaves até porque, sem querer ser maliciosa, Chaves pouca coisa tem para ver. O Castelo é agora um museu militar e o que mais aproveitamos foi realmente a paisagem que nos oferecia, apesar do vento frio que se fazia sentir. Fizemos uma caminhada pelo centro histórico e até passamos por cima da famosa ponte de Trajano, quando nos apercebemos que não havia muito mais que quiséssemos ver ou visitar, decidimos percorrer alguns quilómetros da estrada N2.

IMG_20200217_122215.jpgIMG_20200217_115847.jpg

         Lá fomos nós no meu Polinho em direcção a Vila Pouca de Aguiar para vermos o "Castelo" que as placas nos indicavam. Uma estrada com pouco trânsito e em bom estado, uma estrada que se fez facilmente e sem qualquer tipo de problema. O problema foi mesmo a desilusão que tivemos ao ver que o "Castelo" eram umas ruínas, no meio do nada, mas que compensaram pela paisagem e o caminho que nos ofereceram.

IMG_20200217_134121.jpg

        Fazendo mais alguns quilómetros aproveitei para ver o Hotel Vidago Palace, lugar por onde nunca tinha passado e admito que senti que atravessar os portões deveria ser uma passagem para um local mágico. O Hotel e os seus jardins pareceram, do exterior, maravilhosos, ficou a promessa de um dia ir visitar o Hotel que parece mais um palácio encantado.

                             IMG_20200217_125044.jpgIMG_20200217_135133_1.jpg

           Após mais uns quantos quilómetros a nossa viagem terminou bem mais perto de casa, a comer um hambúrguer artesanal, com o qual me deliciei. Foi um passeio curtinho, mas que fez maravilhas à alma.

17
Set19

Perdida por terras de Caminha e Ponte de Lima

IMG_20190914_161840.jpg

       Ao fim de mais de um ano de casamento tivemos, finalmente, a oportunidade de ir gozar a prenda de casamento que a Passarada nos ofereceu. Sim, aquelo bando de Pássaros que me aconchega o coração. Consegui, mais uma vez finalmente, um fim-de-semana livre e lá fomos nós à descoberta e sem um plano bem traçado. Queriamos algo minimamente perto, afinal iria ser apenas um fim-de-semana fora e não nos estavamos para matar em horas sentados num carro. Optamos então por ir para o Prazer da Natureza Resort & Spa, queriamos piscina e sol e conseguimos deixar as nuvens em casa e aproveitar um excelente dia de piscina. Admito que o hotel, apesar de esteticamente bonito e de uns jardins fantásticos, deixou a desejar em alguns pormenores e também admito que nunca tinha dormido tão mal num hotel, no entanto comi muito bem pela zona e aproveitei o bom tempo. O jantar foi n'O Chafariz, bem no centro de Caminha, onde nos deliciamos com as melhores costelinhas que já provei na minha vida. O jantar, de tão bom que estava, obrigou-nos a ir dar uma boa caminhada pela cidade de forma a conseguir fazer a digestão.

IMG_20190915_133631.jpgIMG_20190915_135210.jpg

       Depois de um sábado de piscina, o domingo foi dedicado à natureza, fomos descobrir a Cascata do Pincho. Um quilómetro e meio de caminhada pelo meio do monte e cheio de insectos, mas sem dúvida que compensou (o que custou mesmo foi fazer o quilómetro e meio de regresso sempre a subir). O local era absolutamente maravilhosa, com uma água terrivelmente gelada, mas de uma magia encantada que em poucos locais se encontra. Um lugar tranquilo que me permitiu voltar a reconectar com a natureza. Fiquei tão encantada com este lugar, ainda por cima com pouca gente, que ficou a promessa de lá voltar.

IMG_20190915_163418.jpg

       Terminamos o nosso fim-de-semana encantado, longe da realidade e dedicado um ao outro, em Ponte de Lima para provar as suas belas iguarias. Um almoço bastante tardio, depois de uma caminhada longa, mas que nos encheu a barriga para o regresso a casa e nos deixou na expectativa de uma chuva iminente. Foi um fim-de-semana maravilhoso que nos fez sair um bocadinho da rotina e só à Passarada tenho a agradecer!

 

P.S.: Fotografias de Just Smile.

17
Jan19

Cirque du Soleil: A experiência

Sem Título.png

(Imagem de Just Smile)

       O Cirque du Soleil era um daqueles espectáculos que estava na minha lista de coisas a fazer uma vez na vida. Sei que é uma lista mental, mas o objectivo estava cá guardado. No aniversário d'Ele, já há alguns anos que opto por oferecer experiências do que bens materiais e físicos, visto Ele ser a pessoa mais difícil à face da terra para dar presentes. Ainda procurei espectáculos de Natal no Porto, ainda pensei num bailado, até ao momento em que a minha irmã me sugeriu o Cirque du Soleil, admito que até ao momento nem tal coisa me tinha passado pela cabeça. Lá investiguei e acabei por comprar dois bilhetes, em pleno Outubro o horário e o dia que queria estava quase esgotado, mas lá consegui encaixar dois lugares.

       Ora, com o espectáculo da tarde indisponível lá tivemos de passar a noite em Lisboa (oh chatice!) e aproveitamos para passear e passar uma tarde com aguns dos membros da Passarada, é verdade que a prenda ficou mais cara do que seria suposto, mas o passeio soube-nos pela vida. Então e o Circo, Just? Ora o Circo, desculpem, Cirque, foi giro e tal e coisa, mas não superou as minhas expectativas, aliás, acho que possivelmente fui com as expectativas demasiado elevadas. Depois de nos termos levantado às 4h30 da madrugada para apanharmos o voo para Lisboa, depois de uma boa tarde à conversa e à mesa, esperava terminar a noite completamente deslumbrada, mas não aconteceu. Gostei do espectáculo, adorei o cenário e até os fatos de cada uma das personagens, mas... Mas fiquei sempre a aguardar pelo factor 'Uau' que pareceu nunca surgir. Gostei de ver cada um dos artistas, é claro que houve momentos em que surgiu no meu pensamento "Nem morta eu conseguiria fazer tal coisa." e há sempre aquele momento em que nos questionamos como são possíveis tais posições físicas, mas... Mas fiquei com a sensação de que estava a faltar algo e quase que me sinto culpada por isso de cada vez que dou a minha opinião sobre tal espectáculo. Estava simplesmente à espera de mais, não sei bem o quê, mas algo que realmente me arrebatasse os neurónios, algo que me surpreendesse, o que não aconteceu.

        Gostei do espectáculo, adorei o fim-de-semana passado no bem bom e não me arrependo minimamente de ter visto o Cirque du Soleil, mas acho que foi uma experiência única na vida. Quem me contradiz?

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec