Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

01
Mar21

Venha de lá Março e a Primavera

(Imagem retirada daqui)

         O mês de Fevereiro foi uma pequena surpresa nos últimos tempos, foi um mês recheado de amor, com uns belos dias de sol e cheio de docinhos bons. O ano de 2021 parece estar a passar mais rápido do que o esperado, os dias têm passado sem dar bem por ela, o trabalho tem fluido e os dias de sol vieram trazer uma nova alegria. A casa começa a ganhar forma, bem mais rápido do que estava à espera, e tem acabado por fazer parte da rotina um passeio até à nossa obra. Fevereiro foi um mês mais tranquilo, com mais yoga, com mais cozinha e mais séries e até com mais conversas, algo que estava a precisar. E se atingi todos os meus objectivos? Quase, mas estava quase lá:

        - Praticar mais Yoga e passar do nível Iniciante 2 para Intermédio 1, consegui praticar pelo menos duas vezes por semana sessões de 35/40 minutos e notei alguma evolução. Já consegui fazer algumas posturas que ainda não tinha conseguido e no sábado senti-me a pessoa mais orgulhosa do mundo ao fazer a postura do Corvo. Sei que parece insignificante, mas tenho ficado orgulhosa ao ver a minha evolução e até onde já consigo ir. Além de que diminui bastante a celulite das coxas e as costas não se têm queixado de dores (tirando nos dias de limpar a casa).

        - Ler 30 minutos por dia, não consegui, não quis e dei-me à preguiça. Continuo com o mesmo livro desde Dezembro e parece que não avanço na minha leitura. A verdade é que me tenho dedicado ao sofá e à preguiça e não tenho conseguido mudar essa rotina.

       - Festejar a minha entrada nos 30, não foi um dia diferente dos outros, mas foi totalmente diferente, estranho não é? Senti uma ressaca dos 30 cheia de amor e isso fez-me tão feliz! Festejei os 30 de uma forma muito diferente do que estava à espera, mas sinto que entrei nesta nova década da melhor forma possível.

        - Escolher livros para vender online, consegui fazê-lo, mas realmente ainda não abordei a questão dos preços, nem do envio. Mas este mês vou tratar disso até porque já tenho pessoas interessadas. A escolha dos livros não foi tão difícil como imaginava, o que facilitou a decisão de me desapegar deles.

        - Escrever 2 posts por semana, feito! Acho que o consegui fazer porque o escrevi aqui, porque caso contrário teria deixado passar e nem me teria importado com isso. Contudo, a minha escrita é um dos meus objectivos para 2021 e quero tornar este meu hábito mais assíduo, como em tempos o foi.

         E se Fevereiro foi um bom mês, espero que Março também o seja. Os objectivos vieram-me recordar que funciono muito bem sob a influência de listas e este mês irei novamente propor-me a uma lista de objectivos de forma a conseguir manter-me focada em coisas boas, em coisas que quero fazer e que preciso. Assim, em Março quero:

         - Ler 30 minutos por dia, vamos lá tentar implementar novamente este objectivo a ver se finalmente acabo o 'calhamaço' que tenho lá em casa e que até estou a gostar, só ainda não me conseguiu prender.

        - Manter a yoga 2 vezes por semana, admito que tenho sempre de lutar contra a inércia, principalmente em dias que tenho dedicado as minhas tardes a relatórios. Em Fevereiro fiz todas as semanas 2 vezes yoga e consegui melhorar, por isso o meu objectivo é manter essa rotina.

          - Ligar a uma amiga para pôr a conversa em dia, não sou pessoa de chamadas, não gosto de falar ao telefone, mas já estou há tanto tempo sem algumas pessoas que começo a recear este estado de 'desligada'. Este mês vou ligar a uma amiga.

           - Enviar os livros os correio, já tenho alguns para o fazer e este mês comprometo-me a dar esse passo.

           - Fins-de-semana sem redes sociais, nestes meses em que estamos afastados de quem mais gostamos e em que os convívios são nos impossibilitados tenho reparado que estou a ficar mais dependente do telemóvel para me sentir próxima das pessoas. Sinto mesmo que é o meu elo de ligação, mas a verdade é que sinto que começa a ser de mais, por isso proponho-me aos fins-de-semana não recorrer às redes sociais, sem Facebook e sem Instagram. O objectivo é evitar ao máximo pegar no telemóvel.

           Que venha Março, que venha com muito sol, calorzinho e com coisinhas boas!       

01
Fev21

Um Fevereiro diferente...

(Imagem retirada daqui)

        Este ano tenho a sensação que Janeiro passou mais rápido que o habitual. Tendencialmente, tenho sempre a sensação que Janeiro é um longo mês, com frio e chuva, e que custa a chegar ao seu fim. Este ano não fiquei com essa sensação, sinto até que passou demasiado rápido. Comecei o mês com o tão ansiado regresso às sessões presenciais com os miúdos das escolas, o que foi um enorme alívio e uma enorme motivação para o meu trabalho, no entanto no espaço de três semanas voltamos a este confinamento. Senti uma desilusão enorme no peito, e tenho tido alguma dificuldade em me reinventar neste novo confinamento, a nível profissional. Acho que de tudo o que mais me tem custado é exactamente isso, pensar na forma como me reinventar quando existem demasiadas limitações em meios tecnológicos para os miúdos com quem trabalho. Além de toda esta mudança profissional no espaço de um mês, a construção da casa finalmente começou, o que fez com que a cabeça andasse a mil durante alguns dias, tirando a percepção do quão longo Janeiro consegue ser!

         Com a chegada de Fevereiro e com novas mudanças, certamente, sinto a necessidade de fazer algo que já não fazia há algum tempo: objectivos mensais. Neste confinamento tenho conseguido manter uma boa rotina para mim própria, mas sinto que ando um bocadinho desconcentrada, que paro no tempo a divagar com coisas absolutamente desnecessárias e a criar preocupações que não existem. Sinto que falta algo por que me guiar, então vou fazer os meus objectivos pessoais de forma a estar mais focada e alinhada comigo mesma. Este mês pretendo:

            - Praticar mais Yoga e passar do nível Iniciante 2 para Intermédio 1, noto que já consigo fazer mais coisas e a perfeição tem sido o meu maior motivo para não avançar nos níveis da app da Yoga, por isso este mês vou trabalhar para isso. Quero aumentar a prática até porque tem sido um dos melhores momentos do meu dia.

           - Ler 30 minutos por dia, voltei a ler mais um bocadinho durante o mês de Janeiro, mas a verdade é que não tem sido diário e tenho passado dias sem tocar num livro. A Netflix tem sido uma opção mais aliciante, mesmo quando estou sozinha no sofá, mas se calhar está na hora de voltar a esta minha rotina que tão bem me faz.

           - Festejar a minha entrada nos 30 anos, apesar de não ser como tinha algum dia imaginado preciso de festejar os meus 30 anos. Sempre imaginei uma festa com amigos e família, uma viagem e uma entrada em grande na casa dos 30, mas tudo isso está fora de hipóteses e por isso me tenho sentido triste. Por isso preciso de colocar a tristeza de lado e arranjar uma alternativa para festejar o aniversário em casa e em segurança!

          - Escolher livros para vender online, ok. Este foi um ponto bastante ponderado até aqui chegar, até porque a única coisa que tenho em grande quantidade são livros e a falta de espaço tem-me feito ponderar sobre o quão ridículo poderá ser eu estar-me a agarrar a livros que não gostei de ler. Assim, um dos meus passos no minimalismo será realmente vender online os livros que não apreciei ler, é um pequeno passo, mas compreendo que faz sentido neste momento da minha vida.

            - Escrever 2 posts por semana, não pelo facto de serem posts para o blog, mas para me obrigar a reflectir e a escrever. Tenho andado mais desaparecida deste cantinho e me dedicado em demasia à inércia, sendo assim vamos lá tratar de mudar as coisas!

          Espero durante o mês de Fevereiro me manter mais focada, mais concentrada em fazer coisas boas para mim e para dar resposta às necessidades que tenho neste momento. Estes momentos estranhos, esta vida tem sido tão flutuante que estou a precisar de voltar a assentar os pés e concentrar-me em melhorar a minha qualidade de vida e a minha tranquilidade interior. Vamos a isso Fevereiro?

 

 

20
Jan21

Balanço das Poupanças de 2020

(Imagem retirada daqui)

       No início de 2020 fiz um plano de onde desejaria poupar algum dinheiro, com a casa a iniciar a construção a poupança é uma acção extremamente necessária e já muitas foram as despesas da casa que nos fizeram balançar as poupanças ao longo de 2020, principalmente uma despesa das Finanças (a chiqueza de uma "actualização de valores") que quase nos deu um pequeno ataque. Mas apesar de todas as despesas que tivemos de 2020, vejo que os meus objectivos de poupança foram realmente cumpridos. Venho aqui apresentar-vos o meu balanço de poupanças de 2020.

       - Poupar nas idas a jantar fora, Check! Acho que a pandemia também assim o obrigou, mas a verdade é que recorremos mais ao take-away em 2020 do que alguma vez o tínhamos feito. A partir de Setembro a questão social fez-nos manter as nossas encomendas de take-away, apenas por uma razão , nós pertencemos ao grupo de privilegiados em que esta pandemia não teve impacto nos salários. Desta forma, tentamos ajudar quem realmente está a precisar de manter o seu negócios e os postos de trabalho. Contudo, a verdade é que se apesar de tudo conseguimos poupar cerca de 15% a ir jantar fora, esse valor acabou por ser acrescentado na conta do supermercado.

    - Poupar nas despesas de roupa e calçado, Check! Também não era muito difícil, visto em 2019 termos feito um enorme investimento em roupa. Este ano, talvez até por estarmos mais em casa e não sentirmos a necessidade de trocar de peças de roupa, que a poupança na compra de roupa e de calçado foi de cerca de 62%.

      - Poupar em médicos e farmácia, Check! E ainda bem, em 2019 corri demasiadas vezes para o médico e isso não ajudou em nada. Apesar dos tempos que vivemos em 2020, conseguimos poupar cerca de 11% das despesas em farmácia durante o ano de 2020. Sei que nestas contas estão incluídos os óculos para Ele, os meus cremes que comecei apenas a usar de 2021, mas a verdade é que é sinal que tivemos mais saúde e isso é óptimo!

     - Poupar em combustível, este era um dos pontos que mais queria que acontecesse porque temos uma despesa anual em combustível absolutamente brutal, e nisso (infelizmente) a pandemia ajudou. Durante o ano de 2020 conseguimos poupar cerca de 10% da nossa despesa em gasóleo, poderia ter sido mais? Não sei, eu gostava, mas já fico contente que este aspecto tenha acontecido.

       O facto de ter estado em confinamento bastante tempo também permitiu poupar em áreas como a ida a cafés, ao nível da estética e de passeios, visto não termos ido de férias. Eram pequenos prazeres que tínhamos que nos foram negados, mas que nos ajudou a poupar nas nossas despesas anuais. Apesar das poupanças que foram conseguidas ao longo de 2020, houve áreas em que gastamos mais dinheiro, uma consequência do covid-19 (ou não) e a outra consequência de se andar tanto na estrada.

      - Não poupamos no mecânico, aliás, tivemos um aumento da despesa de mecânico de 55% com os carros. Acho que durante o ano de 2020, se os nossos carros não tiveram todos os meses no mecânico estiveram quase, ora o meu ora o d'Ele. São despesas com as quais não estamos a contar, mas que nos abalam do coração. Os carros são na nossa casa uma das maiores despesas anuais que temos.

     - Não poupamos no supermercado, eu bem que tento apanhar boas promoções e a verdade é que muitas das minhas encomendas online no Continente são praticamente com produtos apenas em promoção, mas se poupamos nas idas aos restaurantes aumentados em 15% a nossa despesa anual em produtos de higiene e comida. Admito que este aumento também advenha do facto de os produtos alimentares terem aumentado de valor desde o início da pandemia, nomeadamente fruta, legumes, carne e peixe, bens que nos são essenciais.

         Sei que no final do ano, se formos a comparar com 2019, gastamos mais em 2020, mas estas contas já incluem muitas despesas com o nosso terreno para a construção da nossa casa e até com bancos e licenças. Em 2020 conseguimos fazer o nosso empréstimo, fizemos o muro de suporte das terras do terreno e ainda todas as licenças, taxas e taxinhas para a construção da casa, por isso é normal. O dinheiro que fomos poupando ao longo dos últimos dois anos desvanesceu-se para podermos começar a construir a nossa casa. Apesar disso sinto-me muito orgulhosa destas poupanças, consegui controlar bem as despesas, os impulsos e até fazer melhores compras. Espero que em 2021 as coisas continuem a correr bem e até melhor, no que toca às minhas poupanças!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec