Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

18
Fev19

Noite Sobre as Águas (1/12)

        Comecei a ler este livro com algum entusiasmo. A última vez que tinha lido Ken Follett gostei bastante da escrita do autor e facilmente me prendeu à sua história, contudo o mesmo não aconteceu com este livro. Comecei a ler o livro em Dezembro e apesar da acção que é continua, a história em si não me apaixonou muito. Gostei da ideia principal, gostei bastante de algumas das personagens, mas achei que a maioria delas estavam mal resolvidas consigo próprias e em questão de poucos dias tudo ficou resolvido de uma forma quase perfeita e idílica. Não gostei do rumo que a história acabou por tomar, apesar de a escrita do autor acabar por ser bastante simples e de fácil compreensão, contudo faltou algo mais neste livro. Reconheço a escrita do autor como uma história cheia de reviravoltas, situações inesperadas e que acabam por facilmente prender o leitor, aspectos que considero que falharam neste livro de Ken Follett. A história começa com o primeiro avião americano a fazer uma viagem transatlântica, em que cada um dos seus passageiros tinha uma história de vida muito diferente, é no avião que as suas vidas se cruzam e que criam um enredo pouco comum. Apesar da base da história ser realmente boa, sinto que algo se perdeu pelo caminho e que o seu encanto se desvaneceu, levando a que o entusiasmo fosse pouco.

          Com pouco entusiasmo, demorei imenso tempo a ler o livro que me levou a um final previsível e com pouca surpresa e isso? Isso acabou por matar alguns dos sentimentos positivos que tinha perante o livro. Acho que tão cedo não pegarei em Ken Follett.

 

 

03
Jan19

Tudo o que poderíamos ter sido tu e eu... (o último de 2018)

     Em Dezembro ainda consegui ler um último livro de 2018, admito que não foi das minhas melhores leituras do ano, nem lá perto. O sucesso do livro, o título e até a sinopse chamaram-me à atenção na feira do livro, além do preço acessível e decidi dar a oportunidade a este autor espanhol.

       Assim que comecei a ler o livro agarrei-me às suas páginas com alguma facilidade, uma escrita fluída e em que uma uma vacina que tirava o sono à humanidade surgia me fez ficar fascinada. Contudo, a partir de certo momento do livro algo começou a parecer ser demasiado ridículo, super poderes, vários planetas com vida e o fascínio foi ficando perdido entre as novas palavras do livro. Um livro que tinha para dar tudo certo (o segundo livro de 2018 em que tal coisa me aconteceu) foi perdendo o seu encanto, já para não falar no final ridículo que teve. Este foi sem dúvida um dos piores livros que li durante o último ano, começou cheio de entusiasmo, mas a cada página a vontade de o continuar a ler foi ficando menor e no final apenas fechei os olhos e pensei "Mas que parvoíce!". Terminei o livro sem conseguir compreender o seu sucesso, apesar de ter gostado de algumas parte do livro, mas todo o seu enredo, toda a sua história e o seu desfecho fez com que este livro passasse para a minha curta lista de livros "mauzinhos".

       Admito que terminei 2018 com um livro que não gostei, mas espero que as leituras de 2019 me venham compensar! Alguém já tinha lido o livro?

10
Dez18

Um homem chamado Ove (9/12)

(Imagem retirada daqui)

       Demorei eternidades a ler este livro. Não porque fosse aborrecido. Não porque estivesse mal escrito. E muito menos porque não gostasse. A verdade é que o tempo me escasseou desde que mudei de emprego e a coisa tornou-se complicada, mas na semana passada, enquanto esperava pela consulta no dentista, terminei de ler este livro fantástico.

       Ao ler Um Homem Chamado Ove, lembrei-me de muitas pessoas que fui conhecendo ao longo da vida. Um tio, um dos vizinhos da rua, um dos pacientes na antiga clínica que trabalhei e até um ou outro conhecido. Ove no fundo, deu-me a conhecer muito sobre o tipo de homens que nunca consegui compreender, os literais que não conseguem estar parados, que não conseguem demonstrar sentimentos e que apenas se queixam de tudo e de nada. Ove ensinou-me que por vezes esse tipo de homens nem se apercebe que é assim e que no fundo têm um grande coração, apenas resmungam porque não sabem fazer outra coisa. Este foi um dos melhores livros que li nos últimos tempos. A história em si, as personagens e o enredo são demasiado bons para serem esquecidos. Ove, um homem solitário e visto como o resmungão do bairro é no fundo a melhor das pessoas que podemos um dia vir a conhecer.

       Este é um livro inesperado, completamente diferente daquilo que estava habituada e esse é o seu encanto. A história toma um rumo inesperado, une personagens que jamais imaginaríamos juntos e torna uma personagem odiada na mais querida do livro inteiro. É difícil de descrever a grandiosidade deste livro, apenas posso dizer LEIAM UM HOMEM CHAMADO OVE.

 

       "«Amar alguém é como mudar de casa.», costumava Sonja dizer. «A princípio, apaixonamo-no por todas as coisas novas, todas as manhãs nos espantamos por aquilo tudo nos pertencer, como se receássemos que de repente alguém nos entrasse a correr porta adentro a dizer que tinha sido cometido um erro terrível e que, na verdade, não deveríamos estar a viver num lugar tão maravilhoso. Depois, ao longo dos anos, as paredes desgastam-se, as madeiras racham aqui e ali e começamos a amar a casa, não tanto por toda a sua perfeição, mas pelas suas imperfeições. Aprendemos a conhcer todos os seus recantos. A evitar esquecer a chave na fechadura quando quando está frio na rua. Qual a tábua do soalho que cede ligeiramente quando a pisamos ou a maneira exata de abrir a porta do guarda-roupa sem a fazer ranger. São estes os pequenos segredos que fazem dela a nossa casa."

Inspiração da Semana

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal