Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

12
Abr17

Em que nos estamos a tornar?

(Imagem retirada daqui)

 

Assusto-me a ver as notícias nos últimos tempos. Não um susto momentâneo, não um terror de não conseguir sair de casa, mas uma inquietação de não saber para onde caminha este mundo. Um receio de não saber o que será das nossas vidas amanhã, nem falo do trabalho e da economia, falo apenas da sociedade. A sociedade tem-me assustado de uma forma indescritível, custa-me ouvir as notícias e se tento fugir o mais possível delas acabo sempre por as ouvir no rádio no trabalho ou na primeira página que abro na internet. É impossível sentir-me indiferente a tudo que se tem passado. É o Trump a meter-se com a Rússia e com a Coreia do Norte (mas não era o Trump amigo do Putin?), são os ataques com químicos na Síria, são explosões em autocarros, são espécies de campos de concentração para homossexuais, são homens a tentar afogar as esposas e saírem como se nada tivesse acontecido, são estudantes a destroirem hotéis, são uma infinidade de coisas que me deixam inquieta quando surgem na minha mente ou quando vem uma nova informação.

O mundo está de tal forma virado do avesso (será que não é este o lado certo?) que me faz temer pelo futuro. Talvez não pelo meu futuro, talvez mais pelo futuro dos meus sobrinhos e dos meus filhos. Sinto que evoluímos no sentido contrário dos conhecimentos que possuímos hoje em dia. Sinto que evoluímos cada vez mais rápido para o egoísmo, para o egocentrismos e para os conceitos de 'liberdade' tão distorcidos como os de 'realidade'. Parece que não sei o que se passa na cabeça das pessoas que andam à minha volta, que se atropelam, que matam, que não conseguem lidar com um simples 'não'. Algo tão simples e tão básico como ouvir um 'não' está a ser considerado uma afronta, algo que põe a nossa vida em risco, não só moral como também fisicamente. Estamos cada vez mais impulsivos e menos racionais, estamos a tornar-nos nos verdadeiros animais da selva, a diferença? Não matamos para sobreviver, mas sim para nos fazermos valer. Não pensamos em consequências, seguimos os instintos mais interiores que temos e não pensamos, executamos vidas. Estamos cada vez mais a tornar-nos numa sociedade que não quer saber do outro, o eu, esse sim, é importante. Talvez tenha sempre havido pessoas com estes instintos animais, tenho a certeza que sim, mas parecem ter vindo a aumentar de uma forma assustadora. Não deveríamos estar a evoluir para o processo contrário? Deveríamos estar quase peritos em controlar instintos primários que são apenas conhecidos nos animais, deveríamos estar cada vez mais capazes do auto-controlo, mas parece que a nossa evolução enquanto humanos está a tender para o sentido contrário.

Por muito que me dêem justificações para todos estes actos cruéis, não os consigo compreender. Não consigo compreender porque matamos, mal-tratamos e nada fazemos. Não compreendo o assassino que sai impune. Não compreendo o bancário e o político que roubaram a olhos vistos e que continuam ricos. Não compreendo como não se faz nada para parar com as guerras. Não compreendo naquilo que nos estamos a tornar.

Acredito que enquanto houver pessoas como eu, melhores até do que eu haverá esperança, mas até quando?

25
Jul16

Quererá Trump a 3ª Grande Guerra?

(Imagem retirada daqui)

 

As notícias sobre as eleições nos Estados Unidos da América têm-me assustado imenso. Uma questão de quase puro terror. Trump à frente dos Republicanos faz-me apenas lembrar uma personagem da história mundial 'Herr Hitler'. Que diferença temos entre eles? Poucas encontro, na verdade, e as semelhanças são abomináveis. 

Sei que somos um povo esquecido de natureza. Sei que os Estados Unidos da América não são famosos pela sua grande capacidade intelectual. Mas será que há pior cenário que Trump ganhar as eleições? Em muito pouco as ideologias de Trump são diferentes das de Hitler. Não gosta e é contra os homossexuais (apesar de no último discurso ter contrariado as suas afirmações anteriores sobre a temática). Quer eliminar os emigrantes do país, construir um muro na fronteira com o México, assim como tornar o mundo cor-de-rosa em que as "mamãs" cuidam dos seus bebés e maridos em casa e em que todos serão felizes para sempre. Tudo isso acontecerá quando emigrantes saírem do país, como é óbvio. Além de que o senhor inventa estatísticas, reforça números de criminalidade que não existem e ainda faz referências a factos não apurados e até inexistentes.

E agora questiono-me, onde estarão os americanos com a cabeça? Depois de ter lido um comentário de um americano afirmando que Hillary era mil vezes pior que o Trump, cheio de argumentação estranha, que fiquei em choque. Afinal ainda há uma possibilidade, que considerava inexistente, deste senhor ganhar as eleições. Se (e espero que se fique apenas pelo 'se') Trump ganhar, parece-me que a probabilidade de uma 3ª Guerra Mundial é enorme. Se virmos bem, os passos que ele quer tomar em pouco são diferentes daqueles que deram origem à 2ª Grande Guerra. Trump está definitivamente a preparar uma guerra e sinto-me como mera espectadora de um filme.

Isto mete-me medo, muito medo.

 

15
Jul16

Quando é que a história muda de rumo?

(Imagem retirada daqui)

 

Dia sim, dia sim, saiem notícias sobre terrorismo. Aqui, ali, na Europa, em África ou Ásia. Dia sim, dia sim ouvimos as mais macabras histórias de explosões, tentativas de homicídio em massa. Todas essas notícias fazem o nosso receio crescer mais um bocadinho, por muito que queiramos pensar que não podemos ceder ao medo, que não podemos mostrar parte fraca, a verdade é que a cada dia que passa uma coisinha cá dentro diz que não virão melhores notícias. Desta vez foi Nice, há uns tempos foi Paris, e no entretanto tantas outras notícias surgiram sobre o terrorismo. E aos bocadinhos vamos começando a pensar onde marcamos as próximas férias, se este ou aquele local poderão começar a ser alvos de actos terroristas. Por muito que se queira dizer que não, é inevitável o nosso inconsciente trabalhar e pensar em todas as possibilidades.

Mas quando será que esta história terá fim? Todas as guerras tiveram um fim. As Guerras Mundiais, a Guerra Fria, a Guerra dos 100 anos. E esta quando terá fim se nem declarada guerra foi? Não quero a guerra, não quero esta insegurança, não quero ver estas notícias diariamente. Será que algum dia esta guerra, não chamada de guerra, terá o seu fim? Uma guerra que surge nos momentos mais improváveis, que surge de pessoas 'normais' porquem podemos passar todos os dias na rua. Uma guerra que não poupa crianças, idosos nem ninguém. Uma guerra que simplesmente quer provocar estragos, medo e tensão.

Quando será que esta parte da nossa história mundial irá mudar?

 

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec