Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

05
Fev20

Fevereiro, deixa-te levar

(Imagem retirada daqui)

          Fevereiro já começou há alguns dias, mas este mês não se apresenta com qualquer tipo de objectivo. Quero que Fevereiro seja um mês que flua com alguma naturalidade, é o mês dos meus pré-30 e só desejo que este seja um mês simples. O mês começou com reorganizações em casa, com algum destralhe e com a sensação de que Fevereiro ia ser um bom mês. Não tenho grandes expectativas nem a vontade de ter um grande festejo pelo meu aniversário, apenas desejo tranquilidade.

           Gostava de conseguir apanhar mais sol, reerguer a minha profissão e de ter uns dias bons de pausa para recuperar energias.

           Quero ler mais, quero comer menos porcarias (nossa! O mês de Janeiro foi a desgraça para o colesterol!).

           Desejo ir mais vezes ao ginásio e deixar-me de lingrices (vamos a isso!).

          Quero ainda poupar algum dinheiro (mas com a carrinha no mecânico, a coisa parece-me difícil!).

          Quero até matar as saudades de algumas amizades.

          Mas o que quero mesmo de Fevereiro? Que tudo se mantenha tranquilo, calmo e pacífico.

28
Fev19

E amanhã finalmente é Março!

        Fevereiro começou com energias positivas, mas admito que o mês descambou rapidamente. Uma gripe aliada a uma infecção respiratória e com o bónus de uma otite fizeram me ficar mais de uma semana de baixo, algo que na minha vida profissional nunca tinha acontecido. Fartei-me de estar doente, fartei-me de tomar medicações e até me fartei de estar em casa! Admito que quando regressei ao trabalho já sentia saudades, não só de trabalhar, mas de ter uma rotina e de conseguir sair de casa (já agora, voltar a conseguir respirar era como uma bênção). Termino o mês quase recuperada, ainda não a 100%, mas a cerca de 98%, e se achava que esta gripe que me tinha apanhado logo nos primeiros dias do mês ia ser o pior de Fevereiro, estava muito enganada. A recuperação da gripe ainda não estava totalmente terminada quando uma nova bomba caiu na minha vida, na nossa vida, algo inesperado e que até agora ainda não teve propriamente uma solução. As nossas energias tornaram-se escassas para tantos dramas e admito que nas últimas semanas me tenho sentido numa espécie de novela mexicana a que a cada dia há uma novidade e que de agradável pouca coisa tem. Os dramas atingiram-nos de todas as direcções e a coisa não tem sido nada fácil.

        E se me focasse no que aconteceu de positivo? O meu aniversário foi um momento bom, em família e junto daqueles que mais gosto. Consegui quase todos os dias ler 30 minutos que fossem e fiquei presa a um livro sensacional. Fiz a receita de biscoitos que estava em stand-by há imenso tempo, e a ironia da vida (ou o facto de estar doente) fez com que passasse pelo menos dois domingos no sofá a ver televisão. Experimentei um restaurante novo na véspera do meu aniversário, algo que não fazíamos há muito tempo e que me soube pela vida (devia partilhar com vocês esta experiência, não era?). A única coisa que falhou? Infelizmente voltar para a piscina tornou-se impossível devido a passar o mês quase todo doente, só agora começo a sentir-me em condições, apesar de a otite ainda me meter algum receio. 

         Fevereiro demonstrou-se um mês duro de roer, parcendo ser mais longo do que é na realidade, mas finalmente vejo-o partir e só espero que Março traga consigo a paz que estamos a precisar. Bye-Bye Fevereiro, vemo-nos para o ano!

17
Fev19

Venham de lá os 28!

(Imagem retirada daqui)

       Jamais aos 28 anos me imaginaria casada. Jamais aos 28 anos me imaginaria a planear a construção de uma casa. Jamais aos 28 anos imaginaria que tinha um blog há mais de 10 anos. Jamais aos 28 anos me imaginaria com amigos virtuais. Tantas coisas que não imaginaria alcançadas aos meus 28 anos e hoje, no dia do meu aniversário, vejo que conquistei tanto nos últimos 28 anos e apenas me sinto grata. No dia do meu aniversário não sei o que pedir, apenas sei o que agradecer. Sinto-me grata pelas pessoas que estão à minha volta e que me acompanharam nesta caminhada. Grata pela família que tenho, porque além de família são amigos. Estou realmente agradecia ao destino, aos céus ou a quem de seu poder, por ter feito com que Ele surgisse na minha vida e que me desse a felicidade nunca antes imaginada. Agradeço pelos amigos que tenho, pelo emprego (quase) de sonho que surgiu no meu caminho. Aos 28 anos estou grata pela vida que tenho, por tudo o que passei me ter trazido até aqui e por aos 28 anos ainda ter a capacidade de sonhar e lutar pelos meus sonhos.

          Hoje com 28 anos sinto-me a pessoa mais felizarda deste mundoe grata por tudo o que a vida me tem dado. Que venham daí os 28 e cheios de coisas boas, sempre!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec