Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

20
Mai19

Coisas de mulher: Enrolador de cabelo

IMG_20190515_111011 (1).jpg

(Imagem de Just Smile e daqui)

       No ano passado, enquanto experimentava penteados para o casamento, apercebi-me que adorava ver-me com o cabelo ondulado. O meu cabelo é demasiado fino e sem volume, além de extremamente liso, e quando me vi pela primeira vez com o cabelo ondulado adorei o resultado. Há algum tempo que andava a investigar estes enroladores de cabelo, sem experiência na matéria (e normalmente muito pouca paciência para) não queria fazer um grande investimento sem compreender se a coisa ia resultar ou não, até porque uma coisa é vir da cabeleireira com o cabelo arranjado outra sou eu a tentar fazê-lo em casa.

      Na semana passada, no Bazarão do Continente vi o dito a 20€, algo realmente muito básico, apenas o botão de ligar e desligar e o próprio enrolador. Logo no primeiro dia à noite decidi experimentar, o meu jeito para a coisa não foi realmente o melhor. Tentei utilizar e até consegui alguma ondulação (o meu principal objectivo). Na segunda tentativa a coisa já correu melhor, o aparelho aqueceu bastante rápido, consegui fazer mais cachos no cabelo e a verdade é que no dia seguinte, depois de uma noite de sono, o cabelo conseguiu manter o volume. É verdade que os cachos estavam longe de serem perfeitos no dia seguinte, mas consegui atingir o meu objectivo. O aparelho é bastante básico e muito, muito simples de usar, principalmente para pessoas leigas na matéria como eu, mas consegui o que prendia. O meu cabelo ficou com alguma ondulação, algum volume e olhando ao espelho a coisa não ficou tão mal assim. 

       Afinal esta coisa de enrolar o cabelo até é bastante giro!

11
Abr19

O meu carro tem um cheirinho novo!

IMG_20190410_093214.jpg

(Imagem de Just Smile)

        A Carorilna da Perfum'Ar com Amor enviou-me há alguns dias um embrulhinho pelo correio, nele continha este pequeno frasquinho para tornar o meu carro mais cheiroso. Admito que nunca fui pessoa de ter este tipo de produtos no carro, é que nem no carro nem em casa, simplesmente porque nunca me predispus para tal coisa. Normalmente sou um bocadinho esquisita com cheirinhos de perfumes, acho quase todos muito enjoativos e dentro de um carro, um espaço pequeno, esse era um dos maiores receios, no entanto a Carolina ajudou-me a escolher aquele que considerava mais adequado às minhas esquisitices. E o resultado? Fantástico! Admito que durante o Inverno o cheiro a humidade acaba por se infiltrar no carro, independentemente do carro que seja, e já há algum tempo que ponderava adquirir algo do género exactamente por essa razão, mas nunca tinha arriscado. A Carolina veio com esta sugestão na altura certa e o resultado é realmente bom. O "pomar verde" tem um cheirinho a maçã bastante agradável, sem ser muito intenso mas que se faz notar quando se entra no carro. Nada muito exagerado, nada demasiado suave que nem sequer se sente, mas no equilíbrio perfeito que tanto desejava. Fiquei agradavelmente surpreendida com o produto.

     E para se inscreverem na Perfum'Ar basta entrarem neste link e para comprar basta entrarem no perfil da Perfum'Ar com Amor - Carolina, aconselho vivamente, seja pela simpatia como pelo produto! Já experimentaram?

10
Abr19

Três passos para entrar no Minimalismo

(Imagem retirada daqui)

       Lembram-se da minha saga pelo Minimalismo? Sinto-me neste momento no ponto confortável da situação, nem mais nem menos. Não penso adquirir novas coisas, apenas algumas para substituir e sinto que a minha organização chegou a onde pretendia que chegasse. De momento sinto-me bem e tranquila com a forma como consegui organizar a minha vida, preciso apenas de não aumentar a minha carga de trabalho profissional (e se conseguisse diminuir era fantástico). Contudo, sinto que cheguei a onde queria chegar, ao momento em que me sinto bem na minha própria pele, em que não me sinto atolada de coisas (tirando o meu armário das coisas da Terapia, mas para o qual não tenho soluções durante os próximos dois anos) e em que cheguei ao equilíbrio que considero perfeito para mim. E para quem inicia esta saga por onde deve começar?

       Não sou nenhuma expert na matéria, nem nada que se lhe pareça, até porque muitos minimalistas ao verem as minhas posses considerariam que não sou minimalista nenhuma, no entanto considero-me como tal e tenho apenas aquilo que me faz sentir bem. Se algumas das coisas que tenho podem não me dar boas sensações é porque ainda não foram substituídas ou estão em lista de espera para que tal coisa aconteça. De resto, considero que desde que comecei a ler sobre o minimalismo, sinto que tudo o que está na minha casa está perfeitamente adequado às minhas necessidades, à minha história e à pessoa que sou. E qual o primeiro passo?

        1. A vontade de mudar, tudo começa com esse pequeno passo. A vontade de mudar surge e com ela a vontade de saber mais sobre a mudança, sobre o que nos faz bem ou deixa de fazer, traz consigo a reflexão e a introspecção e é a partir desse momento que damos por nós a encontrar algo que pareça adequado para nós. A mim o minimalismo pareceu encaixar-me que nem uma luva e foi com essa vontade de dar uma volta à minha vida e à minha mente que me deparei com o minimalismo.

     2. Inspirar-se nos outros, esta foi uma das maiores motivações para a mudança. Ver que os outros conseguiram mudar drasticamente a sua vida motivou-me a mudar a minha, até porque os resultados pareciam ser tão aliciantes que a vontade de mudar só aumentou dentro de mim. Os testemunhos de outras pessoas não só me motivaram como me deram a força necessária para começar a incutir determinados hábitos e mentalidades dentro de mim.

       3. O destralhar, dar inicio a esta tarefa pode não ser fácil para muita gente, seleccionar o que queremos na nossa vida nem sempre é uma tarefa simples. Para mim não foi nada muito complexo, comecei por partes, primeiro a roupa, depois os meus pertences, mais tarde as minhas memórias e até cheguei ao ponto de destralhar as minhas redes sociais. A cada um destes passinhos a sensação de liberdade foi aumentando e tudo foi ficando mais fácil. O retorno positivo de deixarmos espaços vazios na nossa vida ou completos apenas com as coisas que gostamos fez com que esta fosse uma das melhores sensações sentidas ao longo deste processo do minimalismo.

      O minimalismo é um mundo sem e em que cada pessoa tem a capacidade de criar uma própria definição da palavra. O meu minimalismo não é uma casa despida, nem um armário com três t-shirts, mas sim uma casa que seja de fácil manutenção, cada coisa no seu lugar e que tenha tudo aquilo que me faça sentir bem. Se estás a iniciar esse caminho, acredita, irás ter muitos momentos de recompensação emocional. E a sensação de liberdade? A melhor sensação de todas elas.

Inspiração da Semana

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal