Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

06
Jul18

Uma semana para o dia C

(Imagem retirada daqui)

 

         Casar sempre foi o meu sonho. A quinta e a festa à grande o sonho (ou vontade) d'Ele. Daqui a uma semana iremos unir-nos no matrimónio, criar a nossa própria família e realizar aquele sonho de menina de encontrar o grande amor da minha vida. Durante o último ano e meio reunimos esforços, poupamos feitos loucos, organizamos as nossas prioridades e fizemos milhentas contas, mas daqui a uma semana tudo se concretiza, tudo se realiza. Sinto-me extremamente orgulhosa pela nossa caminhada. Não precisamos de pedir nada a ninguém, conseguimos assumir todos os custos com o nosso trabalho e suor e isso é um dos maiores orgulhos que trago em mim. Preparamos tudo, desde a escolha da quinta à escolha do bouquê, mantivemos os nossos desejos e adaptamo-los à nossa realidade. Cedi muito, muito mesmo, custou-me interiorizar que iria ser uma noiva mais tradicional do que aquilo que alguma vez tinha imaginado, mas a verdade é que agora sorrio. Sei que vou ser uma noiva tradicional, sei que não é o casamento com que tinha imaginado toda a minha vida, mas agora o entusiasmo começa a entranhar-se em mim.

        Falta apenas uma semana. Falta apenas uma semana. O mantra parece estar na minha cabeça e sorrio. Começa realmente a chegar a data em que vamos começar a nossa vida juntos e isso é o que mais anseio. Não estou preocupada com a festa e muito menos com a cerimónia, mas estou ansiosa por ligar a minha vida à d'Ele. Estou ansiosa pela nossa vida a dois. E é isso que me faz sorrir, que me faz relaxar e não ficar preocupada com seja o que for. Estou ansiosa por celebrar o nosso amor à frente de todos aqueles que nos são importantes. Estou ansiosa por me ligar a Ele numa vontade que é eterna.

        Falta uma semana. Ainda há muito a preparar, a decidir e pequenas coisas que nos acabam por escapar e sei que durante essa semana estarei pouco disponível e por isso pouco surgirei pelo blog. Não estranhem a minha ausência. Não estranhem a falta de comentários. Nem estranhem o facto de surgir um ou outro post que ando a programar. O Instagram, provavelmente, e o Facebook os locais em que estarei mais presente e prometo deixar um cheirinho do nosso grande dia. Até lá, talvez durante duas ou três semanas o mundo virtual ficará no fundo das minhas prioridades.

        Volto em breve, mas por agora? Por agora fui ali ser feliz!

03
Jul18

Ai os The Killers!

IMG_20180629_163421.jpg

        Como anunciei no dia 29 de Junho, o Sapinho presenteou-me com os belos de uns convites para o Rock in Rio Lisboa no dia dos meus The Killers. É verdade que não estava a contar com tamanho presente, mas ao ganhar o ideal era aproveitar da melhor maneira possível. Ele ofereceu-se para me acompanhar voluntariamente nesta nova aventura e lá nos decidimos a apanhar um comboio para Lisboa para aproveitar o melhor possível do Rock in Rio. Naquela manhã, Ele ainda teve de ir trabalhar e chegou bem depois da hora que tínhamos combinado a casa, admito que no carro (a caminho da estação) estava completamente descrente, acreditava piamente que não íamos conseguir apanhar o comboio e que ainda teria o azar de o ver a arrancar da estação. Mas numa espécie de milagre, vá, da minha perspectiva foi mesmo um milagre, conseguimos um estacionamento mal chegamos a Campanhã. Corremos feitos loucos para o comboio e pouco depois de termos encontrado os nossos lugares o dito comboio arrancou.

IMG_20180629_175121.jpg

        A viagem correu bem, ainda com o coração a palpitar com a possibilidade de ter perdido o comboio, mas passou rápido. O que nos surpreendeu foi chegar a Lisboa e começarem a cair pingas do céu, principalmente para quem tinha saído do Porto com sol. "Bem, se continuar apenas estas pinguinhas até nos safámos" pensei eu, enquanto nos dirigíamos para o Parque da Belavista. No entanto, saiu-nos tudo ao lado, mal entramos no parque começou a chover. Sem guarda-chuva, com pouca roupa (por incrível que pareça no Porto estava mais quente) e com sapatilhas de pano a solução passou mesmo por comprar as capas impermeáveis das lojas de Produtos Oficiais. Fomos apenas um bocadinho roubados e não à descarada, mas ainda assim a chuva estragou-nos o impacto desta experiência toda. "Porra, se estamos aqui pelo menos vamos aproveitar" equipados com as capas decidimos começar a ver o Parque e até acabamos por conseguir andar na roda gigante visto não haver tantos 'crentes' como nós, que mesmo com a chuva andavam de um lado para o outro (vá, pelo menos fugimos sempre nos momentos de chuva intensa).IMG_20180629_183011.jpg

        "Se fico doente a 15 dias do casamento eu mato-te", dizia Ele, no entanto, apesar da chuva, não estava frio e acho que foi isso que nos safou. O ambiente estava ameno, as sapatilhas não se molharam e até hoje estamos sãos e salvo de constipações (só espero que se permaneça assim até ao dia do nosso casamento). Este dia ficou intitulado como a nossa despedida de solteiros em conjunto, afinal estávamos ali a festejar várias coisas, o facto de Ele ter entrado para o quadro do local de trabalho d'Ele, de nos casarmos dali a duas semanas e até o facto de eu voltar a ver os The Killers. Festejamos, divertimo-nos, passamos tempo juntos sem preocupações e sem tarefas pela primeira vez em muito tempo e foi maravilhoso simplesmente passar tempo um com o outro. A chuva não nos afastou e o ânimo leve e a boa disposição mantiveram-se. Vimos James, vimos o tributo ao Zé Pedro dos Xutos, mas o ponto alto da noite foi sem dúvida alguma The Killers.

IMG_20180629_215008.jpg

        Brandon Flowers entrou em palco a matar, cheio de energia, cheio de boa disposição e com as músicas que mais gostamos (juro que ali ao fundo era o Brandon Flowers). O concerto dos The Killers no Rock in Rio conseguiu ser ainda melhor que o de 2009 no Super Bock Super Rock. A banda estava com uma energia contagiante, interagiu muito mais com o público do que estava à espera e conseguiu pôr o Parque da Belavista todo a saltar e a cantar. O concerto superou totalmente as minhas expectativas e passou directamente para o melhor concerto que já vi na minha vida. Ele, que pouco conhecia dos The Killers, passou a adorar e acredito que tenha acontecido o mesmo com muita gente. Os The Killers partilharam algumas das suas melhores músicas, ok, ficaram umas quantas de fora, mas os êxitos estiveram todos lá e até algumas músicas do novo álbum. Durante uma hora e pouco saltei, cantei, senti-me livre e como uma criança na manhã de Natal, o cansaço só surgiu quando tive a ridícula ideia de me sentar no chão no fim do concerto.

         Pela primeira vez fui ao Rock in Rio e adorei, nem a chuva nos afastou de tão boas memórias e os The Killers? Esses deixaram-me a suspirar por mais um concerto!

 

P.S.: Fotografias de Just Smile.

22
Jun18

Oh a surpresa!

(Imagem retirada daqui)

 

    Surpresa, surpresa é receberes uma pequena amostra da tua sessão de solteiros e nem te identificares nas fotografias de tão bonitas que estão. Eu e Ele que não temos o mínimo jeito para fotografias, Ele que fica de olhos fechados e eu que não tenho paciência para a coisa, parecemos profissionais naquelas fotografias. Ficaram tãoooo lindas! Mas que surpresa tão boa

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal