Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

05
Nov18

Home is where your heart is

 

(Imagem retirada daqui)

 

       Não há nada que me dê mais prazer do que estar em minha casa. Aquela casa onde sei que a qualquer momento Ele pode entrar pela porta. Aquela casa onde estão as nossas fotografias. Aquela casa onde adoro aconchegar-me no sofá, enrolada na manta e fazer zapping numa noite de sábado qualquer. Aquela casa que adoro sentir o cheiro a bolo acabadinho de sair do forno. Não sou a pessoa que diz "Estou farta de estar em casa", sou mais a pessoa que tem consciência de que sai pouco e de que precisa de sair mais. Sou aquela pessoa que se obriga a sair de casa, que faz um esforço para não dizer todos os sábados "não quero sair". Adoro o conforto que a minha casa me dá e o aconchego que sinto de cada vez que me enrosco nos lençóis e adormeço para mais uma noite de descanso. Adoro a minha cozinha, que me fez aprender a gostar de cozinhar. Adoro aquela mesa, que apesar de já arranhada, reúne os amigos e a família ou até apenas eu e Ele para mais um jantar. Adoro as manhãs longas, em que ficamos apenas abraçados na cama, enquanto a preguiça se apodera de nós e só a fome nos faz levantar da cama. Adoro cada pormenor do que me rodeia, adoro as fotografias da nossa família, o logo do nosso casamento e até a cor dos móveis que escolhemos. Adoro cada pedacinho da nossa casinha. Não é grande. Não tem muito espaço. Não é tão moderna. Mas é a nossa casa, onde ao final de qualquer dia regressamos e nos encontramos.

      Agora, todas as noites tenho a certeza que Ele volta para a nossa casa, para a nossa cama. Posso não o ver e até já estar completamente adormecida, mas adormeço sempre no reconforto de que quando o acordar o vou lá encontrar. É a nossa casa, onde a nossa história a dois mudou de capítulo. É o nosso lar, o nosso porto de abrigo nas noites frias e a nossa frescura nas tardes de verão. Não é grande, não é nenhuma mansão, mas cada canto daquela casa está repleta de amor, de carinho e companheirismo, está cheia de nós. Cada pormenor foi pensado a dois, desde as cores do sofá às cores das cortinas. No fundo não é a casa em si, as paredes ou o telhado, que fazem dela o nosso lar, mas sim tudo aquilo que acolhe. A nossa história, o nosso amor. Nunca me fez tanto sentido dizer home is where your heart is e o meu estará com Ele, na nossa história e debaixo de qualquer telhado que nos acolha.

24
Out18

A saga da casa começou...

(Imagem retirada daqui)

 

       Casa com telhado ou sem telhado?

       Janelas grandes ou vidraças?

       Com garagem ou sem garagem?

       Construção tradicional ou modular?

       A saga da casa começou mais cedo do que prevíamos, foi antecipada uns anitos por conveniências dos créditos e a pressão da idade (isto de começarmos a ser velhos depois dos 30 tem que se lhe diga...). Temos dado por nós a discutir janelas, portas, garagens e até os telhados. Quando imagino uma casa não imagino um palacete, nem um casarão com piscina e muito menos uma casa gigante e 100% minimalista (apesar de vocês saberem que sou grande adepta do minimalismo). Imagino uma casa em que à mesa caibam 15 pessoas (a família não pára de crescer), com uma cozinha ligada à sala (tal como a minha agora), com um deck para o jardim e uma lareira para o inverno. Não sou muito exigente quando imagino a minha casa, muito pelo contrário, quero tudo o mais simples e prático possível para ser de fácil manutenção. Não quero hipotecar toda a minha vida pela minha casa e muito menos viver para limpar uma casa (daí o tamanho da mesma ter de ser muito bem planeado). Quero uma casa confortável e acolhedora, simples, bem à minha maneira. Já Ele? Ele imagina a piscina e a churrasqueira no exterior. Imagina janelas gigantes na sala para aproveitar a vista que temos. Cisma ainda que a casa não pode ter telhado porque não se adequa ao tipo de casa que tem planeado. Insiste que a sala tem de ser maior do que eu própria imagino e que o quarto tem de ser bastante maior que o actual (ok, maior sim, muito maior nem por isso...). E a minha resposta para tantas exigências do Sr. Eng.º Ele? Alma de rico, carteira de pobre.

       A saga da casa está oficialmente aberta e já entramos em discordância em inúmeras coisas, a única coisa em que ainda conseguimos estar de acordo é realmente a disposição das divisões, porque tudo o resto está complicado de chegar a qualquer tipo de consenso. Ele quer a casa moderna, mas esquece-se que para a manter com uma temperatura amena exige maior electricidade. Eu quero uma casa com janelas mais pequenas, que dêem para a paisagem, mas que sejam fácei de limpar. Eu sou a pessoa prática na nossa relação e Ele a idealista e neste momento, ainda em fase inicial do planeamento da nossa nova casa só consigo pensar: a aventura vai começar.

       Whish me luck!

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal