Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

14
Nov18

Olha o desafio fresquinho! TAG 50 perguntas

A Ana Silva sugeriu-me para um desafio e verifiquei que já não respondo a tal coisa há muito tempo. Ora por esquecimento, ora porque já não tinha paciência e até porque não era desafiada. No entanto, com a escassez de ideias que andam para este lado, vou ali aceitar o desafio e responder a 50 questões! Vamos lá!

1. O que mais odeias em ti? Acho que não odeio nada em mim, já o fiz, mas agora não. Cheguei àquela fase da vida que aprendi a aceitar-me como sou e a melhorar naquilo que posso.

2. Peso recuso-me a responder, mas informo que sou mais magra do que deveria, mas apenas devido à genética!

3. Se pudesses visitar qualquer lugar no mundo onde é que irias e porquê? Tenho tantos locais na minha lista! Mas ultimamente o que está no topo das prioridades, mas que teve de ser alterado para daqui a alguns anos, é a viagem a Nova Iorque. Hei de lá ir, mas a casa veio em primeiro lugar e, infelizmente, ainda não me saiu o euromilhões.

4. A última coisa que te fez chorar A fragilidade que se tem apoderado da minha avó, mas este é um segredo nosso.

5. Se pudesses voltar atrás no tempo o que mudarias? Rigorosamente nada, afinal fez de mim quem sou hoje. Se a vida tivesse sido diferente, se por alguma razão eu tivesse tomado uma outra opção hoje não estaria onde, orgulhosamente, estou.

6. Eu não vou morrer sem... Cumprir a minha lista de desejos, aquelas viagens que estão no top da lista de '5 sítios a visitar antes de morrer'.

7. Quanto tempo levas para ficar pronta para sair?

De manhã demoro 30 minutos, entre tomar o pequeno-almoço, preparar a lancheira e sair.

8. Último lugar que estiveste? Muito ambígua a questão. Viagens, Riviera Maya. Portugal? O trabalho.

9. Comida favorita Tudo que é massas cai muito bem. Lasanha, pizzas, bolonhesa, vai de tudo!

10. Comida que não comes de forma alguma Três coisas: atum, bananas e batatas cozidas.

11. Música do momento Nenhuma em especial, vou ouvindo o que vai na rádio, mas lembrei-me logo da dos Imagine Dragons.

12. Vivo perdendo... A paciência. Admito que a minha não é duracell.

13. Uma frase... Tudo acontece por uma razão, é mais o meu mantra.

14. Último concerto a que foste THE KILLERS, nossa! Como foi bom!

15. Última mensagem no whatsapp Do trabalho, algo sobre a terapia.

16. Última vez que te stressaste No sábado, os fins-de-semana têm sido tanto ou mais caóticos que a semana.

17. Tira uma selfie e mostra Havia de ser bom! 

18. Uma música com a palavra AMOR "O amor, uma palavra é a luz, o que é que eu faço, se é ela que me conduz"

19. O que é feio, mas tu achas bonito? Não faço a menor ideia...

20. Mostra a última foto do teu instagram Ora ide lá ao instagram da Just Smile !

21. Uma frase que a tua mãe diz sempre Coitadinho...

22. Eu estou...

Sentada a escrever estas respostas. Cheia de sono e sem vontade de fazer nada.

23. Eu sou... Sonhadora, simpática e positiva (pelo menos tento).

24. Eu quero... férias! Ando mesmo cansada, ou simplesmente ter assim um fim-de-semana inteiro sem trabalhar e sem sair de casa. Ambas complicadas de conseguir.

25. Ser amigo é... Ter sempre a pessoa ao teu lado quando mais precisas.

26. Quando morreres... Não estou preocupada, só quero ser cremada e não ficar em nenhum "mausoléu".

27. Um livro "A rapariga que roubava livros"

28. Um filme Oh tantos! Nem sei dizer um...

29. Uma meta a cumprir este ano Ter definido o projecto da nossa casa.

30. Queria ser uma formiga para... ver o interior de algumas vidas.

31. Calças ou vestidos? Calças, adoro vestidos, mas ando quase sempre de calças.

32. O que te faz feliz na TPM? Chocolate, pizzas, hambúrguer, resumidamente: porcarias.

33. Sê feliz ou... Faz a tua felicidade.

34. Queria ser... Mais corajosa.

35. Queria ter... Mais paciência.

36. Se eu fosse homem (mulher)... Seria um homem, despreocupado, penso.

37. Uma pessoa que tens/queres conhecer pessoalmente Não tenho ídolos, mas gostava de ter uma conversa com o David Fonseca.

38. Cerveja é bebida do homem, não minha de certeza.

39. Na noite passada... Deitei-me cedo e ainda assim acordei com vontade de não sair da cama.

40. Poderia ficar horas... A ler.

41. Uma careta... Oi?

42. O teu lema Cá vamos nós: Tudo acontece por uma razão.

43. Morres de medo de... Cobras, nossa!

44. Darias tudo para... Dar uma vida confortável àqueles que me rodeiam.

45. O teu maior defeito que é uma qualidade Teimosia, sei que sou teimosa e que por vezes devia desistir de algumas coisas.

46. A tua maior qualidade que é um defeito Confiança, quando confio em alguém confio demasiado. Por vezes corre bem, outras vezes a desilusão surge.

47. Uma blogger que tu admiras e 3 qualidades dela Há demasiadas bloggers que admiro, não só pelo blog, mas pelas pessoas que são. Não dá para falar apenas de uma.

48. Que horas são? 09h13

49. 5 palavras com a letra V Vida, vitória, velocidade, verde e voz.

50. Indique 5 pessoas para esta TAG Ora quem estiver interessado será muito "bem-vindo" a responder a este desafio :)

26
Out18

Desafio pessoal

(Imagem retirada daqui)

 

     Durante esta semana, algures num jantar em que estivemos ao mesmo tempo sentados ao mesmo tempo, comentei como me sentia cansada, ao que Ele me responde: "Estás sempre cansada, quase todos os dias dizes isso!". E realmente, depois de parar e pensar um bocadinho tive de lhe dar a devida razão. Os dias têm passado de uma forma louca, sair de casa às7h30, chegar a casa às 18h40, arrumar a casa, fazer o jantar, tomar banho e organizar as coisas para o dia seguinte (quando por sorte não há nenhum tipo de reunião), faz com que o tempo passe a correr e que não tenha muito tempo para usufruir do sofá e relaxar. A hora que tirei ao sono para me levantar mais cedo também não tem ajudado muito e sinto-me sempre tremendamente cansada. E a verdade é que me tenho queixado mais do que devia...

          Assim, o meu desafio pessoal para esta semana será: uma semana sem utilizar a palavra cansada. Quero passar uma semana sem utilizar este termo que parece estar a entranhar-se na minha pele, mesmo que o corpo o sinta não vou comentar e vou continuar a lidar com isso com naturalidade. A palavra cansaço vai sair esta semana do meu vocabulário e o objectivo é simplesmente mudar a minha mente. Acredito que a nossa mente tem uma força sobrenatural e quanto mais dissermos uma palavra, mais ela se demonstra no nosso dia-a-dia e o desafio é exactamente esse. Ao retirar a palavra do meu vocabulário desejo sentir-me realmente menos cansada e com mais força para continuar. Preciso de mudar a minha mente.

01
Out18

#30diasminimalista

       Quando me deparei com este desafio, nunca imaginei que as minhas rotinas fossem mudar tanto. A verdade é que quando enquanto as rotinas não estão implementadas, é difícil conseguir focar noutras coisas para além do dia-a-dia. São horários que ainda não estão estabelecidos, são reuniões para isto e para aquilo, são actividades laborais e ainda as extra-laborais que nos ocupam o tempo que ainda nem sabíamos que iríamos despender. Apesar disso, ao longo deste desafio apercebi-me de uma coisa: já fazia imensa coisa da lista como hábito ou rotina.

1.jpg

      A primeira semana foi relativamente fácil, já fiz alguns desafios para abandonar as redes sociais durante uns tempos e a tarefa em si não foi complicada. A pior foi realmente a meditação, não tenho o hábito de o fazer e não sou pessoa virada muito para isso, mas soube-me bem olhar para o céu e considero isso como meditação.

 2.jpg

      No dia 5 foi bom reavaliar as minhas prioridades, afinal com a mudança de emprego e de planos esta necessidade surgiu voluntariamente e foi interessante reflectir sobre quais eram as minhas prioridades neste momento. As outras tarefas foram simples ou porque já não acumulo produtos de beleza ou porque trabalho muito a minha solidão e o à-vontade com ela, apesar de alguns dos dias não terem acontecido por esta ordem. 

3.jpg

      Ao longo do desafio apercebi-me que realmente já faço algumas das coisas naturalmente, como destralhar a vida social é algo contínuo, arrumar o armário e não ter peças a mais já é um hábito com algum tempo e até avaliar os meus compromissos. No entanto, falhei redondamente no "aprender algo novo", apesar de se virmos bem a coisa, este mês foi um mês de novas aprendizagens nesta minha nova função.

4.jpg

       E os desafios não calharam no dia certo (isto parece estúpido de se dizer), mas eu que passo dias e dias sem gastar um tostão, no dia 16 fui ao shopping e perdi-me na Tiger a comprar material para o trabalho, é trabalho, mas foram também gastos. Foi bom ver ao longo do desafio que já tenho incutidos em mim tantos hábitos bons, que o terminei de sorriso no rosto, mesmo falhando alguns dias. 

5.jpg

       Mas também admito que houve situações em que o desafio foi cumprido de forma aldrabada, nomeadamente dar uma caminhada e não ver tv, as oportunidades foram escassas e os horários não ajudaram muito. Não houve uma semana durante o mês de Setembro que tivesse conseguido ter horários definidos, fosse a levantar ou a deitar, o que impediu muita coisa. 

 6.jpg

       O que aprendi com este desafio? Que estou mais perto do conceito minimalismo do que poderia imaginar. Que não podemos controlar a nossa vida e, nem sempre os nossos dias, mas que podemos controlar a forma como os encaramos, como lidamos com eles. Os dias não foram todos iguais e a imprevisibilidade da vida fez com que muitos destes dias não fossem cumpridos, admito até que os últimos três dias (caóticos por sinal) nem sequer pensei no desafio, mas isso não me fez confusão ou nem nada que se assemelhe.

       A verdade é que o desafio foi excelente para conseguir provar a mim própria que há práticas do minimalismo que já fazem parte da minha vida e que, apesar de nem sempre conseguirmos controlar todos os passos da nossa rotina, isso não tem qualquer tipo de problema. É importante saber lidar com as surpresas da vida, é importante sabermos aceitar as mudanças de planos e este mês aprendi isso mesmo com o desafio. Setembro foi um bom mês, mesmo que não tenha voltado à piscina, mesmo que não tenha conseguido ler um livro ou até que não tenha conseguido manter o meu plano de refeições, mas consigo ver nele outras conquistas que não imaginava acontecerem. Consegui em Setembro atingir um objectivo que há muito estava em lista de espera na minha vida, consegui adaptar-me a uma nova rotina e apesar da correria que foi o meu dia-a-dia, foi um bom mês em que aprendi a lidar com muita coisa nova.

       #30diasminimalista pode não ter sido todo cumprido, ainda assim consigo sentir-me a pessoa mais concretizada de sempre.

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal