Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

23
Mai18

Os vernizes Rimmel 60 segundos

IMG_20180522_120143.jpg

(Imagem de Just Smile) 

 

       O meu primeiro post sobre os vernizes Rimmel 60 Segundos (aqui) tem sido um dos posts visitados com maior frequência, o que me leva a crer que nós mulheres preocupamo-nos imenso com as nossas unhas. Eu admito que brincos e unhas arranjas são aquilo que me fazem sentir bem, fazem-me sentir feminina, mesmo que ande 80% do tempo de sapatilhas e jeans, são estes pequenos pormenores que me fazem sentir a confiança feminina que todas as mulheres devem sentir. Pode parecer ridículo, mas são realmente estas duas pequenas coisas que me fazem sentir mulher e gosto de ter sempre uns brincos e as unhas arranjadas (nota-se bem que quando não as tenho é porque são alturas de maior trabalho). Durante grande parte da minha vida não pintava as minhas unhas, apenas para ocasiões especiais e casamentos, no entanto, quando comecei a trabalhar apercebi-me que precisava de ter um bocadinho de mais atenção à minha imagem e as unhas foi um desses factores que mudou, além de que para quem andava todo o dia de farda, ter as unhas pintadas era apenas dar um bocadinho de caracterização à minha indumentária.

        Por altura do meu segundo emprego, fazia imensas massagens, passava o dia a lavar as mãos, a desinfectá-las, a pôr cremes e luvas e consequentemente as minhas unhas começaram a ficar quebradiças. Qualquer coisa tinha uma unha estalada, por muito pequenas que estivessem era normal ter unhas meias partidas e lascadas, o que com verniz era um verdadeiro tormento, foi então que decidi começar a usar o verniz gel. Durante um ano ia de 3 em 3 semanas à manicura e realmente compreendi os milagres de tal verniz, contudo o desemprego chegou e por questões de poupanças tive de deixar de fazer tal tratamento de beleza. Apesar de ter deixado de fazer as unhas de verniz gel apercebi-me de que estava de tal forma habituada a pintar as unhas que não fazê-lo estava a começar a deixar-me estranha, foi então que dei início à minha busca pelo verniz perfeito. Eu, como em tantas outras coisas, sou uma verdadeira esquisita. As minhas unhas, quando pintadas com verniz, demoram uma eternidade a secar e como consequência inúmeras foram as vezes (vá, quase todas) em que as pintava e ao fim de algumas horas já tinham defeito, ou uma marca ou o tecido das calças gravado nas unhas ou alguma unha que lascou ou até a parvoíce de ter de ir à casa de banho logo após de as ter pintado. O drama era real, principalmente para mim que me habituei a tê-las sempre tão bonitas. Até que descobri, como mero a acaso, os vernizes Rimmel 60 Segundos e foi amor à primeira experiência.

       O Rimmel 60 segundos tem um pincel largo para pessoas menos aptas a saberem pintar as unhas, tal como eu, o que não faz com que surge tanto os dedos porque parece ter o desenho perfeito para pintar as minhas unhas. Ao fim de uma hora, e não estou a exagerar, já não preciso de ter receios com marcas e verniz estalado, faça o que fizer o verniz seca realmente rápido e posso na mesma noite passar duas camadas seguidas que, seguramente, não fico com a marca dos lençóis. O verniz aguenta perfeitamente uma semana sem estalar e posso fazer as minhas tarefas diárias sem qualquer tipo de medo de estragar seja o que for. Fiquei de tal forma satisfeita com o verniz que nunca mais comprei outra marca. O único 'se' é que uma camada não é suficiente para durar a semana toda, esteticamente não fica nada mal, mas a segunda camada dá mais brilho e faz com que aguente mais tempo sem lascar, mas nem isto me parece ser um contra.

Em Portugal o verniz é um bocadinho caro, em média 4,50€, mas tenho-o comprado na Primor a 1,50€. Tem imensas opções, têm saído cores novas e realmente este tornou-se o meu verniz de eleição. Adoro as cores que mandei vir, adoro a rapidez com que seca e, acima de tudo, a facilidade com que consigo pintar (e olhem que sou bastante trapalhona!). Para mulheres, como eu, sem tempo, sem muita paciência, mas que adoram ter as unhas sempre arranjadas sem dúvida alguma que o verniz Rimmel 60 Segundos é o verniz perfeito!

 

P.S.: E não, não tenho nenhuma parceria com a Rimmel, mas não me importava nadinha!

15
Set17

O que levas na mala?

IMG_20170913_135628.jpg

      Sou uma rapariga bastante prática. Não gosto de andar com demasiadas coisas na carteira e nem gosto de perder muito tempo à procura delas. Gosto de ter o essencial e não mais que isso. Ele, pensando que eu deveria ser o estereótipo de mulher com carteira cheia de coisas, acha estranho eu ser tão organizada. Basta pedir-lhe para me ir buscar qualquer coisa à carteira que Ele apercebe-se de como está organizada. Até no dia-a-dia evito ter a minha carteira atolada de coisas, acabo por ter apenas aquilo que necessito. As minhas costas agradecem e o meu tempo e paciência também. 

IMG_20170913_134757.jpg

      Durante a semana ando com uma carteira de tamanho médio. Não gosto de carteiras com muita profundidade porque dificultam a procura de coisas, não gosto de carteiras cheias de bolsos porque depois nunca sei onde tenho as coisas e nem gosto de carteiras demasiado pequenas em que não consigo levar o que realmente preciso para aguentar um dia de trabalho. No entanto, na minha carteira de dia-a-dia nunca me pode falar: 

  • Agenda Mr. Wonderful, demorei anos a descobrir esta agenda fantástica. Sempre usei agenda, mas a Mr. Wonderful é fantástica, não só tem os espaços que adoro, como me permite controlar os meus gastos, os livros que leio e ainda os orçamentos para obras e casamento. Para ser perfeita falta-lhe apenas um elástico para aguentar todas as minhas notas lá dentro;
  • Caderno de apontamentos, aquele caderno preto é o meu bloco de notas. Lá estão todas as minhas viagens, todos os pormenores do nosso casamento, todas as medidas para as obras e orçamentos, a lista do nosso enxoval e ainda algumas memórias e anotações por lá perdidas;
  • Caneta, para ter como apontar tudo e mais alguma coisa;
  • Porta documento e porta moedas, desisti das carteiras. Percebi que com uma carteira só acumulava papéis, que a enchia de cartões desnecessários e que nunca sabia onde estavam as coisas mais importantes, com este porta documentos nunca me aconteceu tal coisa. Só tenho neles os cartões que uso com regularidade, os documentos pessoais e uma nota. Deixei de andar com mil cartões que não me serviam para nada e deixei de acumular lixo;
  • Creme das mãos e batom de cieiro Carmex, são os únicos cuidados que durante a semana exijo na minha carteira. O batom uso-o com muita regularidade devido aos lábios secos e o creme das mãos é-me essencial, até porque fico com as mãos secas de trabalhar com tanto papel;
  • Chaves do carro e de casa, convém andarem sempre na carteira;
  • Caixa dos óculos, onde coloco os de ver ou os de sol, depende daqueles que tenha de usar na hora;
  • Saquinho, para as compras de última hora ou que tenha de fazer depois do trabalho;
  • Carregador portátil, não é que fique muitas vezes sem bateria no telemóvel, no entanto o isqueiro do meu carro não funciona e esta é a minha salvaguarda para uma situação de emergência.

IMG_20170913_134827.jpg

      Não me parece que ter nove objectos numa mala diária seja muita coisa, vá onze se formos a fazer bem as contas. Além de que ainda levo na mala a garrafa de água para o trabalho e o lanche, mas não andam sempre comigo. Ao fim-de-semana, ao mudar para a carteira mais pequena, mais leve e em que cabe menos coisas, apenas tenho como hábito levar o caderno de apontamentos e a caneta, principalmente nesta altura do campeonato em que estamos a tentar concluir o enxoval, fazer as obras e ver coisas para o casamento. Levo ainda o porta-moedas e o porta cartões, que sendo pequeninos cabem em qualquer carteira e ocupam pouco espaço. E não pode faltar o batom, este é realmente essencial, estou constantemente com os lábios secos e é o único batom com que me sinto bem.

      Gosto de uma carteira leve, prática e com poucas coisas. Afinal de que mais preciso? O telemóvel anda sempre também na carteira, mas esse tinha de servir para tirar as fotografias!

 

P.S.: Para os mais sensíveis, carteira no norte equivale a mala no centro e sul. E a carteira dos documentos é carteira na mesma.

06
Abr17

Já vos falei do melhor verniz de sempre?

IMG_20170406_092529.png

(Imagem de Just Smile)

 

Definitivamente não sou uma expert em coisas de mulher, mas ando tão entusiasmada com a minha descoberta que decidi partilhar com vocês. Se há coisa que gosto de ter bem tratadas são as minhas unhas, faz-me sentir mais feminina. Em tempos fiz o verniz gel, trabalhava muito com água e cremes e como consequência nunca conseguia ter as unhas bonitas ou porque lascavam ou porque o verniz não aguentava muito tempo. Depois veio o maldito desemprego e parei, as poupanças tinham que se aguentar até encontrar um trabalho. No entanto, quando voltei a trabalhar não voltei a fazer verniz gel. Arranjei outros objectivos para a minha vida, comprar o terreno, começar obras e preparar um casamento são coisas que despendem muiiiiiito dinheiro e por isso decidi que não ia gastar em unhas. Prefiro mimar-me com um livro do que com uma superficialidade, não é uma crítica, é simplesmente a minha forma de ser. Ainda assim queria manter as unhas bonitas, não só porque gosto, mas porque no meu trabalho a imagem cuidada é um ponto a favor. Assim comecei a minha busca pelo verniz perfeito.

Durante anos usei a marca Andreia, conseguia minimamente pintar as unhas, mesmo sendo uma desajeitada, mas demorava imenso tempo a secar. Imaginem que podia pintar às 18h da tarde e deitar-me à meia-noite e era garantido que no dia seguinte iria ter a marca dos lençóis nas unhas. Experimentei o secante mas ficava sempre com algum tipo de marca, além de que durante a sua secagem eu arranjava sempre forma de estragar uma unha, ora ia beber água, ora me dava uma comichão incrível na cabeça. Até que numa ida ao Continente encontrei o verniz Rimmel 60segundos em promoção. Comprei o primeiro em tom vermelho escuro, que é a minha cor preferida, e fiquei rendida. O pincel é largo e consistente o suficiente para não borratar os dedos todos (ainda assim, há dias e dias, uns sei pintar outros nem tanto) e se o verniz não seca em 60 segundos, pelo menos em 15 minutos seca. Posso perfeitamente passar duas camadas às 21h da noite e às 22h já não ter receio de estragar uma unha, seja a ir à casa-de-banho ou a ler um livro. Finalmente encontrei um verniz adequado às minhas necessidades, seca rápido, aguenta quase uma semana inteira e é de fácil manuseio (fácil como quem diz, isto para mim às vezes ainda consegue ser uma verdadeira aventura).

A verdade é que o preço do verniz não é o mais amigo, são cerca de 4,50€ cada um, mas nem me importo. Fica mais barato que ir a uma manicura fazer verniz gel e não me importo de todas as semanas perder uma hora a pintar e deixar secar as unhas. Cá em casa já tenho várias cores, vou adquirindo à medida do tempo, até porque não gosto de repetir muitas vezes seguidas as mesmas cores, mas um de cada vez nem custa muito. Fiquei completamente fã dos vernizes da Rimmel 60 segundos e agora já nem penso noutra marca, além de que os nomes dos vernizes são todos fofinhos, o da imagem é Rain Rain Go Away, perfeito para esta semana.

Quem já experimentou estes vernizes?

 

P.S.: Estou à espera de uma encomenda que fiz no site da Primor em que comprei os mesmos vernizes por 1,50€, vamos ver como chegam e depois digo como correu.

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal