Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

21
Fev20

Os Jantares das Terças (3/12)

(Imagem retirada daqui)

         Na Feira do Livro deparei-me com este livro a bom preço, 5€, uma ninharia. Estava a precisar de um livro levezinho, um daqueles romances domingueiros para equilibrar as minhas leituras e lá veio este para casa. Este livro foi sem dúvida uma óptima aposta. Comprei o livro a pensar que iria ser um daqueles romances básicos que, simplesmente, nos aconchega o coração, mas Os Jantares das Terças, deu-me muito mais que isso. Este livro obrigou-me a ponderar, a reflectir e até a imaginar a vida daquelas cinco mulheres que se ligaram por algo tão simples como um curso de Francês. Contudo, a verdadeira aventura destas amigas não começou com o curso, a amizade prolongou-se mais anos que o curso.

          Tudo começa com a viuvez de Judith, em que esta decide que apenas ultrapassará a dor da morte do marido fazendo o caminho a pé até ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em França. As amigas apoiam-na e iniciam essa caminhada, a seu lado, a partir do momento em que o diário do marido de Judith termina. Mas a caminhada transforma-se num caminho de conhecimento, descobertas e aventuras. Torna-se num processo de auto-reflexão em que cada uma se questiona sobre a vida, sobre os seus objectivos e o porquê de ali estar. A fé é chamada ao barulho e a estranheza de Judith também, o que faz com que os acontecimentos se comecem a desenrolar e a demonstrar que nem tudo é aquilo que parece.

       Este é um óptimo livro que fala sobre a amizade, sobre segredos, mas principalmente sobre a necessidade de nos auto-descobrirmos e até de nos reinventarmos para conseguirmos ser alguém melhor. Este é um livro que demonstra a necessidade de reflectirmos sobre a nossa vida para a podermos mudar e até sobre quem está à nossa volta. Este livro foi tudo, menos um simples romance.

19
Fev20

5 anos depois, voltamos a estar aqui...

          Já cinco anos passaram desde a última vez que decidi enviar uma carta para o meu Futuro Eu. Na segunda-feira, no dia em que completei 29 anos, recebi as palavras que escrevi em 2015. É uma espécie de sensação surreal, ler algo com tanto tempo, com tantas perguntas e dirigido à minha pessoa. Vejo que o tempo me trouxe algumas respostas, muitas concretizações, mas foi ao ler a carta que escrevi a mim própria em 2015 que me apercebo de tudo o que alcancei. O tempo passou rápido, demasiado rápido, e vejo quanto tudo mudou e quanto consegui concretizar.

      "Mas e que é feito de ti? Se há cinco anos atrás pretendias acabar o curso, que pretendes tu daqui a cinco anos? Será que te casaste com o Ele, como planeavas? E a casa? Ficaste com a da tua avó, ou tiveste mesmo de fazer obras na casa dele? Filhos? Tens conseguido escapar-te disso? E o trabalho? Conseguiste alguma vez trabalhar numa escola como querias, ou ainda andas de clínica em clínica e gabinete em gabinete? E o mestrado? Ainda andas a adiar esse objectivo por causa das condições financeiras? Viagens, quantas fizeste? A última que fizeste foi a Madrid em 2014. Diz-me apenas que saíste de casa e que te casaste, diz-me apenas isso e já me dou por feliz."

          A vida mudou realmente nos últimos cinco anos, coisas que nem eu sabia que estavam tão bem definidas na minha cabeça foram alcançadas e outras totalmente alteradas. Casei-me com Ele, não fiquei com a casa da minha avó mas em alternativa compramos um terreno e não fizemos obras na casa da mãe d'Ele. Filhos, ainda me consigo escapar (não com tanta facilidade, mas consigo) e sim, consegui trabalhar em escolas, tal como sempre desejei. Passei alguns tormentos antes, mas estou nas escolas como há cinco anos achava que não era possível. O mestrado continua a ser indefinidamente adiado, mas pelo menos já visitei a França, Holanda, México e Marrocos! Saí de casa e estou casada, por isso alcancei dois dos meus grandes objectivos nos últimos cinco anos.

      "Agora estás completamente apaixonada por Ele e só queres passar todo o tempo com ele, não o admites facilmente, mas realmente não consegues imaginar uma vida sem ele de tanto que é o teu amor por ele. " E nada disso mudou, continuo a não o admitir com leveza, mas continuo sem imaginar a minha vida sem Ele e entre nós nada e tudo mudou, mas tudo para melhor.

        "E os teus irmãos? Já te deram mais sobrinhos? De momento tens três, que daqui a 5 anos devem estar enormes! E ainda tens o Polo de 98? E o computador? É aquele branquinho do ano em que começaste a trabalhar em Gaia? A M. já tem mais que um filho? Que estranho que é ter estes pensamentos agora… E amigos? Com quem convives mais agora? É ainda a S. e a R., ou ainda estás mais isolada do que neste momento?" Continuo a ter três sobrinhos e estão realmente enormes. O Polinho de 98 continua e que dure muito tempo! E sim, o computador continua a ser o Branquinho e a M. já tem mais um bebé. A S. saiu da minha vida desde o dia em que não foi ao meu casamento e a R. continua na minha vida, mas com menos frequência do que gostava. As coisas alteraram, os grupos de amigos foi-se alterando gradualmente, sem dramas, mas a vida proporcionou essas transformações.

        "Espero que continues a apreciar as pequenas coisas como o tens feito até agora, acredita que é isso que não te deixa ir a baixo em momentos difíceis e que te traz felicidade (isso e Ele, claro!). Não te alteres por ninguém, cresce mas sempre para melhor." E continuei, nem sempre foi fácil, mas aprendi ainda mais a gostar das coisas simples e dos momentos para mim mesma. Cresci, imenso, e sinto-me orgulhosa por isso. Estes cinco anos passaram a voar, tanta coisa se transformou, tantos sítios por onde passei e tantas pessoas que entraram e sairam da minha vida. Mas sorrio, imenso, a estes últimos cinco anos e ao ler esta carta, apercebi-me que conquistei tanta coisa que desejava e nem me tinha apercebido disso. Pelo menos até hoje. Hoje estou grata por esta carta.

P.S.: A última carta que recebi foi em 2015 e aqui está ela.

17
Fev20

Pré-30

(Imagem retirada daqui)

           A vida trouxe-me aqui, até ao dia em que faço 29 anos. Consigo-os ver como um estágio para a entrada nos intas, como uma espécie de ano para fazer novas coisas, arriscar mais e até concretizar alguns sonhos. É verdade que a vida me tem dado muita coisa boa, também já tive muita má, mas cresci tanto nestes anos que cada vez mais me sinto confortável na minha própria pele. Sinto-me plena na pessoa que sou, sempre com a sede de saber mais e de ser melhor, mas tranquila com aquilo que consegui alcançar e atingir. Hoje, no dia em que completo 29 anos, quero fazer uma lista de 30 coisas a alcançar até aos 30, aquele tipo de coisas simples, mas que tantas vezes me passaram ao lado e que me parecem inadmissíveis de chegar aos 30 sem as fazer ou pelo menos repetir. 

 

  1. Ver o filme Annie Hall.
  2. Fazer crumble de qualquer tipo.
  3. Organizar as caixas de fotografias.
  4. Conhecer Itália.
  5. Pintas as unhas de azul.
  6. Ir ao Gerês (novamente).
  7. Ler uma biografia.
  8. Ir jantar à beira mar (estou em dívida para comigo).
  9. Ter o (raio) do crédito da casa feito.
  10. Comer sushi.
  11. Ver todos os filmes de Harry Potter de seguida.
  12. Ver a série Friends toda.
  13. Usar mais saltos altos.
  14. Fazer um arroz de pato.
  15. Fazer uma roadtrip.
  16. Ver o nascer do sol.
  17. Ir à neve/ver neve.
  18. Sair uma noite para dançar.
  19. Fazer uma formação.
  20. Fazer um piquenique a dois.
  21. Fazer um circuito de águas termais.
  22. Fazer um desporto radical.
  23. Experimentar uma nova modalidade no ginásio.
  24. Fazer um workshop de culinária.
  25. Fazer mais caminhadas na natureza.
  26. Ver uma peça de teatro.
  27. Fazer um Escape Room.
  28. Um jantar à luz das velas.
  29. Mergulhar no mar à noite.
  30. Andar de patins no gelo.

          E agora, que venha o meu último ano nos intes para passar para os intas. Que seja um ano cheio de coisas boas e memórias positivas. Que este estágio me leve a bom porto e que me traga energias positivas. Vamos a isso!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal