Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

15
Mai18

Uma década de Just Smile

 Cabeçalho três  RE.png 

       Nunca pensei dizer isto, mas hoje, 15 de Maio de 2018 dou os parabéns a este espacinho por 10 anos de alegria, sorrisos, companheirismo e muita felicidade.

       A Just Smile nasceu de um dia escuro, de um dia em que me senti um bocadinho despedaçada e sem saber bem como e o porquê, criei este espaço que hoje festeja a sua primeira década. Nunca imaginei que a Just Smile me acompanhasse por tantos anos, que vivesse tantas aventuras e que permanecesse tanto tempo na minha vida. A Just Smile, o outro lado de mim, acabou por se tornar ao longo do tempo melhor pessoa do que aquilo que alguma vez imaginei, a Just Smile ajudou-me a crescer, a reflectir, a procurar a pessoa que quero ser na vida real. Este pseudónimo que tanto partilha de mim, ajudou-me quando mais ninguém o fez, ajudou-me a manter os pés na terra quando me sentia noutra dimensão, ajudou-me a sobreviver a fases da vida tão complicadas como eu própria e ajudou-me a arriscar a felicidade, a arriscar conhecer outros mundos, outras visões, outras vidas. A Just Smile, essa miúda que por aqui escreve, fez-me tornar numa mulher de sonhos, de ambições, de concretizações, simplesmente porque fez o que eu própria nunca faço, se expôs ao mundo (talvez por isso ainda mantenha o anonimato).

      Hoje, neste 10º aniversário da Just Smile, do outro lado de mim, sinto uma gratidão imensa. Grata por esta equipa do Sapo que me mima com os destaques, grata por todos os vossos comentários que me fizeram ter força quando mais precisava. Grata pela partilha da minha felicidade convosco. Grata por a minha história estar nestas 'páginas' de a poder partilhar com vocês e comigo mesma. Grata pelas amizades que aqui fiz, que não são só virtuais, que são reais, pessoas que acarinho, pessoas que marcaram o meu caminho e que têm sempre a palavra certa, na altura certa. Grata por tudo o que recebi durante estes 10 anos. Grata por só me sentir completa enquanto a Just Smile existir. E quantas histórias partilhamos, quantos altos e baixos tivemos, quantas vezes pensei fechar este espaço achando que não fazia sentido. Sinto-me grata por nunca ter tido a coragem de o fazer. 

      A prenda para festejar esta década de Just Smile? Uma mudança de casa. Faz todo o sentido. A minha vida está a mudar, estou prestes a casar-me, quero mudar a minha vida profissional e quero continuar a crescer de uma forma positiva como o fiz até aqui, por isso a mudança é também necessária para a Just Smile. Este é o meu presente para a personagem que me acompanha há dez anos.

       Obrigada, apenas isso. Obrigada do fundo do coração!

10 ANOS.png

02
Mai18

Maio, o mês das coisas boas!

(Imagem retirada daqui)

 

       Maio chegou e acho que a Primavera e o Verão já passaram, sem dar bem pela coisa chegamos ao Inverno. As botas, os casos grossos e as camisolas de lã que achava já não ter de utilizar até Outubro voltaram em peso e cá não me arrisco a passar frio, por muito que queira voltar às pecinhas leves de estações mais amenas. Apesar do São Pedro não se ter lembrado de que Maio é um mês de Primavera, a verdade é que estou entusiasmada com o este mês e sinto no ar um presságio de coisas boas. Sei que será um mês cheio de tarefas, cheio de compromissos e de trabalho, mas será também o mês de duas (vá, quase duas) semaninhas de férias que me permitirão organizar a vida que tem andado num caos. Os planos para essas semanas não me permitem parar, descansar ou sequer pensar em estatelar-me ao sol (será que o São Pedro sequer admitiria tal proeza?), mas estou entusiasmada com todas as coisas que quero fazer e gostaria de as fazer com o menos de stress possível, queria simplesmente aproveitar o momento que prepara a grande mudança da minha vida. Começo este mês cheia de ideias, cheia de energia e de esperança. Ontem, dia 1, começamos o mês com a nossa sessão de solteiros com os fotógrafos e rodeados de amigos e família. Um dia que ficará para sempre nas nossas memórias. Hoje, planeio este mês com o maior dos carinhos e com a vontade de que tudo corra bem e que consiga cumprir todos os meus objectivos. Para o mês de Maio quero:

 

      1º Organizar a casa, fizeram-nos a promessa de instalarem a cozinha daqui a duas semanas e estou esperançosa que tal aconteça, pois desencadeará uma série de tarefas. Poderemos finalmente começar a pensar na mesa e nas cadeiras que queremos comprar, nas cortinas para a sala e até no tapete que encaixará com o sofá. Já para não falar que o picheleiro poderia, finalmente, terminar todas as suas tarefas. Gostaria de neste mês começar a organizar as coisas, armários e afins, pois no mês que se segue sei que andarei entupida em trabalho e tudo o que poder fazer em Maio será uma enorme ajuda. Finalmente a casinha começa a ganhar forma.

 

      2º Ler um livro, no meio de tanta loucura preciso de encontrar o meu tempo para ler um bocadinho. Ando longe dos livros, agarrada a séries e acabo por me descuidar da leitura que tanto gosto. É verdade que também ando mentalmente cansada, o que acaba por tirar a vontade de pegar num livro, mas necessito de fazê-lo para bem da minha sanidade mental. Este mês não posso falhar e as férias serão o motivo perfeito para isso (ai benditas férias!).

 

      3º Festejar o 10º aniversário do blog. Ah pois é! A Just faz uma década de vida ainda este mês e gostaria imenso de preparar uma pequena surpresa. A data começa a aproximar-se e ainda não dei início aos preparativos, mas gostaria muito de conseguir preparar algo para este aniversário, afinal 10 anos de um blog é quase uma vida! 

 

       4º Avançar com os preparativos para o casamento. As férias foram também escolhidas nesta altura por esta razão, sei que em Julho não conseguirei tirar férias antes do casamento e sei que é necessário preparar imensa coisa, por isso Maio vai ter de ser o mês de preparar essas pequenas coisas. Quero ir buscar as alianças, ir ver o livro de honra, encomendar mais umas coisinhas, escolher definitivamente as flores e o bouquet, quero tratar de fazer a prova de maquilhagem e do cabelo, assim como vou ter a minha primeira prova do vestido (finalmente começou a ganhar vida). Estas serão realmente umas férias dedicadas ao casamento e à casa.

 

       Não são muitos os objectivos que defino para este mês, mas todos eles envolvem bastantes tarefas. Sei que será um mês com imensa coisa para fazer, mas sinto-me bem. Depois do dia de ontem, em que estava um bocadinho receosa, mas tudo correu da melhor maneira possível, que me sinto mais leve, com mais energia e sem dúvida com uma esperança renovadora. Estou ansiosa para que este mês de Maio aconteça, espero apenas é que consiga fazer tudo a que me propus. E que venha Maio, cheiinho de coisas boas, por favor!

 

19
Fev18

Dos 27 anos...

 

       Estes 27 anos trouxeram-me três lições:

             - Apercebeste que estás crescida quando fazes um bolo a pensar nos teus sobrinhos e não em ti própria;

             - Ainda podem existir surpresas, mesmo quando menos esperas;

             - O aniversário deve ser também festejado com os amigos, eles festejam os teus triunfos a teu lado.

 

      Este fim-de-semana festejei os meus 27 anos, eu que nunca apreciei muito festejar o meu aniversário, dei por mim este ano ainda com menos motivação para os festejar. Contudo, tinha decidido que seria o primeiro ano que iria fazer um jantar com os amigos e festejar esta nova idade, aquela que irá mudar completamente a minha vida. Na semana anterior desmarquei todas as minhas consultas com os miúdos, afinal fazia anos, e em vez de dedicar o dia a mim mesma tentei tratar de umas quantas coisas para o casamento. A manhã foi a comprar tecidos para o vestido de noiva, onde consegui ter a minha melhor prenda, para quem pensava que ia gastar uma fortuna apenas em tecidos, a surpresa foi enorme quando a senhora me apresentou a conta e apenas me restou sorrir, um largo sorriso de felicidade pelo preço não estar sequer próximo daquele que tinha imaginado vir a gastar. Com o assunto dos tecidos do vestido de noiva resolvidos, fomos ter reunião com o fotógrafo do casamento, precisava de horas, de datas, de marcar a sessão de solteiros e outros tantos pormenores que nos prenderam numa conversa durante duas horas. Mesmo com grande parte do meu dia de aniversário perdido em pormenores do casamento, senti-me feliz por ver mais umas quantas situações resolvidas e com a maravilhosa sensação de ter tido uma parte do dia bastante produtiva.

       Mas o dia não terminou por aqui, a correria do dia do meu aniversário manteve-se quando me meti na cozinha para fazer as sobremesas para o almoço de domingo de família, com a sobremesa dedicada ao meu aniversário. Entre pudim, bolo e chocolate lá me perdi a fazer os doces para manter a tradição de cantar os parabéns com os primos e tios mais chegados. Só depois é que tive tempo para um banho rápido, uma breve maquilhagem no rosto (Uau! dia 17 de Fevereiro e este ano já me maquilhei três vezes! Acreditem que é uma novidade!) e dirigir-me para um jantar com os meus amigos. Aqueles amigos que me são essenciais e pela primeira vez juntei-os todos numa só mesa, a amiga do secundário, a amiga da faculdade, os amigos da comissão e até os amigos da infância. Pela primeira vez na vida os vi todos juntos, os amigos de todos os momentos da minha vida, os amigos que mesmo um pouco mais afastados fazem com que a conversa e a parvoíce seja a mesma de sempre. E a sensação foi tão boa, foi tão giro vê-los de volta da mesa, todos aqueles amigos que nos diversos momentos da vida estiveram ao meu lado! Este foi o primeiro momento do dia em que me sentei e desfrutei realmente do meu aniversário.

      Depois de um sábado em que fui mimada por Ele com o relógio da One que andava a namorar há uns bons meses, mimada pelos amigos e pela família o domingo conseguiu ser um dia mais tranquilo e ainda mais saboroso. Um domingo a saber ainda mais a aniversário que o próprio dia. Foi dia de almoço de família, foi dia de festa com os sobrinhos, de pintarolas e de abraços e beijos cheios de chocolate e isso dá-me toda a felicidade que preciso. Um sobrinho a dizer que a tia fazia 1 ano, outro que a tia fazia 2 e o mais novo dos três a perceber que já não existiam dedos suficientes para contar o número de anos da tia, "tantos anos tia" disse ele. Um domingo com sabor a família, com cheiro do chocolate e cheio de amor.

       Digam lá se não tenho todos os motivos para entrar nos 27 anos cheia de sorrisos? Este ano gostei de fazer anos, acho que finalmente me apercebo que fazer anos não é assim tão mau. É verdade que o fim-de-semana foi cansativo, é verdade que já o sinto no corpo, mas também é verdade que começo a segunda-feira com um enorme sorriso no rosto. E agora que venham esses 27 anos, cheios de promessas de mudança!

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal