Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

15
Mai20

E o blog chegou à adolescência, 12 anos!

(Imagem retirada daqui)

      Hoje esta casa faz 12 anos, chegou à fase da adolescência. Já não faz desafios de responder a mil e quinhentas questões, já não fala só sobre a escola nem sobre desilusões amorosas ou amores platónicos. Se calhar a adolescência aqui também lhe fez bem, as cores berrantes foram aos poucos desaparecendo, dando lugar a um lugar mais simples e limpo. Ou será que este blog, que se iniciou na minha adolescência, chegou finalmente à idade adulta? Será que a idade dos blogs se conta como a idade dos cães? Se calhar é isso, foram 12 anos mas na realidade devem corresponder a 64 anos (se calhar estou a exagerar um nadinha...)

         As vontades, os gostos, o estilo de escrita e até o tempo foram mudando ao longo destes anos. Esta casa é a prova viva da minha evolução e por vezes dou por mim a ler posts de 2008/2009 e tenho a sensação que não fui eu que os escrevi, mas alguém do passado que conheci de passagem. Se calhar é mesmo isso que acontece, quem os escreveu já não sou eu e a forma como foram feitos já nada se parece com a forma que o faço agora. É estranha esta evolução, é estranha esta forma de crescer através das palavras e de conseguirmos ver de forma tão precisa o nosso antes e agora. Mas estou grata, grata por tudo. Pelo blog, pelas amizades que com ele criei, pelas histórias que aqui escrevi e até pelos livros que falei. Estou grata por estes 12 anos de blog.

          Quem diria que a Just Smile iria durar 12 anos!

26
Jun17

20 anos de Harry Potter

(Imagem retirada daqui)

 

"Já lá vão muitos anos desde que li as primeiras páginas do 'Harry Potter e a Pedra Filosofal'. Recebi-o num desses muitos natais que já passaram, foi dado pela minha madrinha e na altura a loucura do Harry Potter era enorme porque tinha acabado de sair o primeiro filme. Eu, como inculta que era na altura, nunca tinha ouvido falar desse tal rapaz com o raio na testa e muito menos nessa pedra filosofal. A verdade é que assim que comecei a ler o livro fiquei fascinada, a história tinha tanta acção e tanta magia que fiquei agarrada a ele. Depois vi o filme e muito do encanto que existia no livro desapareceu, no entanto a minha ideia do feiticeiro maravilhoso manteve-se. No Natal do ano seguinte veio então mais um livro, já tinha passado um ano inteiro e tanto eu como eles tínhamos crescido e tínhamos passado para o segundo ano, eles de Hogwarts e eu do ensino básico. E assim aconteceu nos natais seguintes, todos os anos um novo livro e um novo filme baseados nos livros. Quando dei por mim, já era uma adolescente viciada em Harry Potter e que ao ler viajava para o mundo da magia e dos feitiços.

E assim os livros de Harry Potter cresceram comigo, acho que me liguei a eles por as personagens se encontrarem com a mesma idade, por terem os mesmos pensamentos que um miúdo normal daquela idade. Cada ano que passava as suas personalidades mudavam e iam-se tornando mais fortes, assim como a minha. Eu acabei por evoluir ao mesmo tempo que eles evoluíam. Sem dúvida que o Harry marcou a minha adolescencia, foi também ele que me levou à paixão incondicional pelos livros e que me levou a conseguir fantasiar todas as palavras que entravam através dos meus olhos." Post de 19.12.2010, aqui.

Hoje faz 20 anos que o primeiro livro do Harry Potter foi público. Faz 20 anos que surgiu o menino prodígio do mundo da magia. Faz, talvez, 16 anos de que li o primeiro livro do Harry Potter. Faz aniversário o livro que mais marcou a vida vida, a saga que mais marcou a minha adolescência e a história que ainda hoje continuo a adorar. Harry Potter não é um simples livro, não é uma simples personagem. Harry Potter é toda uma geração de novos leitores.

Parabéns à J.K. Rowling pelo mundo em que nos deixou entrar!

 

15
Ago16

Memórias das férias de infância

(Imagem retirada daqui)
 
 
Pouco me lembro das férias em família por Portugal. Era pequenina e as vezes que me recordo de ir em família de férias já era crescida, com 9/ anos e íamos ou para o Algarve ou para o estrangeiro. Contudo tenho pequenas memórias, pouco prováveis para uma criança com menos de cinco anos de idade. Mas já são tantas as histórias que ouvi daquelas viagens que acabo por ter pequenos flashes desses tempos. 
Os meus pais sempre gostaram de passear, já a sua lua-de-mel, avançada para a época e para a vida da aldeia(à cerca de 40 anos atrás), escolheram Lisboa, para uma altura em que a palavra lua-de-mel era ainda tão pouco utilizada. Desde então que incutiram nos filhos o gosto de conhecer lugares novos e de viajar. Antigamente não era preciso muito para se passear e talvez por isso os meus pais ainda digam que conheci Portugal de lés-a-lés quando era pequena. E como viajavam cinco pessoas a gastar pouco dinheiro? Viajar numa Ford Transit de nove lugares e fazer dela a nossa casa. Se há memórias que perdi, há outras que as tenho bem presentes, memórias fotográficas desses velhos tempos dos quais me orgulho de que façam parte da minha história. 
Durante uma semana a carrinha em vez de transportar electrodomésticos transportava uma família que apenas queria conhecer novos lugares e passear, porque duvido muito que com uma criança e dois pré-adolescentes os meus pais tivessem algum descanso. Os bidões azuis em cima da carrinha com uma pequena mangueira transformavam-se em chuveiros. O fogareiro da mãe era o nosso constante fogão para todo o tipo de refeições. E à noite, à noitinha os bancos da carrinha eram transformados em camas e as cortinas eram improvisadas com toalhas e panos. Nada faltava nesses dias. Lembro-me tão bem das pequenas coisas dessas viagens que a sempre as guardei com carinho, e as grandes desapareceram me da memória. Recordo bem a hora de dormir, a hora de jantar na mesa de praia e nos pequenos bancos, incrivelmente, desconfortáveis. Lembro-me ainda melhor da sensação de felicidade e liberdade, mas não me recordo das paisagens, em que hoje tento reavivar com novas passagens por esses caminhos. Mas sem dúvida que me lembro das melhores partes, das aventuras e dos momentos em família.
Há momentos em que gostava de voltar a arriscar e partir numa aventura assim.
 
E como eram as vossas férias?

 

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec