Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

13
Jan20

Desejos de Poupanças para 2020

(Imagem retirada daqui)

      Uma das minhas resoluções de 2020 é, sem dúvida alguma, poupar mais do que em 2019. Não é que não tenha poupado, mas este ano de 2020 espero começar a fazer a nossa casa e sei que daí irão advir muitas despesas extras com as quais, provavelmente, não estamos a contar. Assim, sabendo que vem aí um par de anos bastante dispendiosos (coisa que tanto me assusta ao construir uma casa) sei que tenho de poupar no máximo de coisas possíveis. Há apenas uma coisa de que não quero abdicar, que a alguns poderá parecer bastante fútil, umas férias, considero-as essenciais à minha sanidade mental e até considero que é importante contar já com essa despesa para fazer orçamentos futuros. No entanto, há outras coisas nas quais não me importo minimamente de poupar ou que até, aos meus olhos, são menos essenciais, nomeadamente:

      - Poupar nas idas a jantar fora, nunca me tinha apercebido do quanto gastamos ao longo de um ano em ir jantar fora, mas no final das contas de 2019 apercebi-me que ainda é um valor considerável. É verdade que não é muito comum irmos os dois jantar fora, mas no meio das jantaradas com os meus amigos, com os amigos dele o orçamento utilizado em 2019 para essa fatia das despesas assustou-me! Uma das coisas em que 2020 quero poupar é nas idas a jantar fora, take-way não é algo a que recorremos com frequência, mas as jantaradas com estes e com aqueles levaram-nos um bom valor do orçamento. Em 2020, as coisas serão diferentes!

      - Poupar nas despesas de roupa e calçado, durante o ano de 2018 fomos demasiado contidos ao comprar este tipo de produtos, o que fez em que 2019 o orçamento desta área triplicasse! Como no ano passado conseguimos ir substituindo a roupa necessária e como acabamos por encher mais o armário, com calçado e roupa de melhor qualidade (coisa que também se paga mais caro), espero que este ano a roupa não tenha uma fatia tão grande nas nossas despesas. Afinal, espero que o facto de ter investido em qualidade me leve a ter de substituir menos peças de roupa.

      - Poupar em médicos e farmácia, apesar de não ter começado 2020 da melhor maneira (já fui ao médico e já fui duas vezes à farmácia), espero este ano ao ter melhorado a minha alimentação, ao tentar diminuir alguns factores de stress na minha vida (como foram os estudos no ano passado) e até a ter começado a praticar exercício físico, considero que os valores gastos em saúde sejam menos dispendiosos ao longo de 2020. Aliás, este ano até na prevenção apostei ao tomar a vacina da gripe e ao tomar vitaminas, por isso no fim de 2020 espero dizer que as minhas despesas com médicos e farmácia diminuiu drasticamente!

    Há noutras coisas que adoraria conseguir diminuir o orçamento, mas são coisas demasiado incertas, como por exemplo no combustível, no mecânico e no supermercado. Para tais contas diminuírem o seu valor seriam necessárias algumas alterações na nossa vida profissional, nomeadamente, trabalhar mais perto, como me parece que tal facto está longe de acontecer, volto a definir objectivos que estão inteiramente e exclusivamente dependentes de mim (e da boa sorte!).

        Ao falar aqui destas coisas, até parece que em 2019 não poupei em nada, o que não é verdade. Conseguimos poupar ainda algum dinheiro que nos permite começar a avançar com as coisas para a construção da nossa casa, o que faz com que algumas das nossas técnicas de poupança sejam para manter em 2020, nomeadamente:

        - Continente Online, parece que não mas pagar a anuidade de entrega das compras do Continente Online permitiu poupar algum dinheiro, porquê? Porque quase tudo o que compramos para casa está em promoção, sejam detergentes, mercearias ou outros afins. Começou a ser mais fácil verificar as verdadeiras promoções das supostas promoções e ainda conseguimos poupar dinheiro em deslocações e tempo.

      - Registar todas as despesas, eu fui muito certinha ao longo deste ano, Ele nem tanto. O que não nos dá uma informação fidedigna sobre as nossas despesas no final de 2019, no entanto esta é uma daquelas técnicas que temos de manter em 2020, para ver como andam os pontos de situação dos nossos orçamentos.

Estas foram sem dúvida aqueles dois aspectos que mais me ajudaram ao longo de 2019 a manter as minhas finanças debaixo de olho. Quero preservá-las para 2020, mas quero realmente cortar alguns custos, de modo a conseguir poupar mais e melhor ao longo de 2020. Têm mais sugestões para poupanças?

06
Jan20

Carry On (10/12)

       Já li todos os livros da Rainbow Rowell e adorei todos eles, com excepção deste. Quando comprei este livro, comprei-o com a esperança de ler algo leve, juvenil e que aconchegasse o coração, tal como tantas vezes aconteceu nos livros da Rainbow Rowell. Sempre a vi como uma autora carinhosa, que tem a capacidade de nos fazer viajar no tempo e de nos sentirmos adolescentes novamente. Normalmente, li os seus livros após livros de leitura mais difícil ou complexa, após livros chocantes ou violentos. Li sempre os seus livros com o intuito de fazer uma pausa, uma espécie de reset para voltar a pegar em livros mais complicados. E ao pegar em Carry On tinha exactamente a mesma vontade, ler algo levezinho, simples e que me aconchegasse o coração. Contudo, tal não aconteceu, nem de perto.

        Simon Snow, a personagem principal deste livro, fez já parte do mundo imaginário de uma das principais personagens de Fangirl, um livro também da autora. E nesse livro achei gira a ligação, achei bastante criativa e actualizada a temática do livro, o que não esperava é que o livro viesse a estragar a imagem que tinha do livro anterior. Carry On é uma espécie de Twilight misturado com Harry Potter, mas sem a qualidade e a essência de qualquer um dos outros livros. A partir do momento em que me apercebi da confusão do livro, da mistura de mundos imaginativos e de personagens que fiquei bastante desiludida. Além disso, a personagem principal é extremamente irritante e um tanto ou quanto arrogante, algo que não vai ao encontro dos meus gostos. Este foi sem dúvida um dos livros que mais me desiludiu em 2019. Este será um daqueles livros que ficará eternamente na estante. Vá, Rainbow Rowell, lança lá agora um bom livro, daqueles à tua maneira.

 

 

30
Dez19

Vai te embora 2019!

       

(Imagem retirada daqui)

         2018 terminou com a promessa de que o próximo ano ia ser um excelente ano. A realidade? Uma totalmente diferente e ao rever no blog o meu ano de 2019, sinto que o ano se foi desmoronando desde o início. Começou com o cansaço, as doenças, as constantes idas aos médicos, mais de uma semana de baixa e a partir desse momento as peças da minha vida foram ruindo uma a uma. É claro que existiram coisas boas, mas sinceramente, em pleno Dezembro, ainda não consigo sorrir ao ano de 2019, apenas o quero ver pelas costas. Em muitos momentos senti que o ano se assemelhava a 2015 ou pelo menos os sentimentos que trazia em mim, desilusão, cansaço, falta de esperança e uma apatia que me assoberbou durante algum tempo.  Os problemas foram surgindo em bola de neve, profissionais, pessoais e familiares, uns atrás dos outros sem darem tempo para respirar. Senti que o que tinha idealizado para o meu primeiro ano de casada estava longe de se concretizar e vi a minha tranquilidade dissipar-se. Senti-me em baixo, com ataques de choro como não tinha desde 2015, senti-me incompreendida e senti que não conseguia compreender certas situações. Ainda hoje sinto que não soube lidar com algumas situações e que continuo sem saber. Senti a paciência esgotar-se e a ter de erguer a minha muralha de autodefesa. Senti que tive de ser dura, mesmo sem entenderem o porquê e sinto que não vi a humildade em alguém que sinto que deveria ver. Caramba, 2019 foi uma m****! Ao ler o blog não encontrei um único post que fosse genuinamente feliz, poderia estar a incentivar a minha própria tranquilidade, a minha própria necessidade de manter a esperança, mas sabia que os sentimentos daquele momento não eram os que escrevia, apenas me tentava recordar das estratégias para os alcançar. Reli posts em que sei que a tentativa de tentar manter-me positiva acabaram por sair furadas e até sei que houve alguns deles em que deixei a minha mágoa sair sem a conseguir descrever tal como queria. Mas não posso e sinto que ainda estou um bocadinho presa a esses sentimentos que 2019 me fez sentir. Quero desligá-los, quero apagá-los, mas sinto que ainda não os consegui superar. Espero que a estabilidade que tenho sentido nos últimos dias o permita, mas para já ainda me sinto demasiado magoada com tudo o que aconteceu ao longo deste ano. O meu balanço sobre 2019 é claramente negativo.

         Mas quero desprender-me deste negativismo que senti ao longo de 2019, desta sensação de injustiça e de que merecia mais e para isso necessito de me lembrar de todas as coisas boas que senti. Senti um amor infinito dos meus irmãos e pais. Na altura que mais precisava a minha mãe voltou a ser o meu porto de abrigo, a minha confidente. Realizei algumas experiências que nunca tinha tido, fomos ver o Cirque du Soleil. Fomos ao Brunch Villa em família. Fui ver o concerto dos Ornatos Violeta com os meus irmãos. Terminei a minha pós-graduação com sucesso. Tive as férias de verão que tanto desejava e necessitava. Aproveitei o mais possível a nossa casinha. Cozinhei mais e fiz novas receitas. Reforcei amizades e criei novas. Tive o jantar da passarada que tanto me acalentou o coração. E senti-me realizada com aquilo que faço, que apesar de todos os problemas, continua a ser a minha profissão de eleição. Amor, também senti muito amor d'Ele, apesar de terem existido fases muito difíceis, sei que este nosso amor se reforçou e a verdade é que se sobrevivemos a este ano, acredito que sobreviveremos a todos os outros. Existiram sorrisos, gargalhadas e até muitos momentos de brincadeira. Mas a verdade é que 2019 foi um ano intenso que pouca saudade me deixará. Só espero que 2020 seja um ano mais calmo em todos os aspectos!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec