Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

05
Jul18

Receios de uma noiva II

(Imagem retirada daqui)

 

       A uma semana do meu casamento não estou nervosa, nem um bocadinho. Estou apenas com uma gestão de tempo bastante apertada para terminar os últimos pormenores do casamento. Falta limar os meus votos, falta terminar os cones, ir buscar o vestido, terminar a decoração para a quinta, enfim, uma quantidade de pequenas coisas para o grande dia, mas que abdicam de muito do meu tempo. No entanto, e apesar deste corre-corre, tenho conseguido manter-me calma. Esta semana obriguei-me a deitar um dia mais cedo, pois senti que o cansaço já estava a prejudicar o meu desempenho no trabalho e nos preparativos e essa coisa, mesmo com apenas mais meia hora de sono, foi regeneradora. Enchi um bocadinho as baterias, mas a verdade é que neste momento só tenho na minha cabeça as coisas que ainda preciso de fazer. Mas receios? Os que tinha há algum tempo começaram a dissipar-se, agora parecem-me coisas banais que se acontecerem terei de lidar com elas, mas há um que na última semana me tem preocupado, mesmo eu já tendo verificado mil vezes a lista de convidados: E se nos esquecemos de meter alguém nas mesas?

       As mesas já estão feitas e ontem terminei os marcadores de mesa e mesmo tendo verificado tudo mais que uma vez, eu e Ele estamos com o ridículo receio de nos termos esquecido de alguém. Eu sei, é absurdo, mas não sei como o insconciente criou este receio. E se vai alguém que nos esquecemos de apontar? E se nos esquecemos de meter alguém das mesas? Este receio sem fundamento tem-nos atormendado todas as vezes em que falamos de convidados. São tantos que temos medo de nos perder nas contas, de nos perder a gerir tanta gente (já disse que temos famílias enormes? Vá, mais eu que Ele...). Este é o único receio que tenho a uma semana do grande dia. Não estou preocupada com os pormenores, nem sequer estou muito preocupada com o tempo (apesar de ansiar por um dia de sol), mas o raio da lista infinita de convidados tem-nos atormendado a alma. Só espero no dia confirmar que este nosso receio vá para lém do ridículo e que não passava simplesmente disso, de um receio absolutamente ridículo. Serei eu a única noiva com este receio?

22
Jun18

Oh a surpresa!

(Imagem retirada daqui)

 

    Surpresa, surpresa é receberes uma pequena amostra da tua sessão de solteiros e nem te identificares nas fotografias de tão bonitas que estão. Eu e Ele que não temos o mínimo jeito para fotografias, Ele que fica de olhos fechados e eu que não tenho paciência para a coisa, parecemos profissionais naquelas fotografias. Ficaram tãoooo lindas! Mas que surpresa tão boa

21
Jun18

E como te sentes Just?

(Imagem retirada daqui)

 

               A 21 dias do casamento como te sentes Just? Já começa o nervosismo?

       É o que mais me têm perguntado nos últimos dias e sinceramente sinto-me calma, extremamente cansada, mas calma. O tempo, nas últimas duas semanas, parece ter reduzido drasticamente. Aparentemente o dia deixou de ter 24h e passou apenas a ter 12h. Esta é a sensação que tenho. Mas se estou nervosa, se estou ansiosa ou algo do género? Não, nem por isso, apenas cansada. Esta semana não temos tido o mínimo descanso. Tenho passado as minhas noites sentadas no novo sofá a terminar os marcadores de mesa (e não querida mãe, não vou para a minha casa ler os livros que chegaram recentemente pelo correio!), já vos disse que tenho sido eu a fazer todo os aspecto gráfico do casamento? Todos os detalhes têm sido feitos pelas nossas mãos, os convites, os marcadores de mesa, os cones e tenho ficado imensamente orgulhosa com os resultados. Além de passar as noites a tratar desses detalhes do casamento, temos tratado das mesas, dos últimos pormenores e prolongado as nossas noites mais do que seria esperado, isso e reuniões não têm faltado. Sinto-me tranquila relativamente ao casamento, mas sinto-me ansiosa para que passe apenas para descansar.

      Começo a ver o casamento a ganhar forma (apesar de nos faltar preparar a cerimónia) e a única coisa que me traz ansiedade é o número abusivo de convidados (juro que tentamos reduzir o máximo possível), os beijinhos e abraços que me chegarão para os próximos 100 anos e ainda os percalços financeiros que tivemos nos últimos tempos (nem tudo poderia correr bem, certo?). São apenas estes três aspectos que me tiram um bocadinho do equilíbrio. A última vez que experimentei o vestido, que já deve estar finalizado este sábado, senti-me uma noiva e por estranho que parecesse, apesar do vestido ter tudo a haver comigo, aquela que estava no espelho não parecia ser eu. Talvez seja por ainda tudo me parecer um bocadinho surreal, talvez por ainda ter a sensação de que tudo é um conto de fadas e de que está apenas a acontecer nos meus sonhos, por vezes tento trazer-me à realidade e parece que apenas os 'ses' da vida o são capazes de fazer.

        Mas como me sinto realmente? Feliz, mesmo com os problemas e com os percalços, mesmo com o cansaço e com esta sensação de surrealidade, sinto-me feliz. Feliz é realmente o termo certo, sem ansiedades, sem nervosismos, apenas feliz. E acho que é assim que uma noiva deve estar, por isso devo estar no caminho certo.

 

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal