Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

12
Abr18

O manual de quem trabalha em obras

(Imagem retirada daqui)

 

       Tenho no meu pensamento que existe por aí um manual de comportamentos e frases clichés que são utilizados por empreiteiros, picheleiros, carpinteiros e todos aqueles que trabalham na área da construção. Acredito que quando façam a formação com baldes de cimento e tinta lhes sejam incutidas determinadas frases a serem aplicadas aos seus clientes preocupados, assim como acredito piamente que existe um módulo de 'gerir o tempo com o seu cliente'. Só assim explica o comportamento, as frases e as atitudes de todas as pessoas com que tenho trabalhado nas pequenas obras lá de casa (imaginem se fossem grandes). As obras deveriam ter tido início dia 1 de Março, primeiro foi o tempo e o empreiteiro a adiar gradualmente, depois foi porque afinal estavam a terminar uma obra noutro sítio, sendo assim as obras começaram já a meio do mês. Após o início das obras datas e dias para estarem presentes são coisas que lhes falta no vocabulário. Depois de uma semana sem janelas e porta, ainda por cima com o bom tempo que estava, lá o senhor da caixilharia deu o seu ar de boa graça e colocou todas as janelas e portas. Seria de pensar que o senhor no dia seguinte, ou pelo menos logo no início da semana seguinte começasse a colocar os estores, óbvio que eu simplesmente estava a ser ignorante. Esta semana decidi ligar-lhe, já a ficar irritada porque a maioria do trabalho de trolha está dependente do bom tempo e da colocação dos estores (já para não falar do picheleiro/electricista) liguei para o senhor em que recorre à famosa frase:

       - Durante a semana vamos lá colocar os estores. - Ora bem, uma semana tem 7 dias, sendo que 6 deles eles trabalham.

       - Sim, mas dê-me uma data, preciso de chamar o carpinteiro e não vou dizer para aparecer em qualquer dia.

       - Mas tenho mesmo de dar um dia? - Esta gente sofre horrores em ter de dar datas, não percebo porquê!

       - Claro! Preciso de dizer ao homem para aparecer lá. Sexta-feira o carpinteiro pode ir trabalhar?

       - Ai menina, se calhar sexta-feira ainda não tivemos tempo de colocar tudo! Peça para ele ir na segunda que até ao final da semana nós colocamos os estores. - Arrancar datas a responsáveis por obras é algo semelhante a arrancar dentes. É preciso insistir, voltar a insistir e demonstrar um tom irritado para que finalmente tomem uma atitude! A conversa com o carpinteiro em nada foi diferente da anterior, tirando que não consegui retirar ao homem um dia para fazer os trabalhos 'quando terminar o que estou a fazer venho logo para aqui', o que em bom português pode significar um dia ou um mês. Já para não falar do picheleiro que adora fazer aparições relâmpago lá por casa e que quando contactado apenas diz 'Ah! Isso? Isso faz-se rápido, eu depois passo por aí!'. O depois significa três dias depois ou uma semana...

       Não entendo a necessidade de mentirem ou omitirem a verdade, depois do trabalho dado não lhos vou retirar e até não me chateia que atrasem um pouco ou que adiem, o que me deixa com uma irritação tremenda é o facto de não serem sinceros e de não dizerem datas. As duas semanas programadas para as obras já vão em pouco mais de um mês e sinceramente ainda não lhes vejo fim à vista, por muito poucas tarefas que faltem. Daí eu dizer que estas regras de pessoas que trabalham nas obras deve ser uma espécie de Bíblia para todos eles, pois todos, mesmo trabalhando de forma independente e nem se conhecendo, TODOS têm o mesmo palavreado, todos têm as mesmas desculpas e as mesmas conversas.

        Haja paciência!

 

 

26 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal