Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

09
Out18

Laços que se quebram

(Imagem retirada daqui)

 

       Desde o dia do meu casamento que me sinto uma das pessoas mais felizardas do mundo no que toca a amigos. Eu sabia que estava rodeada de pessoas que me queriam bem. Eu tinha a certeza que tinha na minha vida pessoas que me faziam feliz, mas naquele dia tudo pareceu cair em mim de uma forma diferente, com uma consistência mais forte, com uma veracidade ainda mais persistente. No dia do casamento, quando estava sentada à mesa ao lado d'Ele as palavras fugiram-me da boca ao ver uma sala cheia de gente todos os que aqui estão, estão por nossa causa, estão porque nos querem bem. Nunca antes tinha tido esta sensação tão forte de união e carinho, talvez porque nunca tivesse juntado todos os amigos e familiares num só espaço, talvez por os amigos andarem espalhados por aí ou simplesmente porque os horários contraditórios, mas naquele dia não. Naquele dia, no nosso dia, estavam todos lá e caiu-me a ficha de como tenho tanta gente que me quer bem. Amigos de todos os contextos, de todas as idades, mas amigos daqueles que me ajudam a levantar quando caio. Amigos daqueles que estão sempre disponíveis, nem que seja para carregar uma caixa ou comprar-me um bilhete. Amigos que fizeram quilómetros e quilómetros de distãncia para partilharem a minha felicidade. Amigos que deixaram tanta coisa para poderem estar presentes no nosso dia. Amigos daqueles que tenho a certeza que ficarão para a vida. Ou pelo menos quase todos.

       Se naquele dia tive consciência das pessoas que estão na minha vida, hoje reflecti sobre os que já ficaram pelo caminho. Amigos que pensava que estariam ao meu lado para a vida toda. Amigos que imaginava até sermos velhinhos ou até amigos que deixaram de fazer sacrifícios para estar ao meu lado. Hoje tenho consciência de que deixei muitos deles pelo caminho, laços que um dia considerei fortes acabaram por se quebrar, fosse pela tempestade ou por um simples raio. Ou até mesmo simplesmente pela vida. Consigo contá-los pelos dedos das mãos, aqueles que imaginei que fossem para sempre, mas que acabaram por ficar pelo caminho. Lembro-me de todos eles, alguns com mais regularidade do que outros, mas dificilmente me sairão da memória. Uns deixaram-me questões para as quais nunca mais obterei respostas, outros partiram porque a vida assim o ditou, no entanto se aprendi algo naquele dia foi a agradecer quem tenho na minha vida.

      O dia do nosso casamento foi uma das maiores provas de amizade que já tive. Os sorrisos nas suas faces, a alegria partilhada com a nossa felicidade e tudo em nome da amizade. Tenho pena daqueles que um dia pensei que partilhariam comigo aquele momento, fiquei triste por aqueles que um dia tinha imaginado estarem presentes e que não estiveram,mas aprendi que o mais importante é valorizar quem está ao nosso lado e os outros? Bem, os outros que continuem o seu caminho, que eu? Eu continuarei o meu.

10 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal