Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

01
Ago18

Finalmente demos o nó! Parte II

        Como muitas vezes partilhei aqui, festejar o casamento numa quinta nunca foi o meu sonho. Queria algo mais familiar, menos formal, queria a espécie de um piquenique, Ele não. Ele queria a festa, o fogo de artifício, o bolo e o bailarico e lá tive de ceder. Cedi até por causa de orçamentos e disponibilidade de local, porque um casamento alternativo realmente não encaixava na nossa carteira. Então lá escolhemos a quinta que se encaixava nas nossas medidas, um bom orçamento, uma boa comida e uma boa localização.

37984123_2310834605598525_1133440598104080384_n.jp      

        Após a cerimónia da igreja dirigimo-nos para a quinta e aqui realmente começaram os festejos da nossa festa. Uma festa super animada, cheia de boa disposição e de miúdos a correrem de um lado para o outro. No entanto, se a cerimónia já tinha dado a sensação de passar em alguns minutos, a festa na quinta pareceu escapar-se por entre os nossos dedos. Juro que olhando para trás ainda não sei bem para onde o tempo foi! A quinta estava absolutamente maravilhosa, todos os pormenores que tínhamos pedido estavam lá enquadrados, as fotografias dos nossos pais e avós, as nossas Instax para o livro de honra e os nossos marcadores de mesa com fotografias da nossa infância. A quinta provou ser uma excelente escolha, não nos deixando preocupar com nada, vindo sempre pedir a nossa autorização para isto e aquilo e sempre com a flexibilidade que tínhamos pedido de horários. Não só a equipa foi fantástica connosco como com os nossos convidados que adoraram a nossa escolha.

38036921_2310835085598477_6188751370468720640_n.jp

      Com Ele já mais relaxado, depois da cerimónia, a boa disposição manteve-se e aquele sorriso que nos caracterizou naquele dia não se perdeu nem por um segundo. Adorei ver as pessoas que nos eram mais queridas a sorrirem, a partilharem conversas divertidas e cheias de vida. Nos poucos momentos que tive oportunidade, adorei observar toda aquela gente que ali estava por nós a divertir-se. É tão boa a sensação de saber que os outros também estão a aproveitar o momento! Os sapatos não duraram muito nos pés, a meio da sessão fotográfica cansei-me deles e calcei as All Stars azuis que tanto conforto me trouxeram. Divertimo-nos imenso, nas fotografias, nos bailaricos e na entrada no salão com a música 'Happy' de Farrell. O ambiente estava tão bom que era impossível não estar feliz. Os miúdos deliraram com os insufláveis e sempre que procurava os meus sobrinhos tinham-se escapado para o meio das babysitters. 

37989586_2310834925598493_4860878848415236096_n.jp

        Se há noivos que se queixam que não comeram no dia do casamento, nós não fomos um deles. Sentamo-nos na mesa presidencial a cada prato e comemos como qualquer convidado. Saboreamos a comida que tão elogiada foi por todos os convidados e ainda tivemos a oportunidade de descansar um nadinha naquele dia tão feliz, mas tão cansativo. Ao longo do dia tentamos falar com toda a gente, saber como estavam, agradecer a presença, mas fiquei com a sensação que podia ter feito mais, que podia ter estado ainda mais com as pessoas. Sei que seria temporalmente impossível, mas foi a sensação com que fiquei, todos nos dizem que é normal, mas gostava de ter dançado mais com os meus sobrinhos, ter estado mais tempo com a amiga que veio de tão longe e brincado com os amigos que nos acompanham no dia-a-dia. Hoje sei que seria muito difícil de tal coisa acontecer, ainda assim é neste argumento onde reside um bocadinho do meu 'pesar' quanto a este dia. De resto tudo foi maravilhoso.

38001548_2310834642265188_109207390406049792_n.jpg

       A abertura do baile, com a dança coreografada que Ele tanto queria correu lindamente, não fosse eu ter tropeçado um bocadinho no vestido. Todos ficaram admirados com a nossa boa disposição e com o nosso à-vontade naquele dia (até eu mesma fiquei!). O maior elogio que poderíamos ter recebido foi dizerem-nos que estávamos nós próprios, que estávamos felizes e que isso era mais que notável. Era isso o que mais desejava para este dia, ser eu mesma, fazer com que Ele relaxa-se e aproveitarmos ao máximo o dia que passa tão rápido. Sem dúvida que este desejo se concretizou, agora olho para trás e vejo que nunca tinha estado tão feliz, que não tive a mínima preocupação e que o sorriso me acompanhou ao longo de todo o dia. O baile foi animado, o animador diz que pouco trabalho teve porque os convidados por si só já faziam a festa toda. A quinta elogiou a nossa boa disposição e tranquilidade. E os convidados elogiaram tudo, a emoção sentida na cerimónia, a beleza da quinta, a sensibilidade e escolha dos pormenores realizados pelas nossas mãos e até a nossa felicidade. Que eu saiba, ainda ninguém disse nada de negativo quanto ao dia (tirando o facto de eu ter-me enganado no apelido de um dos meus amigos mais próximos, ups!). Reunir amigos de todos os contextos encheu-me o coração de felicidade e apenas por isso fiquei extremamente grata. 

38026285_2310834212265231_9141316806923780096_n.jp

          A noite prolongou-se, os pés começaram a ressentir-se, mas não me impediram de mais uns passos de dança aqui e ali. O bouquêt foi atirado já de noite, no jardim e com um tempo de verão que nos surpreendeu no entardecer. O vídeo dos fotógrafos com a nossa sessão fotográfica de solteiros e algumas imagens do dia foi passado também no jardim, ao ar livre e num momento mais calmo. O vídeo encantou toda a gente, todos os que nele participavam e os fotógrafos tiveram o fantástico poder de o fazer à nossa imagem, fofinho e ao mesmo tempo divertido, tal como nós. O vídeo surpreendeu todos os presentes, inclusive nós, que adoramos. Lembram-se de ter dito que os fotógrafos foi a decisão mais difícil que tomamos e a que mais fugimos de orçamento? Ainda bem! Estou completamente apaixonada pelas poucas fotografias que já possuímos e pelo vídeo (o meu sobrinho até o vê como sendo a história antes de ir deitar). Foram fantásticos, não só deixaram toda a gente à vontade, como obtiveram imagens fantásticas! Já disse que estou apaixonada pelas nossas fotografias?

      O dia passou num instante, como todos me tinham avisado, mas foi surpreendentemente bom. Não existiu o constrangimento que tanto receava de ser o centro das atenções, talvez por estar tão concentrada na minha própria felicidade que tudo me parecia passar ao lado. Todos os pormenores ficaram como eu desejava e até o receio de ver as fotografias desapareceu no momento em que vi aquele vídeo. Ele conseguiu relaxar e divertir-se, algo que tanto queria que acontecesse e a melhor parte? Casei-me com o meu melhor amigo. A nossa vida a dois começou e a família aumentou. Estou grata por tudo o que aconteceu naquele dia, por todos os sorrisos, por todos os abraços e todo o amor que senti. Eu e Ele demos finalmente o nó e a aventura das nossas vidas apenas acabou de começar!

 

P.S.: As fotografias são da autoria de uma grande amiga que se deu ao trabalho de capturar para vocês algumas imagens da decoração da quinta e a quem agradeço do coração. Infelizmente, em momento algum me lembrei de tirar uma fotografia de costas para poderem ver o meu vestido, mas tudo o que posso tenho partilhado aos pouquinhos aqui ou no Instagram e Facebook do blog.

12 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal