Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

10
Jul18

Coisas de Patrões

(Imagem retirada daqui)

 

      Estou no mercado do trabalho vai já para cinco anos. Já tinha trabalhado antes, mas em trabalhos de verão e nunca tinha compreendido bem a dinâmica entre patrão e empregados. Nos últimos anos aprendi umas quantas coisas sobre a realidade do mercado do trabalho e sobre a mentalidade antiga dos nossos patrões, mesmo eles não sendo as pessoas com mais idade que conhecemos. Os patrões, não digo todos, mas a maioria com que me cruzei, sofrem todos dos mesmos problemas com os empregados, seja em que área for. Pelo menos existiram frases que se tornaram recorrentes, frases, comportamentos e até mesmo não tendo sido explicitas, houve momentos em que foi bastante fácil de as identificar, nomeadamente:

 

      - Tirar férias? Isso é só para os preguiçosos! - Não compreendo o problema dos patrões com as férias. Um trabalhador descansado é um trabalhador mais atento, mais motivado e com mais energia, mas o conceito que os patrões têm é que quem tira férias é porque não quer trabalhar. 

 

      - Um minuto de atraso é um escândalo, sair dois minutos depois da hora de sair é o cúmulo da preguiça! - Esta nem é necessário comentar, acreditem que já vi das coisas mais ridículas e um minuto não é exagero, é realidade.

 

       - Ficar doente? És uma fraquinha, passas a vida doente! - Um bom trabalhador não pode ficar doente, e meter baixa? Um escândalo! A doença é só para os fracos.

 

      - São todos uns preguiçosos! - Esta é a mais recorrente, por onde passei ouvi sempre este género de comentários, nunca dirigidos a mim, mas a pessoas que não o mereciam. Os patrões acham sempre que o trabalhador não dá o seu melhor, mas a verdade? A verdade é que 90% das vezes nunca passaram pelo lugar de trabalhador.

 

       - São todos uma cambada de burros! Eu sou o único que percebe alguma coisa de jeito! - É necessário comentar esta? Por muitas barbaridades que um patrão diga, tem sempre razão, nós somos simplesmente os incompetentes a quem ele faz o favor de pagar um salário.

 

        - Bem que me devias agradecer o emprego que tens, mesmo ganhando o salário mínimo! - Porque se não fosses tu era qualquer outro e olha que tens muita sorte de te dar emprego!

 

       - Elogios? Reforço positivo? Isso é coisa de mariquinhas! - As únicas pessoas que alguma vez disseram bem do meu trabalho foram as que trabalharam comigo, os pacientes, os colegas, nada mais.

 

       - Tens assuntos pessoais a tratar? Impossível, não podes ter uma vida para além da tua função aqui! - Isso e temos de estar sempre de pernas abertas para as alterações de horários, de posições e afins... Porque no fundo, não tens uma vida para além do trabalho.

 

     Terei sido só eu a ter o azar de neste últimos cinco anos me ter cruzado com tais patrões? Eu sei que algures por aí existem patrões fantásticos, patrões que compreendem o que é ser trabalhador, simplesmente porque algum dia terão passado por esse lugar, mas não os tenho conseguido encontrar. Tenho tido o azar de ter más experiências, tenho tido o azar de me cruzar com pessoas com má índole e que pensam que os trabalhadores são apenas coisas. Estes foram comentários que ouvi ao longo dos últimos cinco anos, alguns continuo a ouvir, outros nem tanto, mas a verdade é que sonho com o dia em que me cruze com um patrão que é simplesmente humano e não uma espécie de Deus todo poderoso.

19 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal