Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

21
Ago18

As livrarias irão desaparecer?

(Imagem retirada daqui)

 

      Quem por aqui passa já deve ter percebido que sou uma amante de livros. Adoro ler, adoro vê-los na minha estante e tenho sempre um na mesa de centro da minha casa, não vá a qualquer momento ter cinco minutos para ler algumas páginas. Sou uma grande adepta das compras online e em promoções e os meus últimos livros têm sido assim adquiridos, através do OLX, de promoções da Wook ou noutra grande livraria online. Do conforto do meu lar acabo por mandar vir os livros que ando desejosa por ler, comprar os livros fisicamente tem sido uma raridade (já nem me lembro do último em que o fiz), se tal coisa acontece é em alguma ida à Fnac, ao Continente ou até à Feira do Livro (essa é que já não falho!). Ir a uma livraria tradicional deixou de ser há alguns anos um hábito. Se dantes, quando era pequena e ainda nem à idade adulta tinha chegado, dava por mim a ir a livrarias com os meus irmãos ou pais, neste momento não me lembro da última vez que o fiz. Talvez na Rua das Flores, numa época em que ainda não era uma rua muito bonita, nem muito agradável à vista nem à segurança de uma rapariga sozinha por ali andar. E foi ao ver esta notícia que me apercebi que as livrarias irão desaparecendo como as pequenas mercearias que viviam espalhadas pelas aldeias e cidades de Portugal.

       As pequenas e tradicionais livrarias da nossa infância começam agora a desaparecer do mundo real, passando a ser algo do imaginário das pessoas mais antigas. Umas ainda viraram cafés acompanhados com livros, mas outras não aguentaram e começaram a evaporar-se sem darmos bem pela coisa. E contra mim própria falo. As grandes livrarias das superfícies comerciais têm sempre os livros arrumados, têm sempre os livros bem organizados e com boas promoções, algo que não acontece nas livrarias mais tradicionais. Os livros estão amontoados uns em cima dos outros, por vezes nem uma organização têm e as promoções são poucas, apesar de às vezes se encontrarem verdadeiras relíquias. Mas se umas trazem vantagens, em si não contém a magia de uma loja a cheirar a livros, aquele cheirinho tão característico do mundo das páginas. De uma forma inconsciente o meu comportamento está auxiliar ao desaparecimento das livrarias. Eu, no conforto do meu lar, ao comprar os livros em segunda mão, mais baratos e até em promoção estou também a fazer com que as verdadeiras livrarias, aquelas que nos dão aquele cheirinho e a sensação de conforto deixem de existir. Inconscientemente, estou a auxiliar ao seu desaparecimento e hoje, ao aperceber-me disso, fiquei de coração partido. Talvez seja inevitável, é difícil voltar agora atrás neste meu hábito, visto ter-me trazido tantas poupanças e tantas vantagens, mas a verdade é que tenho que compreender que sou parte activa deste processo negativo. Se calhar, num futuro não ele muito longínquo, as livrarias comecem a ser verdadeiras raridades entre as lojas de roupa e as pequenas mercearias. Talvez vá ser difícil encontrar uma livraria dissociada de um café e até talvez o cheiro tão característico dos livros se vá desvanecendo das memórias das pessoas, mas há algo que sempre ficará e serão os livros. Pelo menos esses, não se irão perder no tempo, pois existirão sempre pessoas como eu, que não vão em tecnologias e modas e que gostam de se perder nas páginas dos livros.

13 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal