Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

26
Abr18

Arregaçar as mangas!

(Imagem retirada daqui)

 

      Há um ano passamos o dia de 25 de Abril a limpar o nosso terreno recém adquirido. Foi quando nos apercebemos que não tínhamos comprado um terreno, mas sim uma selva. No ano passado dei cabo das minhas costas, das minhas pernas e até as minhas mãos que ficaram numa desgraça, mas que com a ajuda dos amigos e da família demos um grande avanço na limpeza do terreno que um dia virá a albergar a nossa tão ansiada casa. Este ano, a pouco mais de dois meses do nosso casamento, passamos o dia de 25 de Abril numa situação um tanto ou quanto semelhante, mas em vez de motos-serras, máquinas de cortar erva e de ancinhos, passamos na companhia de aspiradores, limpa-vidros, lixívias e esfregões (eu sei, coisas muito pouco ecológicas, mas a verdade é me pareceu impossível usar outro tipo de produtos). Ontem decidimos começar a limpar a grande poeira da casa que nos dará abrigo durante o próximo par de anos. As obras ainda não estão terminadas, continua a falhar o picheleiro/electricista, mas neste momento o meu grande objectivo é o quarto e então aproveitamos o feriado para começar a limpar a casa, visto aqui a Just ao sábado trabalhar quase um horário laboral normal.

     Ontem, munidos de todos os apetrechos e mais alguns, arregaçamos as mangas e atiramo-nos à guerra.  Depois de uma parede ter ido a baixo, depois da mudança de chão, janelas, estores e portas a casa estava num verdadeiro caos. Não era possível ver nenhuma superfície limpa, além da sujidade dos vidros que tapava a vista lá para fora. Ele atirou-se ao pó e ao quarto, eu atirei-me à casa-de-banho de onde não saí durante a tarde toda. Sem aviso, sem estarmos a contar um casal de amigos passou lá por casa e atiraram-se às limpezas como nós. Pegaram em panos, em limpa-vidros em vassouras e aspiradores e começaram a limpar todos os vestígios de obras. Sem estarmos a contar, sem sequer imaginarmos que teríamos qualquer tipo de ajuda, aqueles dois 'anjinhos' surgiram-nos no caminho e ajudaram-nos a dar uma avanço enorme nas limpezas, principalmente a Ele que eu, volto a referir, não sai da casa-de-banho. Depois de umas quantas horas a tirar tinta dos azulejos, a limpar vidros (que continuam porquinhos como tudo), depois de limpar móveis e louças de casa de banho e o chão senti que a casa já tinha um outro ar. É verdade que está longe de ficar limpa, é verdade que hoje (benditos trolhas que hoje apareceram!) a casa vai ficar outra vez suja com as últimas pinturas, mas nada que se assemelhe ao estado em que estava ontem antes das limpezas. Ontem, já ao final do dia, com uma caixa de pizza no chão, sem mesas ou cadeiras, sentados no chão a comer e completamente cansadinhos senti-me como há muito não me sentia, realizada. Senti que aquela imagem de nós e os amigos sentados no chão, com a caixa de pizza, com a casa ainda vazia, mas com material espalhado era a imagem que tinha um dia idealizado na minha cabeça para um dia começar a minha nova vida. Sem saber como, sem saber bem porquê estava na minha mente idealizado aquele momento, como uma espécie de déjà vú, e isso fez-me sentir completa, realizada. A minha vida está finalmente a mudar.

       Espero ainda este fim-de-semana começar as mudanças para o quarto, voltar a dar uma limpeza à casa, mas a melhor sensação de todas é que a minha nova vida está prestes a começar (mesmo com os braços e as costas doridas de tanta limpeza!).

 

4 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal