Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

26
Mar15

Anna e o Beijo Francês (5/15), ah! E chocolate!

unnamed.jpg

(Imagem de Just Smile)

 

Neste dia do Chocolate (que nem sabia que existia) tive de lhe fazer justiça deliciando-me com um no pós-café. E haverá melhor dupla do que um livro e um chocolate? Hummm, talvez com um chá a acompanhar, mas dentro do carro e na hora de almoço não dá propriamente jeito, por isso contentei-me (mas que sacrifício!) só com isto.

Para aproveitar bem as horas de almoço e saborear o chocolate, terminei este livro que comecei a ler recentemente. Parece que segui o tipo de literatura de Eleanor & Park, leve, juvenil e cheia de amor (influenciados por hormonas e pela idade). As semelhanças no tipo de escrita são muitas, de fácil leitura, cheia de expressões de adolescentes e cheia de momentos cómicos. Apesar das histórias serem bastante diferentes, o contexto é exactamente o mesmo, o amor adolescente.

Gostei bastante do livro, talvez por isso o tenha devorado. As personagens são adoráveis e não há um único momento de monotonia. Há um desenrolar continuo da história e cheio de peripécias, naturais da adolescência. Anna e St Clair passam pela fase que quase todo o ser adolescente passa "Será que gosta de mim?", quando o óbvio está expresso em letras garrafais, mas é essa situação que transmite o encanto da história um livro adorável e que sabe bem ler, pois simplesmente lê-se de uma rajada.

Em certos momentos do livro sinto que voltei aos meus 17 anos, aquela incerteza de se gostar de alguém e desse alguém ser o melhor amigo. Noutros momentos, senti que lia sentimentos vivenciados pela primeira vez aos 23 anos, quando comecei a namorar com Ele. Resumindo, acho que um amor verdadeiro vive de momentos em que ambos parecem adolescentes, em que a forma como sentem e conhecem as novas emoções se assemelham a uma nova adolescência. Estranha conclusão que tiro com este livro, não é? A verdade é que depois de ler estes dois livros-me apercebo que pareço uma adolescente apaixonada, e a vontade de me manter assim é eterna. Não seremos então todos adolescente no que toca aos sentimentos do amor? Mas não é esta a conclusão do livro, e muito menos a sua moral, tendo apenas como final que o amor verdadeiro pode também surgir em tenra idade.

 

"Porque eu tinha razão. Por nós dois, a palavra casa não é um lugar. É uma pessoa. E, literalmente, estamos em casa."

(E aqui a Just aproveitou o livro para divagar, desculpem se tornei as coisas confusas :P)

20 comentários

Comentar post

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec