Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

14
Abr14

Aceitar ou não um emprego?

(Imagem retirada da Internet)

 

Bem, na semana passada estava sem saber o que fazer e alguns de vocês colocaram-me algumas questões que me fizeram ponderar sobre a decisão a tomar. Após uma entrevista de emprego bastante estranha, o meu pressentimento era que iria ser chamada para aquele trabalho, e a verdade é que não me enganei. Quem ouve a primeira parte da história pensa logo 'Fantástico! Ela conseguiu emprego.', mas sejamos sinceros como a ツ Maria (So_risoIncógnito) me disse no seu comentário, na altura de tomar uma decisão são inúmeras as considerações a serem tomadas. É necessário ver o horário de trabalho, a remuneração, os gastos que serão tidos e o tempo que sobra para outras obrigações e responsabilidades. Após a entrevista fiquei, primeiro em estado de choque, pois foi a entrevista mais estranha em que já tinha participado, e depois fiquei com mil e uma dúvidas na minha cabeça. Foi nesta altura que precisei de ajuda para conseguir organizar ideias e assim recorri a pessoas mais experientes na área, como os meus pais e a minha irmã. Ao expor todo o caso, e fazendo mil e uma contas, compreendi que estava a ser ridícula em sequer colocar em hipótese a escolha daquele emprego. Eu sei que queria a experiência, eu sei que já estou farta de estar em casa (apesar de só estar há pouco mais de dois meses) e que adoro trabalhar na minha área, mas e os meus valores pessoais? Então e o vencimento do trabalho que faço? Cheguei à conclusão que com aquele emprego teria praticamente de pagar para trabalhar, contas feitas sobrar-me-iam 23 euros por mês (isto se as contas fossem tão certas como as que calculei) e deixaria de ter vida pessoal, todos estes argumentos estão contras os meus valores morais e sociais e por isso abandonei a clínica anterior, então porque me iria meter numa nova alhada? 

Ao levantar a questão dos meus valores pessoais surge uma pergunta na minha cabeça, será que não estarei a levar os meus valores demasiado há risca? E aqui volto a ponderar na balança 'experiência' versus 'despesas/remuneração/trabalho'. Com a ajuda e o apoio das pessoas que me são mais próximas compreendi que não seria a melhor oportunidade de emprego (longe disso, trabalhar quase 60h por semana e ganhar pouco mais que o ordenado mínimo e ter quase o mesmo de despesas não dá para sobreviver), e que deveria valorizar o meu instinto quando me apercebi que de algo de errado ali estava. Acabei por dizer não, questionaram 'Então porquê doutora?', de forma muito educada disse que não era legal e que nem os custos cobriam e depois de desligar a chamada pensei 'Coitada da pessoa que aceitar tais condições...', pois apesar de serem terríveis sei que alguém acabará por não avaliar tudo aquilo que avaliei e encontrará ali uma boa oportunidade, mas apenas inicialmente.

Encontrar emprego não está fácil, mas tenho de compreender que na altura da decisão é preciso ponderar tudo, não me deixar levar pela vontade de trabalhar e esse é o meu conselho. Verifiquem tudo o que envolve trabalhar, tudo e mais alguma coisa que possam precisar, mas compreendam que um emprego envolve trabalho, mas para o fazermos bem temos de ter condições para tal.

No fim disto tudo penso que tomei a decisão certa, sinto-o dessa forma, mas tenho uma pontadinha de amargura por continuar a sentir-me estagnada. Há que esperar por melhores dias.

10 comentários

Comentar post

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec