Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

01
Set20

Feira do Livro do Porto em tempos de Covid-19

          Admito que este ano, eu que faço a minha ida à Feira do Livro uma tradição, fiquei na dúvida se o deveria fazer. Cá por casa temos sido bastante cautelosos, tentando evitar sítios com muita gente, poucas vezes fomos jantar fora (três desde março, talvez?) e compras não tem sido uma coisa que nos assiste. Acabamos por ir para a praia, caminhadas e espaços com menos gente e ao ar livre. Mas caramba, o Covid-19 já me tinha tirado a viagem de sonho a Itália e agora ia-me tirar a Feira do Livro? No way!

IMG_20200831_120505.jpg

        Como tenho vindo a comentar ao longo dos anos, opto sempre pelo primeiro fim-de-semana da feira para conseguir apanhar boas promoções e os melhores livros dos alfarrabistas. Fala-me a experiência que é a melhor altura para escolher livros em segunda mão, o que dá uma poupança enorme na carteira e uma felicidade enorme por encontrarmos determinados livros. Então no sábado ao final do dia lá fomos nós para os Jardins do Palácio de Cristal enquanto o sol se começava a pôr.

       Admito que já não estava no meio de tanta gente há imenso tempo, admito até que estava mais gente na Feira do Livro do que aquilo que estava habituada. Pela primeira vez nos últimos anos, para alguém que costuma ir sempre ao final do dia e no primeiro fim-de-semana da feira, fiquei surpreendida com tanta gente. Na entrada apenas nos indicaram para colocar a máscara (o novo adereço obrigatório para tudo que é sítio!) e circular pela direita, no entanto achei que havia pessoas a mais. É verdade que todas as bancas tinham desinfectante, é verdade que era ao ar livre, mas existiram duas coisas que me incomodaram: 1º as pessoas que se puseram em cima das outras para ver as bancas, que irritação! Gente, esperem pela vossa vez! Juro que me senti incomodada e ainda olhava para a pessoa para que se apercebesse do quão exagerava, mas não serviu de muito; 2º o facto de alguns vendedores não terem forma electrónica de pagamento, eu sei que há pessoas que ainda não sabem mexer muito bem com tecnologias, mas gostava de que os alfarrabistas tivessem pensado nessa hipótese, pois nesta altura evito ao máximo mexer em dinheiro. São coisas pequenas e que me incomodaram mais por estarmos em época de pandemia, mas realmente deixaram-me desconfortável.

IMG_20200831_120258.jpg

          Apesar dos 'ses' desta experiência acabei por me perder e comprar umas quantas pechinchas. Adoro, mas adoro mesmo ir à descoberta de novos autores e comprar verdadeiras pechinchas que depois se comprovam ser verdadeiras relíquias. Cada vez mais gosto de ir para a Feira do Livro sem qualquer tipo de ideia do que quero comprar, apenas ir vendo e adquirir aquilo que me soa mesmo bem. Este ano adquiri um bocadinho de tudo, acho que o romance levezinho ficou perdido algures pela feira (não encontrei nenhum que me chamasse à atenção) mas adquiri livros de autores conhecidos, alguns que já há algum tempo que queria conhecer e outros ainda que gostava de conhecer. Comprei quase todos os livros a 5€, com excepção do infantil e d'Os Médicos da Morte (pelo tamanho é compreensível o preço, mas realmente após verificar online estava realmente a bom preço), mas vim outra vez cheia de livros que são novidade para mim. Adoro esta sensação de descoberta e este ano a Feira permitiu-me isso mais uma vez.

IMG_20200831_120622.jpg

         Depois de uma caminhada por entre os livros e da sensação de termos estado no meio de demasiada gente, decidimos pedir um take-away na nossa hamburgueria preferida. Chegar a casa com livros novos para a estante e terminar o dia com uma comida deliciosa da Real Hamburgueria fez com que o fim-de-semana tivesse um sabor especial. Se foi um ano em que a Feira do Livro do Porto foi diferente? Foi, não parei tanto, não voltei a dar uma segunda ronda pelos livros, mas saí de lá bastante satisfeita com o que tinha adquirido e não podia ter terminado o meu serão de melhor forma. E vocês já foram espreitar as Feiras do Livro deste ano?

31
Ago20

Desafio para Setembro #30diasdegratidão

30 Days of Gratitude_ Journal Prompts to Get You S

           Gosto da sensação de recomeço que o mês de Setembro traz consigo. Gosto de perceber em que ponto da situação estou no meu ano, de reflectir sobre os meus objectivos e perceber o que posso mudar, transformar e até por aquilo que ainda posso lutar. Tenho Setembro como o mês da reflexão, da rotina, da transformação e por isso este ano decidi fazer um novo desafio. Há uns anos foi o desafio sem redes sociais, já fiz o #30diasminimalista e este ano queria voltar aos desafios de Setembro. São como uma espécie de lufada de ar fresco que nos obriga a concentrar em outras coisas para além daquilo que nos rodeia diariamente. Então este ano o desafio será sobre gratidão.

          Durante os próximos 30 dias terei de trabalhar a minha gratidão e lembrar-me que diariamente devo estar grata pelo que tenho. É tão importante relembrarmo-nos do que temos, em vez de nos focarmos naquilo que não temos. Vou esforçar-me por focar nas coisas boas, parece que às vezes esse botão se desliga em mim e por isso necessito de o reacender. Assim, durante os próximos dias irei partilhar com vocês no Instagram este desafio como #30diasdegratidão.

           Mais alguém quer alinhar? Começa já amanhã!

27
Ago20

5 Podcasts para Ouvir

       Nos últimos tenho-me dedicado a ouvir Podcasts enquanto trabalho, rendi-me a uma moda há muito em voga. Admito que inicialmente tudo me estranhou, mas agora estou a tornar-me fã deste novo tipo de aprendizagem, ouvir enquanto faço outras coisas mais leves. Não só consigo fazer duas coisas ao mesmo tempo, como vou aprendendo coisas novas, curiosidades e até crescendo enquanto pessoa. Então desde que regressei ao trabalho que me tenho dedicado ao mais variado tipo de podcasts, desde de auto-crescimento até a histórias criminais, mais diferentes não poderiam ser. Assim, decidi partilhar com você os meus cinco podcasts preferidos nos últimos tempos.

Café com Crime

        Café com Crime é o podcast de uma jornalista brasileira de uma forma leve e divertida conta os crimes mais hediondos do Brasil, desde do primeiro serial killer brasileiro até casos mais recentes. Gosto da forma divertida e simples como a jornalista conta estas histórias e nos faz viajar no tempo. São cerca de 40 minutos bem passados sobre os crimes mais estranhos que já ouviram falar.

Tubo de Ensaio

        Tubo de ensaio, normalmente não sigo a TSF, aliás, acho que nem a tenho sintonizada no meu rádio do carro, mas tanta gente falava deste programa que fui procurar pelos podcasts e não me arrependo nada. São 3-5 minutos bem passados e sempre com uma gargalhada. Os temas são da actualidade e fazem sempre rir, apesar de serem sempre assuntos bastante sérios. Vale muito a pena!

The Gratitude Diaries

          E na série de auto-crescimento comecei a ouvir The Gratitue Diaries este é o podcasts da autora do livro com o mesmo nome e tem a duração de 2-3 minutos. A autora do livro dá dicas diárias ou uma espécie de exercício para praticarmos a gratidão diariamente. A verdade é que às vezes nos esquecemos de o fazer e a autora dá dicas super simples para conseguirmos lembrarmo-nos do que é bom na vida diariamente.

          E na área das curiosidades comecei a ouvir o programa da Oprah em que fala das melhores entrevistas ao longo da sua carreira, falando das revelações dos seus convidados e como lidou com essas situações. Ao ouvir este podcast levantou-me a curiosidade e recorri muitas vezes ao Youtube para assistir a algumas das entrevistas e valeu bem a pena.

         E mais uma dentro do estilo de melhorar a qualidade de vida é ouvir The Minimalists, depois do documentário vale a pena ouvi-los. Relembra-me sempre do porquê de gostar tanto do minimalismo, do quanto é necessário para conseguir equilibrar a minha vida. São longas as conversas, quase 60 minutos, mas de longe a longe vale a pena ouvir.

 

          São cinco podcasts totalmente diferentes uns dos outros, gosto de variar, mas que todos me têm mantido entretida enquanto faço trabalhos aborrecidos, mas necessários. Têm alguma sugestão para mim?

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec