Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

01
Nov19

Desafio de escrita dos pássaros #8

Tema da semana: Escreve uma carta para a criança que foste

              Olá Just,

                         Caramba! Como é que já se passaram 28 anos e deixei de te ver algures no tempo? Tenho saudades dos tempos em que apenas brincavas com as bonecas e o jipe telecomandado. Continua a brincar às casinhas o tempo que poderes, pois quando deres por ela vais crescer sem te aperceberes. Gostava de te dar algumas dicas, até porque tempos difíceis se avizinham, mas sabes? Vais sobreviver a isso tudo e um dia vais tornar-te na pessoa que sempre quiseste ser, ou pelo menos, quase. Não dês importância às miúdas mázinhas da tua escola, não tentes ser como elas, faz o que gostas e afasta-te da negatividade delas, brincar com rapazes não tem problema e serão eles os teus melhores amigos. Não vivas os problemas dos adultos, eu sei que não é fácil, sei que acabarás por o fazer e por achares que também é responsabilidade tua arranjar uma solução, mas não é. Tenta ser apenas uma adolescente normal e esquece os problemas. Uma novidade? Infelizmente nunca chegaste a ter as notas desejadas para Medicina, mas sabes? É apenas um cheirinho do teu futuro que sei que te irá confortar o coração, virás a ser Terapeuta da Fala e vais adorar! Não esperes pela universidade para deixares de sofrer por antecipação, não te deixes cair no fundo para aprender isso, acredita no que te digo. Valoriza-se, esquece o que os outros dizem ou pensam de ti e faz o que vai ao encontro dos teus valores, daquilo que achas certo ou errado. Queres outra novidade? Aprendeste a viver sem remorsos e sem ‘ses’ e isso é tão bom! Vê se consegues começar a fazer isso antes dos 20, acredita que assim a vida irá tornar-se mais fácil e mais saborosa. Sei que daqui a poucos anos vais começar a contar os trocos, que tudo o que terás na carteira serão moedas pretas e que tens vergonha de dizer aos teus amigos que não podes ir ao cinema porque não tens dinheiro, mas sabes? Os verdadeiros, aqueles que ainda hoje fazem parte da tua vida (sim, porque ainda preservas amigos importantes da primária e do secundário) irão compreender perfeitamente se tu te deixares abrir com eles. Não carregues o peso do mundo aos teus ombros, respira e aproveita a tua infância, sei que não é fácil. Sei até que ela acabou cedo de mais, mas sorri porque garanto-te que o futuro não é aquilo que idealizaste, mas é mesmo muito bom!

                              P.S.: Encontraste o amor da tua vida e não foi à primeira tentativa, mas não te preocupes que a felicidade surge!

31
Out19

E vem aí Novembro!

(Imagem retirada daqui)

          Outubro foi um mês ambiguo. Outubro foi um mês cheio de trabalho e actividades que me fizeram sair da rotina, foi a palestra dada para os pais, uma actividade feita para o dia mundial de combate ao bullying e para acrescentar a terrível época de relatórios e contactos telefónicos com encarregados de educação. Outubro foi realmente um mês bastante exigente a nível profissional, deixando-me com algumas preocupações na cabeça (principalmente para alguém que odeia fazer as coisas em cima do joelho). Contudo, Outubro foi mês de dar atenção ao meu corpo, de festejar aniversários das minhas pessoas preferidas e até de festejar o Halloween com a Associação. Outubro foi definitivamente um mês cansativo, com chuva à mistura e com uma vontade enorme de ficar no sofá, mas que me obrigou a mexer o rabo e a desenrascar-me. Quanto a objectivos, Outubro não foi o melhor mês, mas fez-me aperceber de muita coisa.

        - Ler pelo menos um livro, foi impossível, o ginásio acaba por me tirar os momentos de leitura e tenho neste momento entre mãos um livro gigantesco, que estou a adorar, mas que tem imensas páginas e que não dá para avançar tão rápido como desejava.

       - Continuar a ir ao Yoga e ginásio, CHECK! Ainda esta semana falei do bem que me tem feito ir ao ginásio e de como me tive de adaptar às novas rotinas.

      - Gastar apenas o estritamente necessário a nível financeiro, este foi um mês de bastantes despesas tal como já previa aqui, entre aniversários, jantares, seguros do carro e mecânico o orçamento voou e foi um daqueles meses em que saiu da minha conta mais do que entrou. Admito que caí no erro de comprar uma saia e umas leggins, as últimas necessárias para o ginásio, mas a saia foi alvo dos meus desejos e como estava em promoção na La Redoute, lá veio ela ter cá a casa.

        - Desintoxicação alimentar, ora bem a coisa começou lindamente. Retirei o chocolate, alimentos processados, diminui o consumo de leite e não houve petiscos doces ou salgados. Comecei a comer mais frutos secos, bebi mais água e até as refeições feitas em casa foram bastante saudáveis, até compreender que o meu corpo não reage bem a uma alimentação tão saudável. Ao fim de três semanas comecei a sentir-me bastante desconfortável, desregulada e bastante inchada. Tive de fazer uma reflexão sobre o que me estaria a faltar para voltar à minha 'normalidade' visto estar a ter uma alimentação bastante saudável. Foi então que percebi que o meu corpo precisa de vez em quando de umas bolachas de chocolate para se auto-regular ou pelo menos sair um bocadinho da dieta para voltar ao seu ritmo, é verdade que só toquei duas vezes em refrigerantes (algo que não me custa muito abandonar), é verdade que só em dia de festas é que provei os doces, mas não passou disso e o meu corpo ressentiu-se. Ouvi-o, dei-lhe atenção e percebi que não posso ter uma dieta 100% saudável se pretendo sentir-me confortável com o meu corpo. E não tem mal, afinal somos todos diferentes!

         E para Novembro não tenho expectativas, sei que será um mês de vários momentos de voluntariado (Ele diz que trabalhamos mais como voluntários do que como remunerados... Se calhar tem razão!) e de muito trabalho, mas estou aberta a aceitar o que vier daí. Gostava que muita coisa acontecesse, mas como não depende de mim vou estar sem muitas expectativas e ilusões. Gostava de escrever mais por aqui, de tentar fazer uma tarde de maçã de uma outra receita que vi por aí e de voltar a ter a oportunidade de passar um domingo de sofá, tal como gosto, mas a vida tem andado um tanto ou quanto imprevisível e prefiro deixar as coisas fluírem. Que venha daí um sweet november.

28
Out19

Ainda fazes exercício, Just?

(Imagem retirada daqui)

         É verdade, ainda faço exercício e desde a primeira semana de Setembro que não falho uma única semana no ginásio. É também verdade que há semanas em que vou duas vezes, outras em que vou só uma, mas pelo menos tenho sempre colocado lá os pés e feito uma aula disto ou daquilo. O mais estranho disto tudo? É que me tem sabido muito bem estes momentos de exercício, principalmente o da ioga, em que se falhei foi mesmo por ter de colocar outras coisas em prioridade, caso contrário tinha ido! Admito que as primeiras duas semanas me custaram a adaptar à rotina, estou a uma hora de distância do local de trabalho e depois da viagem de regresso a casa, com o caos do trânsito, chego bastante cansada e essa foi a pior parte. Chegar a casa e arrumar marmitas, louça, roupa e ainda fazer o jantar para ir a correr para o ginásio fez com que a coisa fosse bastante custosa no início. No entanto, consegui criar realmente uma rotina com base na estratégia de chegar a casa, arrumar, fazer o jantar, preparar as coisas para o dia seguinte e vestir-me para mais uma aula de circuito ou de step, para terminar a semana com ioga. Assim, no final da aula era apenas chegar a casa, tomar banho, jantar e ainda conseguia estar 10 minutos no sofá.

         Mas e o ginásio? Ora bem, para além de achar que estava caquéctica e velha, as dores musculares atormentaram-me durante as primeiras vezes. Rais'ma parta! Depois de mais de ano e meio sem fazer qualquer tipo de exercício, voltar às aulas do ginásio foi um verdadeiro tormento. Ora eram os abdominais que até me doíam a respirar, ora as pernas que estavam em chamas de cada vez que descia as escadas. E aquele músculo que nem sabia que existia e que deu sinais de vida? Deus ma'livre! As aulas de circuito são de longe as minhas preferidas, não são uma seca, são exigentes e não envolvem a necessidade de conseguir ter qualquer tipo de ritmo no corpo para a fazer. GAP é uma aula de pura tortura, fui uma vez e prometi a mim mesma que tão cedo não coloco lá os pés. E o meu momento preferido da semana? Entrar na sexta-feira relaxada depois de uma aula de ioga tem sido um dos maiores prazeres da vida. Resultados? Grandes, nota-se que as minhas pernas e coxas estão mais tonificadas e que a celulite tem abandonado as minhas coxas de forma gradual, já para não falar da minha elasticidade que aos bocadinhos começa a melhorar. E todos estes pequenos pormenore têm servido de motivação para mais uma semana com exercício, para menos umas horas de descanso, mas que deixam o corpo e a alma mais leve.

        E o milagre no meio disto tudo? Convenci o homem, que tanto me gozava de cada vez que vinha com ar de zombie de uma aula, a ir fazer uma aula de circuito comigo. No fim apenas dizia "nunca mais te gozo!" 

Inspiração da Semana

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)
Revista Inominável

Nas páginas de...

2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal