Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

01
Out18

#30diasminimalista

       Quando me deparei com este desafio, nunca imaginei que as minhas rotinas fossem mudar tanto. A verdade é que quando enquanto as rotinas não estão implementadas, é difícil conseguir focar noutras coisas para além do dia-a-dia. São horários que ainda não estão estabelecidos, são reuniões para isto e para aquilo, são actividades laborais e ainda as extra-laborais que nos ocupam o tempo que ainda nem sabíamos que iríamos despender. Apesar disso, ao longo deste desafio apercebi-me de uma coisa: já fazia imensa coisa da lista como hábito ou rotina.

1.jpg

      A primeira semana foi relativamente fácil, já fiz alguns desafios para abandonar as redes sociais durante uns tempos e a tarefa em si não foi complicada. A pior foi realmente a meditação, não tenho o hábito de o fazer e não sou pessoa virada muito para isso, mas soube-me bem olhar para o céu e considero isso como meditação.

 2.jpg

      No dia 5 foi bom reavaliar as minhas prioridades, afinal com a mudança de emprego e de planos esta necessidade surgiu voluntariamente e foi interessante reflectir sobre quais eram as minhas prioridades neste momento. As outras tarefas foram simples ou porque já não acumulo produtos de beleza ou porque trabalho muito a minha solidão e o à-vontade com ela, apesar de alguns dos dias não terem acontecido por esta ordem. 

3.jpg

      Ao longo do desafio apercebi-me que realmente já faço algumas das coisas naturalmente, como destralhar a vida social é algo contínuo, arrumar o armário e não ter peças a mais já é um hábito com algum tempo e até avaliar os meus compromissos. No entanto, falhei redondamente no "aprender algo novo", apesar de se virmos bem a coisa, este mês foi um mês de novas aprendizagens nesta minha nova função.

4.jpg

       E os desafios não calharam no dia certo (isto parece estúpido de se dizer), mas eu que passo dias e dias sem gastar um tostão, no dia 16 fui ao shopping e perdi-me na Tiger a comprar material para o trabalho, é trabalho, mas foram também gastos. Foi bom ver ao longo do desafio que já tenho incutidos em mim tantos hábitos bons, que o terminei de sorriso no rosto, mesmo falhando alguns dias. 

5.jpg

       Mas também admito que houve situações em que o desafio foi cumprido de forma aldrabada, nomeadamente dar uma caminhada e não ver tv, as oportunidades foram escassas e os horários não ajudaram muito. Não houve uma semana durante o mês de Setembro que tivesse conseguido ter horários definidos, fosse a levantar ou a deitar, o que impediu muita coisa. 

 6.jpg

       O que aprendi com este desafio? Que estou mais perto do conceito minimalismo do que poderia imaginar. Que não podemos controlar a nossa vida e, nem sempre os nossos dias, mas que podemos controlar a forma como os encaramos, como lidamos com eles. Os dias não foram todos iguais e a imprevisibilidade da vida fez com que muitos destes dias não fossem cumpridos, admito até que os últimos três dias (caóticos por sinal) nem sequer pensei no desafio, mas isso não me fez confusão ou nem nada que se assemelhe.

       A verdade é que o desafio foi excelente para conseguir provar a mim própria que há práticas do minimalismo que já fazem parte da minha vida e que, apesar de nem sempre conseguirmos controlar todos os passos da nossa rotina, isso não tem qualquer tipo de problema. É importante saber lidar com as surpresas da vida, é importante sabermos aceitar as mudanças de planos e este mês aprendi isso mesmo com o desafio. Setembro foi um bom mês, mesmo que não tenha voltado à piscina, mesmo que não tenha conseguido ler um livro ou até que não tenha conseguido manter o meu plano de refeições, mas consigo ver nele outras conquistas que não imaginava acontecerem. Consegui em Setembro atingir um objectivo que há muito estava em lista de espera na minha vida, consegui adaptar-me a uma nova rotina e apesar da correria que foi o meu dia-a-dia, foi um bom mês em que aprendi a lidar com muita coisa nova.

       #30diasminimalista pode não ter sido todo cumprido, ainda assim consigo sentir-me a pessoa mais concretizada de sempre.

31
Ago18

Para começar Setembro...

 

       Setembro traz sempre consigo o desejo da mudança, de mudar hábitos e criar novos comportamentos. Dá a vontade de ser mais e melhor, de arrumar tudo direitinho e de renovar o espírito para uma nova estação, para um novo desafio. Desde Agosto que ando com este desejo de mudança, de voltar a alguns dos meus hábitos antigos, de criar objectivos mensais e de crescer. Esperei por Setembro para sentir este desejo mais presente, esta vontade acrescida de realmente mudar as coisas que parecem não estar na posição certa e por isso tenho planos para este mês que se avizinha. A mudança vem realmente com Setembro, mais do que aquilo que alguma vez poderia imaginar, mas a verdade é que vem e sinto-me inspirada e entusiasmada por entrar neste novo mês.

       Setembro vai ser o mês do desafio minimalista. Encontrei-o algures pela blogosfera (peço desculpa mas já não me recordo do blog, se o desafio for vosso avisem!). Estou a precisar de um desafio para me focar e Setembro é aquele mês que traz sempre a sensação e vontade de mudança e por isso acho que é o mês ideal para tal coisa. A partir de amanhã irei começar o desafio de 30 dias minimalista. É verdade que há muitas coisas que já faço, algumas que já tenho meias feitas e outras que preciso de criar e por isso esta lista ser tão boa para isso. 

        Em Setembro quero também voltar à piscina, estou a precisar de voltar à minha rotina de exercício, algo que se perdeu no tempo alguns meses antes do casamento. Preciso de em Setembro voltar a encontrar o meu equilíbrio, tenho andado meia perdida, a falta de uma rotina concreta tem influenciado o meu humor e preciso de voltar a concentrar-me na criação de uma nova rotina. Adorava também conseguir planear as minhas refeições semanais, vou dar-lhe uma hipótese e tentar criar um plano de refeições para duas semanas, visto existirem dias em que não fazemos refeições em casa. Para acrescentar a isto tudo quero imenso implementar na minha rotina o hábito da leitura a alma tem precisado nos últimos tempos, mas tem-me faltado o tempo e a vontade, por isso preciso urgentemente de me reorganizar.

         A palavra de Setembro será: Rotina e Mudança. Estes são realmente os meus grandes objectivos para este mês.

 

P.S.: Quem alinha no desafio? Começo já dia 1 com um dia "offline".

29
Set17

Inspirações e Resumo de Setembro

Inspirações e resumo de....jpg

      Setembro foi um mês de colocar desafios a mim mesma. Comprometi-me a estar uma semana sem comer porcarias, uma semana sem ter acesso ao Facebook e até quis criar o novo hábito de me levantar ao primeiro toque do despertador. Foi também o mês de me comprometer a voltar a fazer exercício, a avançar com a definição de obras para a nossa casa e até a encontrar padre. Cumpri com todos os desafios, mas não da forma que esperava (aqui estão as minhas propostas para Setembro).

 

      1º Uma semana sem Facebook este foi o desafio de mais fácil concretização. Desliguei a minha aplicação do Facebook no telemóvel e no computador e apenas Ele me mantinha a par das novidades. Não senti necessidade de ir ver fosse o que fosse, mas dei por mim, inconscientemente, a carregar no icon do Facebook de cada vez que ia ao telemóvel. Desde que cumpri a semana sem Facebook que tenho cada vez menos vontade de lá ir, tenho-me mantido afastada e até pouca coisa tenho colocado na página.

 

      Uma semana sem porcarias, ora este foi um desafio concretizado, mas não da forma que esperava. Fiquei doente logo no segundo dia e a nível intestinal fiquei completamente desregulada. A dieta longe de porcarias veio mais por obrigação do que por uma tentativa de me superar a mim mesma e de me testar. A semana sem porcarias passou de uma a duas e não dei pela falta de nada, talvez porque também estava doente. No entanto, consegui adquirir um novo hábito, levar fruta para o trabalho. Normalmente comia só fruta ao almoço e ao jantar e obriguei-me a levar um lanche mais saudável. Agora no final do mês, dei por mim a levar todos os dias uma peça de fruta a acompanhar o meu sumo de fruta (que ainda não consegui encontrar uma melhor alternativa) e um pão com compota caseira, queijo ou fiambre. Apesar de tudo, continuei sem tocar em refrigerantes ao longo da semana e, até ao fim-de-semana agora pouca vontade de beber tenho, o pacote de açúcar no café continua a diminuir gradualmente. O único se deste desafio? Não consegui comprová-lo numa semana de saúde normal, por isso espero repeti-lo em breve.

 

      3º 21 dias a acordar ao primeiro despertador, Ok, eu admito, este era um desafio que não sabia muito bem como ia correr. O primeiro dia foi simplesmente terrível, precisei de uma grua para sair da cama. No segundo dia já fui capaz de me levantar ao primeiro despertador, mas não reparei em nenhuma melhoria significativa na minha manhã. No terceiro dia lá me voltei a levantar ao primeiro toque do despertador e não me senti melhor por nisso. Depois no quarto, quinto e sexto dia apercebi-me que levantar ao primeiro toque do despertador não fazia nada de bom por mim. Não acordava com mais energia, como li muitas vezes, não acordava com mais disposição e a minha rotina matinal mantinha-se a mesma. Ao fim de uma semana achei que não valia a pena levantar-me ao primeiro despertador, os dias começaram a ficar mais frios e aqueles cinco minutos a mais sabiam-me melhor do que levantar imediatamente. Compreendi então que esta rotina não é para toda a gente e que me fazia melhor ficar mais cinco minutos na cama do que propriamente levantar-me mais cedo. Por isso levantar ao primeiro despertador dá mais energia? Para mim é simplesmente um mito.

 

      Voltar à piscina e à ioga, este foi o ponto que não consegui concretizar. A primeira semana do mês foi a que estive doente e nem me arrisquei a fazer exercício devido à sensação de atropelamento que tinha no corpo. Na segunda semana fui à piscina e fiquei extremamente desiludida comigo própria, para quem fazia 7 piscinas seguidas apenas consegui fazer 2, além de que a ioga ainda não tinha começado no ginásio. A terceira e quarta semana tiveram de ser dedicadas à política (ainda penso como é que fui parar a estas andanças!), não me dando espaço para mais nada. 

 

       Setembro teve a concretização de muita coisa, mas a vida deu-me as voltas e não consegui fazer nada como tinha imaginado. Ainda assim senti-me concretizada em vários aspectos e aprendi que aquilo que é adequado para os outros nem sempre é para nós. Apesar de não termos encontrado o padre que desejavamos, conseguimos orientar as coisas para iniciarmos os nossos convites para o casamento. Apesar de não termos ainda propostas de orçamento para as nossas obras estamos à espera delas. E até já definimos ponto por ponto o que precisamos de fazer. Contudo, outras coisas boas aconteceram em Setembro que me inspiraram.

      Em Setembro decidi começar a ter mais atenção aos rótulos dos produtos que uso e comecei a optar por produtos à base de plantas naturais. Ao ler outros blogs apercebi-me dos químicos que introduzimos no nosso corpo e comecei a estar mais atenta a esse aspecto da minha vida. Experimentei o desodorizante à base de bicarbonato de sódio e comprei um gel intimo 100% natural. Até Dezembro tenho o desejo de mudar todos os meus produtos de higiene e cuidado pessoal para produtos naturais.

      Continuei a ler blogs sobre minimalismo e a deixar-me envolver por esta nova temática. Inspirei-me em alguns posts para dar uma volta na minha vida e comecei a procurar mais a paz interior. Me and Orla foi um dos blogs que mais me inspirou ao longo deste mês pela sua simplicidade. 

Sem Título.png

 

      E é também em Setembro que cumprirei com um dos meus objectivos de 2017 ao fazer um Workshop de culinária. Há muito que o desejava e em setembro decidi tomar esta iniciativa. Escolhi algo que me irá dar muito jetio e aproveitar para melhorar as minhas capacidades culinárias, que apesar de não serem más, também não são as melhores. Fiquei entusiasmada com o workshop e com o facto de finalmente ter concretizado este objectivo que há tanto ansiava. Amanhã, dia 30 lá estarei para aprender umas receitas novas.

 

      Setembro foi um mês com muito trabalho, pouco tempo livre e com muita coisa para fazer, mesmo assim posso dizer que foi um bom mês, pois soube organizar-me e gerir o meu tempo. Este foi também um mês de aprender a poupar nas compras de roupa e na Feira do Livro. Foi um mês de consciencialização das mudanças que preciso e que tenho feito na minha vida, com momentos de reflexão e instrospeção. Foi até o mês de reorganizar o meu armário e de substituir algumas peças de roupa. Setembro, apesar de tudo, foi um bom mês. Um mês de experiências, de novas aventuras e de novas concretizações. De crescimento pessoal, de decisões e de novas tentativas de crescer.

      Setembro foi realmente um mês de aprendizagens, posso não ter ido para a escola, mas sem dúvida que aprendi muito!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec