Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

13
Dez17

Objectivos conseguidos de 2017

      Em 2016, como sempre, defini objectivos para este ano que agora está a terminar. Objectivos concretizáveis, mas que me obrigariam a manter focada, o que me faz adorar estas listas de objectivos. A meio do ano apercebi-me que os objectivos anuais já não eram suficientes, precisava de objectivos mensais e assim foram crescendo as minhas listas, a minha vontade de concretizar os meus desejos. Em 2017 consegui concretizar ainda mais do que aquilo a que me propus em 2016, fui mais além, consegui alcançar aquilo que durante um ano pensava que estava longe de acontecer e é agora ao rever o meu ano que sinto este orgulho crescer em mim. Não foram só os objectivos que foram concretizados, não foi só esta lista que foi cumprida, fui eu mesma que consegui cumprir os meus próprios sonhos e desejos pessoais. Foi mais do que ver a minha lista finalizada e concretizada, foi ver-me a mim, ali com uma sensação de realização fantástica, estes objectivos apenas me ajudaram nas coisas simples, pois fora daqui consegui muito mais do que algum dia poderia imaginar.

 

       1. Poupar: CHECK Com os objectivos pessoais a que me tinha proposto em 2017 sabia que poupar era uma necessidade. Foi um esforço, não viajei tanto quanto queria, não fui tantas vezes jantar fora, não comprei todos os livros que queria e nem sequer comprei a roupa que desejava, mas foi com esta necessidade de poupar que aprendi um novo conceito o Minimalismo que tanto me ajudou este ano. No fim de 2017 olho para a minha conta bancária e apesar de termos comprado o terreno, apesar de termos dado o sinal para a quinta do casamento e apesar de tantas despesas extras que nos surgiram, sinto-me extremamente orgulhosa. 2017 foi um bom ano de poupanças, ainda falta para termos aquilo a que nos propomos, mas estamos num bom caminho e sinto-me muito bem com isso!

       2. Ler pelo menos 20 livros: CHECK A 13 de Dezembro já li 19 livros, o 20 está a ser saboreado e acredito que até ao dia 31 consegui concretizar tal tarefa. É verdade que este ano não tive tanto tempo para leitura, por vezes o cansaço apoderou-se de mim e passei alguns dias sem ler, mas com o objectivo definido na minha mente de fazer o que me sabe bem consegui ler os 20 livros desejados. Volto a dizer, nem para toda a gente os objectivos servem de foco, mas para mim são uma excelente forma de até encontrar um bocadinho de tempo para fazer as coisas que mais gosto.

IMG_20170930_131900.jpg

      3. Fazer um workshop de culinária: CHECK Finalmente este ano consegui fazer algo por mim mesma, fiz um workshop de culinária que adorei! A vontade de fazer mais ficou e espero no próximo ano ir aprender mais alguns truques. Foi sem dúvida uma experiência fantástica, em que apenas fiz por mim, que escolhi por gosto e sem nenhum objectivo concreto, apenas aproveitar.

      4. Continuar a fazer exercício: CHECK Este ano fiquei surpreendida comigo mesma, não só consegui manter-me a fazer exercício como aumentei as vezes por semana. Mantive uma vez por semana a piscina e se no início comecei a fazer ioga outro dia por semana, agora (por já não existir a aula) faço Body Jump. Mantive-me muito mais regular no exercício, aumentei a sua frequência e sinto-me fantástica, finalmente me sinto confortável com o meu corpo, mais saudável e mais direccionada para o exercício. Não foi fácil, admito, mas agora custa-me faltar a qualquer uma das aulas.

      5. Escrever mais: CHECK Sem dúvida alguma que este ano escrevi muito mais, pena ter sido apenas pelo blog. Fora daqui não tive a oportunidade, a paciência e a energia para me dedicar a escrever, mas senti este blog crescer, aumentar as suas visitas e até com mais um bocadinho de quem sou e só isso já valeu a pena. Foi um ano em que partilhei muito com vocês e no qual me senti realizada.

      6. Continuar a encaminhar a vida: CHECK E não é que isso realmente aconteceu? Adquirimos um terreno, ficamos noivos e até começamos a preparar a nossa vida a dois. Foi um ano de pensar e preparar mais o futuro, um ano de finalmente começar a ver o percurso para a concretização de alguns sonhos. Finalmente sinto que a minha vida deixou de estar estagnada e que começa a andar para a frente. Este sem dúvida que era um dos desejos que tinha mais presente em mim e estou extremamente orgulhosa de o ter conseguido concretizar.

 

      2017 foi um excelente ano para a concretização de alguns objectivos que há muito estavam na minha mente. Nem todos foram fáceis, houve luta, persistência e umas quantas dores de cabeça, mas caramba, consigo sorrir! No fim de 2017 dou por mim a sorrir de alegria, de orgulho e de concretização. Mas que coisa boa! E vocês conseguiram concretizar os vossos objectivos para 2017?

02
Out17

E Outubro já chegou

(Imagem retirada daqui)

 

      Outubro chegou e traz consigo a sensação de Outono. As castanhas já começam a cheirar na rua e à noite, no sofá, já sabe bem o cházinho com a manta por cima das pernas. Outubro traz a vontade de sair menos e de passar mais tempo no aconchego do lar e espero que seja isso que traz consigo. Depois de um Setembro cheio de correria, em que pouco deu para descansar (não me lembro de ter tido um único fim-de-semana que desse para dormir), espero que Outubro traga consigo a tranquilidade e a calmaria. Quero conseguir voltar às minhas rotinas tranquilamente, voltar aos meus livros e dedicar-me a tratar dos convites do casamento (ok, agora terá meeesmo de ser que estamos aqui estamos no natal). Em Setembro consegui propor-me a alguns desafios e em Outubro vou fazer o mesmo, não só me ajuda a manter motivada, como me dá uma energia extra para conseguir concretizar aquilo a que me proponho.

 

      1º Ler dois livros, Setembro foi um mês em que os livros ficaram muito prejudicados. A campanha eleitoral tirou-me o tempo todo e obrigou-me a deixar o que mais gosto de lado. Mas em Outubro as rotinas voltarão e com elas a leitura, quero terminar o livro 'Mulherzinhas' e quero dar início ao 'Mataram a Cotovia'.

 

      2º Voltar à piscina e à ioga, desta terá mesmo de ser até porque não há mais desculpas para deixar a piscina de lado. Aliás, estou ansiosa por regressar. Sinto falta de me exercitar e sinto que o corpo está a pedir. As desculpas este mês terão de ficar de lado e irei dedicar-me àquilo que me faz bem. O exercício tornou-se numa das minhas prioridades para este mês.

 

     3º Um fim-de-semana nosso, Outubro é o mês do aniversário d'Ele e prometi-lhe como prenda um fim-de-semana só nosso (até porque tenho ali uns créditos da Odisseias para gastar). Estamos a precisar disto para nos afastarmos da realidade, descansar e aproveitar para estarmos apenas um com o outro, algo que se tornou muito raro nos últimos meses devido a responsabilidades. O fim-de-semana 'nosso' tem sido adiado devido a todas as obrigações mas decidimos juntar o útil ao agradável. Ainda não preparei nada, tenho uma ideia do que lhe quero dar, mas tenho ainda de preparar tudo e quero que o seu último aniversário como solteiro, os seus 31 anos, sejam inesquecíveis. Sugestões? Lembrem-se que ando em poupanças!

 

    4º Experimentar uma receita nova. Com a chegada do tempo frio eu e Ele costumamos passar mais tempo em casa, mais serões com um filme e uma manta, sempre acompanhado de um lanche ou um doce. Por isso, Outubro quero que seja o mês de experimentar uma nova receita, na minha mente estou a pensar num docinho aconchegante, mas só depois poderei compreender se será ou não o docinho, ainda assim terá de ser uma receita nova.

 

      Para Outubro quero ainda ter tudo definido para começar as nossas obras no mês seguinte. Quero ainda começar a pensar em mais pormenores do casamento, visto eu e Ele sermos uns desnaturados e andarmos com isso bastante a leste das nossas mentes. Mas mais que tudo isto quero a minha rotina de volta. O Verão leva a que as rotinas sejam alteradas, queremos mais convívios, mais jantares e mais passeios, deixando de parte a rotina do dia-a-dia. Com a chegada do Outono quero o inverso, quero os serões em casa, quero pôr a minha leitura em dia e até acabar de ver aquela série que está à imenso tempo gravada. Quero conseguir voltar a ter aqueles bocadinhos só meus, assim como quero deixar de viver numa correria.

      Vem Outubro e traz contigo a tranquilidade!

29
Set17

Inspirações e Resumo de Setembro

Inspirações e resumo de....jpg

      Setembro foi um mês de colocar desafios a mim mesma. Comprometi-me a estar uma semana sem comer porcarias, uma semana sem ter acesso ao Facebook e até quis criar o novo hábito de me levantar ao primeiro toque do despertador. Foi também o mês de me comprometer a voltar a fazer exercício, a avançar com a definição de obras para a nossa casa e até a encontrar padre. Cumpri com todos os desafios, mas não da forma que esperava (aqui estão as minhas propostas para Setembro).

 

      1º Uma semana sem Facebook este foi o desafio de mais fácil concretização. Desliguei a minha aplicação do Facebook no telemóvel e no computador e apenas Ele me mantinha a par das novidades. Não senti necessidade de ir ver fosse o que fosse, mas dei por mim, inconscientemente, a carregar no icon do Facebook de cada vez que ia ao telemóvel. Desde que cumpri a semana sem Facebook que tenho cada vez menos vontade de lá ir, tenho-me mantido afastada e até pouca coisa tenho colocado na página.

 

      Uma semana sem porcarias, ora este foi um desafio concretizado, mas não da forma que esperava. Fiquei doente logo no segundo dia e a nível intestinal fiquei completamente desregulada. A dieta longe de porcarias veio mais por obrigação do que por uma tentativa de me superar a mim mesma e de me testar. A semana sem porcarias passou de uma a duas e não dei pela falta de nada, talvez porque também estava doente. No entanto, consegui adquirir um novo hábito, levar fruta para o trabalho. Normalmente comia só fruta ao almoço e ao jantar e obriguei-me a levar um lanche mais saudável. Agora no final do mês, dei por mim a levar todos os dias uma peça de fruta a acompanhar o meu sumo de fruta (que ainda não consegui encontrar uma melhor alternativa) e um pão com compota caseira, queijo ou fiambre. Apesar de tudo, continuei sem tocar em refrigerantes ao longo da semana e, até ao fim-de-semana agora pouca vontade de beber tenho, o pacote de açúcar no café continua a diminuir gradualmente. O único se deste desafio? Não consegui comprová-lo numa semana de saúde normal, por isso espero repeti-lo em breve.

 

      3º 21 dias a acordar ao primeiro despertador, Ok, eu admito, este era um desafio que não sabia muito bem como ia correr. O primeiro dia foi simplesmente terrível, precisei de uma grua para sair da cama. No segundo dia já fui capaz de me levantar ao primeiro despertador, mas não reparei em nenhuma melhoria significativa na minha manhã. No terceiro dia lá me voltei a levantar ao primeiro toque do despertador e não me senti melhor por nisso. Depois no quarto, quinto e sexto dia apercebi-me que levantar ao primeiro toque do despertador não fazia nada de bom por mim. Não acordava com mais energia, como li muitas vezes, não acordava com mais disposição e a minha rotina matinal mantinha-se a mesma. Ao fim de uma semana achei que não valia a pena levantar-me ao primeiro despertador, os dias começaram a ficar mais frios e aqueles cinco minutos a mais sabiam-me melhor do que levantar imediatamente. Compreendi então que esta rotina não é para toda a gente e que me fazia melhor ficar mais cinco minutos na cama do que propriamente levantar-me mais cedo. Por isso levantar ao primeiro despertador dá mais energia? Para mim é simplesmente um mito.

 

      Voltar à piscina e à ioga, este foi o ponto que não consegui concretizar. A primeira semana do mês foi a que estive doente e nem me arrisquei a fazer exercício devido à sensação de atropelamento que tinha no corpo. Na segunda semana fui à piscina e fiquei extremamente desiludida comigo própria, para quem fazia 7 piscinas seguidas apenas consegui fazer 2, além de que a ioga ainda não tinha começado no ginásio. A terceira e quarta semana tiveram de ser dedicadas à política (ainda penso como é que fui parar a estas andanças!), não me dando espaço para mais nada. 

 

       Setembro teve a concretização de muita coisa, mas a vida deu-me as voltas e não consegui fazer nada como tinha imaginado. Ainda assim senti-me concretizada em vários aspectos e aprendi que aquilo que é adequado para os outros nem sempre é para nós. Apesar de não termos encontrado o padre que desejavamos, conseguimos orientar as coisas para iniciarmos os nossos convites para o casamento. Apesar de não termos ainda propostas de orçamento para as nossas obras estamos à espera delas. E até já definimos ponto por ponto o que precisamos de fazer. Contudo, outras coisas boas aconteceram em Setembro que me inspiraram.

      Em Setembro decidi começar a ter mais atenção aos rótulos dos produtos que uso e comecei a optar por produtos à base de plantas naturais. Ao ler outros blogs apercebi-me dos químicos que introduzimos no nosso corpo e comecei a estar mais atenta a esse aspecto da minha vida. Experimentei o desodorizante à base de bicarbonato de sódio e comprei um gel intimo 100% natural. Até Dezembro tenho o desejo de mudar todos os meus produtos de higiene e cuidado pessoal para produtos naturais.

      Continuei a ler blogs sobre minimalismo e a deixar-me envolver por esta nova temática. Inspirei-me em alguns posts para dar uma volta na minha vida e comecei a procurar mais a paz interior. Me and Orla foi um dos blogs que mais me inspirou ao longo deste mês pela sua simplicidade. 

Sem Título.png

 

      E é também em Setembro que cumprirei com um dos meus objectivos de 2017 ao fazer um Workshop de culinária. Há muito que o desejava e em setembro decidi tomar esta iniciativa. Escolhi algo que me irá dar muito jetio e aproveitar para melhorar as minhas capacidades culinárias, que apesar de não serem más, também não são as melhores. Fiquei entusiasmada com o workshop e com o facto de finalmente ter concretizado este objectivo que há tanto ansiava. Amanhã, dia 30 lá estarei para aprender umas receitas novas.

 

      Setembro foi um mês com muito trabalho, pouco tempo livre e com muita coisa para fazer, mesmo assim posso dizer que foi um bom mês, pois soube organizar-me e gerir o meu tempo. Este foi também um mês de aprender a poupar nas compras de roupa e na Feira do Livro. Foi um mês de consciencialização das mudanças que preciso e que tenho feito na minha vida, com momentos de reflexão e instrospeção. Foi até o mês de reorganizar o meu armário e de substituir algumas peças de roupa. Setembro, apesar de tudo, foi um bom mês. Um mês de experiências, de novas aventuras e de novas concretizações. De crescimento pessoal, de decisões e de novas tentativas de crescer.

      Setembro foi realmente um mês de aprendizagens, posso não ter ido para a escola, mas sem dúvida que aprendi muito!

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec