Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

09
Dez19

O melhor de 2019

         Começa a altura de balanços para mais um ano e não podiam faltar aqui pelo blog. Esta lista já começa a ser uma tradição deste cantinho, mas gosto sempre de partilhar com vocês as melhores coisas que vi ou fiz em cada ano que passa.

1. Série Televisiva

         Admito que "The Crown" e "Chernobyl" ficaram lado a lado nas excelentes séries que vi este ano, muito diferentes, mas ambas baseadas em factos reais e por isso conseguiram ficar no topo das melhores séries de 2019. Contudo, devido à continuidade de "The Crown" acho que mereceu vencer, até porque achei que "Chernobyl" poderia ter terminado melhor, não alterando factos, mas tendo uma melhor produção.

2. O Filme

        Este foi um ano muito fraquinho a nível de filmes, fosse em casa ou no cinema. No cinema vimos apenas dois filmes e Toy Story 4 ganhou, claramente. Aquela lágrima que contive fez com que este fosse o meu filme preferido de 2019. Este filme fez-me viajar até à minha infância e são poucos os filmes que o conseguiram fazer e só por isso já mereceu o primeiro lugar.

3. O Livro

          Joel Dicker habituou-me a bons livros que gostam de ser devorados e O Desaparecimento de Stephanie Mailer não foi uma excepção. A escrita do autor é terrivelmente envolvente e é difícil parar de ler as suas páginas, é um livro que nos marca pela qualidade e por isso é para mim o melhor livro que li este ano.

IMG_20190725_151919.jpg

4. A viagem

         Esta não é uma decisão difícil, até porque foi a única viagem que fiz ao longo de 2019 (e ainda receei nem sequer a poder fazer...). Admito que não ia com muitas expectativas para Saïdia, mas quem me surpreendeu verdadeiramente foi Fes e valeu imenso perder oito horas do meu dia num autocarro para conhecer uma cidade tão diversificada. O cheirinho de Marrocos ficou e a promessa de voltar ao país também.

 

5. O Post

         Este foi um dos pontos mais difíceis de seleccionar. Escolher o melhor post no meio de um ano difícil fez-me aperceber que pouco escrevi sobre a vida, mas fiz inúmeras reflexões, partilhei coisas práticas e experiências que fui tendo ao longo do ano. Contudo, o post que este ano selecciono tem a haver com aquele que mais me fez reflectir e mudar o meu comportamento perante as adversidades da vida. Tive a necessidade de me relembrar que Amor próprio não é egoísmo, mas sim uma necessidade e foi o post que realmente mudou o meu comportamento e por isso é o meu seleccionado deste 2019.

            E quais foram os vossos favoritos de 2019?

06
Dez19

Desafio de Escrita dos Pássaros #13

Reescreve o final dum filme

          Moulin Rouge foi um dos primeiros filmes em que verti uma lágrima, lembro-me da empatia que consegui criar com os sentimentos da personagem principal, já para não falar das excelentes músicas que o filme recria. O final trágico do filme, também dos primeiros que vi, deixou-me de coração nas mãos, pois sempre considerei que Christian e Satine deveriam ter tido mais algum tempo juntos. Por isso, hoje o seu fim será reescrito.

 

“         No fim do espectáculo, após as cortinas se fecharem, Christian abraça Satine como nunca tinha abraçado na vida. Por momentos achou-a perdida para sempre, considerou que o seu amor por ela tinha sido apenas o de mais um e naquele momento sabia que afinal o seu amor era reciproco. Os seus olhos, naquela canção jamais teriam conseguido representar. Era amor. Abraçou-a como se nunca mais a quisesse largar e Satine fez o mesmo, sabia que o tempo entre esses braços se escasseava. Ele não sabia, mas Satine tinha na sua sombra a morte, sabia que era grave, sabia que o tempo era limitado, e por isso não desejava fazer Christian sofrer, no entanto essa era a realidade. Depois do encerramento total do espetáculo iria contar-lhe a verdade, iria dizer-lhe que o amava mas que o tempo era limitado, por muito que isso lhe doesse.

        Ainda antes do fim, ainda antes das luzes se apagarem, Christian pegou na mão de Satine e levou-a para o minúsculo e desnudado quarto onde tinha passado os seus dias entre o álcool e meias páginas escritas. Afastando-se dos beijos e dos abraços, Satine sabia que tinha de lhe contar a verdade e não perpetuar aquele segredo dentro de si. O seu corpo estava a degradar-se de dia para dia e necessitava de mostrar a realidade a Christian. Disse-lhe a verdade crua num só folego, quase faltando-lhe o ar. As palavras saíram-lhe mais ásperas do que tinha imaginado e a dor causada foi-lhe maior do que a esperada. Mas Christian mostrou-se sereno, disse que se tinha apercebido de algo grave se passava para ela o ter feito passar por aquele tormento. Sabia que o seu final seria trágico, não sabia qual seria, mas sabia que seria trágico. E que ele viveria aquele amor para sempre, que estaria ao seu lado até ao fim dos seus dias, que agarraria na sua mão na hora de partir, mas que até lá a amaria por completo.”

29
Nov19

Desafio de Escrita dos Pássaros #12

Aqueles pássaros não se calam!

        É impossível faze-los calar! Tive de lhes tirar o piu, andam sempre a chilrear! Piu-piu para aqui, piu-piu para ali, não há pessoa que aguente! É a toda a hora do dia, não há minutos de descanso (e se os há é porque a coisa não está muito bem)! Está numa pessoa no seu belo descanso e 'piu!', distraí-se e deixa queimar o estrugido do arroz. Está uma pessoa no seu belo café e 'piu!' vai uma gargalhada que até nos deixa envergonhados. É que até quando se está no sofá estatelado a tentar ver uma série é um continuo som de 'piu-piu'. É tanto piu que não consigo acompanhar, é um piu-piu tão constante que tive realmente de os calar e tirar-lhes o piu, pelo menos no telemóvel! Agora não tenho o constante 'piu-piu, piu-piu, piu-piu', agora sou aquela que chega e que pede "Alguém me faz um resumo?", até porque às vezes eu própria me esqueço que sou um pássaro e que gosto tanto de chilrear como os outros.

       Gosto de fazer parte deste ninho, por muito que voe para fora dele e que muitas vezes perca uma infinita quantidade de 'pius', mas a verdade é que regresso sempre ao ninho, afinal a minha família do coração está nele. É verdade que não se cala, mas se não fossem eles a minha vida não era a mesma

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec