Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

26
Fev19

Hoje apetece-me... #40

       Os dias têm sido complicados e a vontade de descanso e de um plug-off tem sido enorme, por isso o que me apetecia mesmo hoje era:

       Passar a bela da tarde a ler este livro maravilhosa que estou a adorar e que me tem deixado cada vez mais na expectativa.

       No domingo tivemos uma tentativa frustrada de dar uma caminhada à beira mar, o trânsito infernal (como tal nunca me tinha acontecido) impediu-nos de apanhar o devido sol, por isso era o que eu gostaria de fazer hoje. Uma caminhada à beira mar, o belo do livro e...

        E não era perfeito terminar o dia a comer o belo de um bolo caseiro? Todos estes pequenos pormenores transformariam o meu dia... Se calhar terminarei na mesma o meu dia com o livro e o bolo 

20
Fev19

Bolacinhas com Pepitas de Chocolate

IMG_20190212_161652_682.jpg

(Imagem de Just Smile)

       Na semana em que estive de baixa, num daqueles dias em que já estava a sentir-me melhor (o último, diga-se de passagem), decidi experimentar fazer a receita de Bolachinhas Com Pepitas de Chocolate da Yammi. Os ingredientes já há muito que estavam lá em casa, a vontade de os comer também já era muita e aproveitei aquele momento em que já estava farta de estar em casa para experimentar a receita do mês de Fevereiro. A verdade é que há muito tempo que tinha esta receita na minha cabeça, Ele adora bolachas com pepitas de chocolate e lá em casa tem sempre Chipmix e coisas desse género, mas eu, como intolerante à lactose, mal as posso tocar. Então, tenho sempre ali no armário bolachas que não posso comer e que me fazem babar como uma criança, assim, a receita tinha mesmo de ser experimentada. As bolachas ficaram boas, contudo considero que ficaram demasiado doces e numa próxima experiência irei reduzir significativamente ao açúcar, seja o mascavado como o branco granulado.

        Depois de alguns pedidos pelo instagram, deixo-vos a receita que se encontra no site da Yammi, mas que pode perfeitamente ser feita à mão. Se gostam de coisas muito doces, tal como a minha mãe, não mexam na quantidade de açúcar, caso contrário diminuam a vosso gosto.

       Ingredientes:

  • 280 g de chocolate aos pedaços (ou pepitas de chocolate)
  • 115 g de açúcar
  • 140 g de açúcar mascavado
  • 140 g de manteiga amolecida
  • 1 ovo
  • Pitada de sal
  • 1 c. de sopa de aroma de baunilha
  • 240 g de farinha sem fermento
  • 1 c. de chá de fermento para bolos
  • 1 c. de chá (rasa) de bicarbonato
  • Película aderente
  • Papel vegetal

        Preparação:

       1º Misturar o açúcar, o açúcar mascavado e a manteiga ligeiramente amolecida até se obter uma massa homogénea. Eu usei a Yammi, mas acredito que o batedeira normal faça a mesma função.

        2º Enquanto a batedeira continua a trabalhar, adicionar o ovo, o sal e o aroma de baunilha.

        3º Acrescentar a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio e misturar até ficar uma massa homogénea, no fim é só envolver as pepitas de chocolate.

        4º Colocar a massa em película aderente no frigorífico, a receita dizia durante 2 horas, mas considero que deveria ter ficado mais tempo.

         5º Depois de passar o tempo de descanso da massa, pré-aquecer o forno a 180ºC, e em cima do papel vegetal colocar pequenas colheres de massa (cerca de 50g) e levar ao forno. 

         6º As bolachinhas deverão ir ao forno cerca de 15-20minutos.

       As bolachas ficaram boas e aguentaram mais de uma semana estaladiças e saborosas, mantidas num recipiente fechado. Os únicos conselhos que dou ao fazer estas bolachas? Além de diminuir ao açúcar, a não ser que sejam extremamente gulosos, é deixar a massa ficar mais tempo no frigorífico, pois fica mais fácil de a moldar, e também não se preocuparem com o formato da massa que colocam sobre o papel vegetal. Aqui a Just, na primeira fornada de bolachas tentou metê-las todas bonitas, redondinhas e tal (demorando imenso tempo), mas tal coisa não era necessário, pois quando a massa cresceu, cresceu uniformemente e apesar de existirem umas bolachas maiores que as outras, a diferença era quase nenhuma e dava menos trabalho.

           A quem experimentar a receita, bom apetite 

04
Set18

Vamos falar da Yammi 2?

(Imagem retirada daqui)

 

       Ainda antes de casarmos tinha o conhecimento de que cozinhar não era a especialidade d'Ele. Sempre o soube e Ele nunca o negou, o que sinceramente me preocupava um bocadinho, por várias razões, primeiro porque Ele chega sempre antes de mim a casa e porque não me imaginava a cozinhar todos os dias da minha vida. Em conversa Ele começou a sugerir a aquisição de uma Yammi "Quão difícil será seguir as instruções de um livro?", dizia-me Ele. Admito que batia o pé e dizia que era dinheiro desperdiçado, que não havia necessidade de gastar tanto dinheiro num robô de cozinha que, tal como eu, Ele iria aprender conforme as necessidades, afinal cozinhar não é só grelhar carne e fazer arroz (a especialidade d'Ele é realmente os grelhados). Ele foi argumentado e eu fui investigando sobre as capacidades dos robôs de cozinha, quando comecei a perceber que eu, intolerante à lactose, fazendo as coisas em casa haveria muita coisa em que perderia menos tempo a fazer e outras que poderia confeccionar em casa para me deliciar sem demasiado drama. Meses antes do casamento Ele queria adquirir uma, mas lá o informei que sim, concordava, mas que viesse depois do casamento.

       Primeira aquisição pós-casamento: A Yammi. E bem dita a hora que compramos a nossa amiga! Com o passar dos dias Ele começou realmente a compreender a necessidade de saber cozinhar e, com a minha ajuda, começou a decidir fazer algumas receitas na Yammi. Senhoras, foi maravilhoso! Para um homem que só sabia grelhar bifes e fritar rissóis, a primeira refeição completa que Ele fez foi um Strogonoff de frango maravilhoso. Disse que era a coisa mais simples que tinha feito e que realmente, seguindo a receita a máquina fazia tudo sozinha. Casados há menos de dois meses, hoje Ele consegue cozinhar tantas vezes como eu e tem corrido tudo lindamente (tirando os vegetais estorricados). Ele não se tem importado e eu fico descansada ao saber que vou chegar a casa e tenho o jantar mais que preparado e o milagre não se deve unicamente a Ele, mas também à Yammi que lhe deu a vontade de cozinhar e lhe facilitou a vida.

       Para mim, admito que a Yammi ainda só serviu para fazer doces. Um bolo de mármore, uma mousse de chocolate, mas a rapidez com que faz tudo é realmente fantástica. No outro dia, pela primeira vez desde que sou intolerante à lactose, comi uma lasanha com um verdadeiro molho bechamel feita pela nossa amiga. Não só o molho estava delicioso como foi feito em apenas 15 minutos, e não, não estou a exagerar. Eu que era bastante céptica quanto à necessidade de ter um robô de cozinha, hoje compreendo como nos facilita imenso a vida. Ainda não consigo ser dependente dela, estou demasiado habituada a cozinhar em fogão, mas espero começar a habituar-me a confeccionar mais refeições nela, já para não falar que quero experimentar inúmeras receitas de sobremesas na nossa amiga. Além de tudo isso, espero que a Yammi não só me ajude no dia-a-dia como torne a minha vida um nadinha mais saudável, confeccionando algumas das iguarias que adoro, mas que dificilmente compro devido à lactose ou até por uma questão de saúde, nomeadamente as bolachas de pepitas de chocolate, os sumos de polpa e até o molho de tomate. Pena é ter pouco tempo para experimentar tudo e mais alguma coisa!

          Aqui em casa a Yammi tornou-se numa aliada e se pensei que ela seria unicamente para Ele se sentir bem a cozinhar, a verdade é que estou enamorada pela menina e quero fazer tudo e mais alguma coisa. Alguém por aí que tenha uma yammi e sugestões de receitas?

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec