Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

22
Dez16

2016 em Leituras

Sem Título.png

 

O meu complemento destes últimos anos, para sobreviver a mais um ano, têm sido os livros. Este ano, para não fugir ao habitual, foi um ano de excelente leituras. Consegui ler pelo menos os 20 livros que desejava (apesar de me ter enganado e ter andado a contar como se fossem 25), consegui entrar noutros mundos e noutras escritas. Este foi um ano do mais variado tipo de leituras, desde suspense, acção, fantástico, romance e comédia. Variei tanto este ano pelas leituras que me senti crescer com os livros que me passaram pelas mãos.

Devorei A Rapariga do Comboio que me fez adorar o filme.

Conheci Joël Dicker que se tornou num dos meus autores preferidos, tendo sempre uma paixão enorme pelo livro A verdade do caso Harry Quebert.

Entrei no mundo fantástico de Avalon e fiquei apaixonada pelo idealismo de uma religião que venera a Senhora.

Conheci Záfon, outro autor que me fez apaixonar pelas suas palavras e pelas suas aventuras (não tivesse eu lido seis livros dele este ano).

Mas também deixei cair uma lágrima com Enquanto Houver Estrelas no Céu, ri às gargalhadas com Guia Astrológico de um Coração Partido e identifiquei-me com as palavras de A Livraria dos Finais Felizes, um livro que parece falar sobre o meu amor pelos livros.

Viajei no tempo e voltei à minha adolescência com Harry Potter and the Cursed Child, tal como aconteceu com os livros de Rainbow Rowel. Voltei a sentir os sentimentos da adolescência e a lembrar-me dos velhos tempo.

Assim como recordei o início dos meus primórdios de leitora no mundo de Jane Austen com A Abadia de Northanger.

Desiludi-me com O Clube de Leitura de Jane Austen, mas para compensar percebi o grande homem que Tolsoi foi um dia e que ainda hoje deixa as suas marcas neste mundo.

Não li os 10 livros que desejava ler em 2016, talvez porque os preços deles estavam elevados ou mesmo porque não encontrei alguns deles. É impossível escolher este ano um único livro que adorei, pois este foi sem dúvida um ano de boas leituras. Uma ano de variadíssimas leituras que me completaram. Cresci com estes livros, viajei, voltei a sentir sentimentos que achava esquecidos no tempo e até nas minhas memórias remexi. 

Os livros têm este poder fantástico de nos fazerem sentir 1001 coisas e a verdade é que só espero que 2017 seja um ano tão bom em leituras como 2016.

E a vocês? Algum livro que deixou a marca este ano?

12 comentários

Comentar post

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec