Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

30
Jan15

Bye-bye Janeiro!

 (Imagem retirada da Internet)

 

Sinto-me como o tempo lá fora, de rastos! Tal como o vento lá fora abana as árvores, o mês de Janeiro abanou-me de forma intensa. A chuva que não pára de cair lá fora, foi semelhante aos acontecimentos constantes do mês de Janeiro. Desde perder cartões de multibanco, chatices no trabalho até ao falecimento de um familiar próximo. Que mês, que derrota que ele me deu. Se a 6 de Janeiro já escrevia 'Querido 2015, é bom que as tuas partidas terminem já, senão isto não vai correr muito bem!', imaginem agora as 'pragas' que lhe rogo no penúltimo dia do mês. Sinto-me terrivelmente cansada, com uma falta de paciência incrível para as pequenas coisas e até para as conversas banais. Até o meu sono já anda alterado (acreditem que para tal acontecer é porque a coisa está mesmo preta). Tenho tentado manter o positivismo, tentado relaxar com aqueles pequenos prazeres da vida, mas não tem sido fácil. Ando tensa, e só dou por isso quando já estou com dores musculares no pescoço ou quando já respondo torto a alguém que não merece. Janeiro foi realmente arrebatador, espetou-me com o nariz no chão, mas prometo-me no próximo mês levantar-me e voltar a ganhar força (ainda mais).

Ah, mas houve uma coisinha maravilhosa em Janeiro, o belo do meu novo sobrinho que deixa a tia completamente babada e já cumpri com um dos meus objectivos do ano, 30 dias sem facebook!

Vá, bye-bye Janeiro, vai e traz um Fevereiro bem mais meiguinho para Just que até merece!

 

P.S.: 2015 - 1 vs Just - 0

29
Jan15

A Teoria de Tudo

(Imagem retirada da Internet)

 

E continuo a ver filmes nomeados para os Óscares, este foi mais um, 'A Teoria de Tudo'. Tinha um certo receio quanto ao filme, achava que iria conter demasiada informação cientifica e que pouco ou nada ia conseguir perceber, pois enganei-me. O filme retrata unicamente a vida de Stephen Hawking, não só a profissional e cientista, mas a nível pessoal. Nada tenho a acrescentar de negativo sobre o filme, pois considerei-o fantástico. Tudo o que é cientifico passou-me completamente ao lado, porque por muito que tente compreender física e transformar o mundo em números, sou um zero à esquerda, coisas demasiadamente abstractas para a minha mente.

Os actores foram fantásticos e, se já o referi em 'O Jogo da Imitação', agora tendo realmente para o prémio de melhor para o actor Eddie Redmayne. Mas que coragem representar uma doença tão grave, com a qual já me deparei nos meus casos clínicos. Que coragem e que boa representação de uma doença tão devastadora quanto a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). Que excelente representação das dificuldades desta doença fatal e da forma gradual como esta começa a impossibilitar a autonomia. Mas que excelente actor! Nem quero imaginar as dificuldades e até dores que deve o actor ter passado para conseguir mostrar, da forma mais fiel possível, a verdadeira luta contra a ELA.

Quanto à história, não sabia absolutamente nada sobre a vida de Stephen Hawking, sabia que tinha ELA (pois em todas as aulas de neurologia o seu caso era apresentado), mas nem sequer fazia a ideia de que alguma vez tinha tido filhos, quanto mais casado. Conhecia vagamente a sua teoria das aulas de Física do secundário e que era mundialmente reconhecido nessa matéria. No entanto, a nível pessoal nada sabia e apenas tenho a dizer: Que grande homem e que grande mulher que ele teve. O filme deixou-me a pensar sobre a coragem perante as doenças, sobre o amor contra todos os infortúnios da vida, sobre a força de vontade em continuar a ser alguém e principalmente, sobre como continuar a vencer com todas as adversidades. É incrível como uma doença com uma pequena probabilidade de sobrevivência deixou este homem viver tantos anos, incrível como o amor fez com que aquela mulher deixasse de olhar para os outros e apenas seguisse os seus sentimentos. É difícil explicar tudo o que este filme me deixou a pensar, mas acho fantástica toda a sua história e toda a sua veracidade.

Um excelente filme em que nada mais do que eu possa acrescentar irá aumentar o seu valor.

 

27
Jan15

Hoje apetece-me... #8

Começar um livro novo para esquecer o dia de hoje.

Agradecer-vos pelas palavras meigas e cheias de força para aguentar os últimos acontecimentos. Nem imaginam o aconchego que me deram no coração.

Uma chávena de coragem para amanhã voltar ao trabalho e com chá para aconchegar nesta noite fria.

A manta para aumentar o aconchego e aquecer-me os pés que ainda estão gelados.

 

O que hoje preciso é simplesmente de aconchego, do coração e da alma.

 

 

 

Pág. 1/6

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec