Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

28
Jan14

1º Emprego ✔ Venha o 2º

(Imagem retirada da Internet)
Mais uma vez, a minha vida deu uma reviravolta, o que parecia ser certo para 12 meses, durou apenas os últimos 4 meses. Adorava o que fazia, o ambiente de trabalho era mesmo muito bom, mas... Tinha de existir um 'mas'. Mas as condições de trabalho e a falta de ordenado atempadamente eram terríveis. Durante os últimos 4 meses estive com a promessa de estágio profissional, falava e voltava a falar com o patrão e ele sempre a dizer que estava a tratar do assunto, ia recebendo o meu ordenado, em três ou quatro prestações, mas lá ia recebendo. Comecei a averiguar a situação, e em contactos compreendi que ele não tinha direito a meter pessoal através de estágio profissional devido a dívidas e que os meus papeis, como é óbvio, nunca tinham sido metidos. Continuei a fazer o meu papel de ingénua, a perguntar-lhe pelo estágio e o senhor sempre a dizer que estava a tratar do assunto. Para comigo própria, durante o mês de Dezembro, tomei uma decisão, se até ao final do mês de Fevereiro não tivesse os papeis do estágio ou um contrato vinha-me embora.
Sempre fui contra a esses patrões que têm o pessoal ilegal, sempre me enervou esse tipo de coisas e tive que optar entre os meus valores e o salário que entrava sempre às pinguinhas. Sei que o dinheiro é importante, mas se iria compactuar com as ilegalidades logo no meu início de carreira em que as únicas despesas que tinha era as do carro e as minhas coisas, como seria no meu futuro? Teria de compactuar com tais coisas para o resto da minha vida, pois espero um dia ter uma casa e um carro para pagar. Então no fim de Dezembro a minha decisão estava mais do que tomada, se viesse para o desemprego viria.
Ora a coisa desenrolou-se muito mais rapidamente do que estava à espera, durante o mês de Janeiro surgiu uma inspeção no trabalho. E quem estava lá ilegal? Eu, mas é claro! Lá respondi, com a verdade, a uma série de questões e foi então que a minha decisão foi reforçada. Em aconselhamento com o Centro de Emprego e a Segurança Social apercebi-me que a minha decisão tinha de ser levada para a frente o mais rápido possível, para não perder o direito ao estágio profissional. Concluindo, na sexta-feira enchi-me de toda a coragem que tinha e, apesar de ter ficado vermelha, roxa e amarela do nervosismo, tive uma conversa com o meu patrão, chamando-o à atenção da falta de sinceridade que senti, e despedi-me.
Pensando bem, será que nunca tendo estado oficialmente empregada me encontro desempregada? Oh, pouco me importa questões de semântica. A verdade é que o meu primeiro emprego termina esta semana e para a semana volto a ser uma desempregada.
Vai tudo recomeçar da estaca zero, mas sinto que tenho mais força do que alguma vez tive. Por isso, mais uma Terapeuta da Fala à procura de trabalho LEGAL.

 

13 comentários

Comentar post

Inspiração do Mês

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Segue-me ainda em...


Justsmile91's book recommendations, liked quotes, book clubs, book trivia, book lists (read shelf)

Nas páginas de...

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Justsmile91 has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide

Parcerias

Emprego em Portugal estudoemcasa-mrec