Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

Seg | 11.09.17

Como nos afastarmos do que faz mal?

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)          Há alguns anos era uma mulher diferente. Consequência da imaturidade, consequência de tentar agradar a todos, consequência de tentar ser sempre agradável, consequência da pouco auto-estima e até da falta de prioridades na minha vida. Um dia, cansada de ser calcada pelos outros que queriam subir às minhas custas, cansada de sentir a culpa em (...)
Seg | 21.08.17

Quando falo em casamento, falam-me em divórcio

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)   "- Vais casar?  - Sim vou, no próximo ano. - Ah que bom! Pena depois tantos casamentos darem em divórcio."   Não foi a primeira. Não foi a segunda e nem a terceira vez que me fizeram um comentário destes. Aposto com vocês que até ao casamento ainda ouvirei mais vezes este tipo de comentário. Ultimamente têm-me perguntado se realmente vou casar, (...)
Ter | 13.06.17

E depois do fim de um blog?

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)   Já ando por estes lados há uns quantos anos e fui-me apercebendo que os meus blogs preferidos são aqueles que me fazem conhecer alguém, sem realmente conhecer essa pessoa (M.J. inspiraste-me para este post). Não sigo, nem tenho muita paciência para ler reviews (a não ser que sejam de filmes e livros) de cosmética e de (...)
Qui | 02.03.17

Do desapego

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)   Tenho dado por mim, várias vezes, a pensar no desapego. No desapego das coisas, no desapego das pessoas e dos problemas. Tenho dado cada, vez mais, por mim a pensar que já me desapeguei de tanta coisa e com isso só me sinto mais leve. Desapeguei-me de pessoas que foram amigas e que só me transmitiam energias negativas. Só se queixavam da vida, com (...)
Sex | 22.07.16

Há entrevistas esquisitas

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)   A última entrevista que tive, apesar de ter sido a que me deu o presente emprego, foi das mais invasoras em que participei. Tinha ido a uma primeira entrevista, em que fui apanhada desprevenida para escrever e falar em inglês, mas na qual me senti super bem e a qual se tornou numa das melhores entrevistas que tive até (...)