Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

Qui | 14.09.17

Os primeiros passos no Minimalismo

Just_Smile
      Desde que me dediquei a ler, a interessar-me e a envolver-me pelo minimalismo que tenho sentido que criei à minha volta uma pequena bolha das coisas que me fazem bem. Tenho conseguido pensar nas coisas com mais clareza, mais tranquilidade e até tenho sentido uma paz interior que me preenche de felicidade. Eu, tão céptica como sou, tenho-me deixado envolver por um 'rótulo' que me tem trazido, aos bocadinhos, uma qualidade de vida melhor. Impressiono-me como é que coisas tão (...)
Seg | 11.09.17

Como nos afastarmos do que faz mal?

Just_Smile
(Imagem retirada daqui)          Há alguns anos era uma mulher diferente. Consequência da imaturidade, consequência de tentar agradar a todos, consequência de tentar ser sempre agradável, consequência da pouco auto-estima e até da falta de prioridades na minha vida. Um dia, cansada de ser calcada pelos outros que queriam subir às minhas custas, cansada de sentir a culpa em (...)
Qui | 07.09.17

Desejos para a Feira do Livro

Just_Smile
        A Feira do Livro do Porto começou no dia 1 de Setembro e há quase um mês que ando a pensar nos livros que quero procurar. É um dos meus programas preferidos de fim-de-semana. Adoro ir com Ele perder-me no meio das Editoras e Alfabarrabistas em busca dos livros perfeitos. Adoro ver os títulos dos livros e partilhar com Ele os mais absurdos. Adoro vê-lo por ali perdido a ver alguns livros, que nunca chega a comprar, mas em que se mostra interessado. Até gosto de o (...)
Ter | 05.09.17

Mudar, Crescer, Transformar

Just_Smile
"Se nunca mudares, nunca irás voar." (Imagem retirada daqui)         Não gosto de estagnar. Não gosto de não evoluir. Não gosto de não crescer. Não gosto de não me desenvolver. Gosto do oposto de tudo isto. Gosto de me desafiar. Gosto de tentar, mesmo que dê errado. Gosto de, nas pequenas coisas, tentar fazer a mudança. Gosto de me ver modificar, de ver quem já fui e o quanto (...)
Seg | 28.08.17

Vamos dar o nó #8 O vestido de noiva II

Just_Smile
      - Clementina? És mesmo tu? - questionou a costeira do outro lado da rua enquanto ainda estacionava o carro. Não, a observação não era para mim, era para a minha mãe, cuja costureira tinha feito o primeiro vestido de noiva há quase quarenta anos. - Como me podia esquecer de ti? Foste a primeira cliente depois de ter começado a trabalhar por conta própria, depois vieram as tuas irmãs. E como estão elas? E como está a tua sobrinha?       Como já tinha partilhado com (...)