Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Seg | 11.12.17

Querido Pai Natal,

      Este ano venho agradecer-te. Mais do que pedir, venho agradecer-te muito, pois muitos dos desejos que pedi em 2016 foram realmente concretizados. Este foi um ano de muita coisa boa, muito trabalho e saúde. Foi um ano em que vi o tempo desaparecer, mas que também vi muita coisa a acontecer, o que apenas posso agradecer. Agradeço tudo o que me deste, a força, a persistência, a vontade de continuar a lutar. Agradeço também tudo aquilo que tens dado aos meus. Foi um ano que voou, que vi desaparecer rapidamente, mas que me enche o coração de alegria ao olhar para trás.

      Foi um ano que vi os meus sobrinhos crescerem e que, apesar de alguns percalços, os vi sorrir muitas vezes. Os três Ds (já disse que os meus três sobrinhos têm o nome começado por D?) cresceram imenso, estão mais independentes, ainda mais amorosos e estão tão inteligentes que até nos faz confusão. Estão numa altura engraçadíssima, em que as respostas nos deixam de boca aberta, mas é a altura mais divertida para brincar com eles. Por isso agradeço por lhes teres concedido estes sorrisos, esta boa disposição e a saúde que um deles tanto precisava. Para este ano o mais velho pede o Mauzão, o do meio o Batman e o mais novo um Comboio, já sabem bem o que querem e são crianças bastante decididas, ainda assim volto a pedir-te saúde e alegria para eles. São bons meninos e portam-se realmente bem, faz-lhes esse favor!

      No ano passado pedi-te um emprego novo para a minha irmã e a casa que ela tanto procura, pois bem, não lhe concedeste os dois pedidos mas pelo menos um sim e por isso te agradeço. Finalmente conseguiu um emprego melhor, longe de gente maluca. Tem uns horários melhorzinhos, tem finalmente um contrato e continua a trabalhar na área que ela tanto gosta. Sei que a mudança não lhe foi fácil, que estava reticente e receosa, mas fiquei tão feliz por ela como se fosse para mim. A mudança que ela tanto precisava na vida já começou e tenho a certeza que mais tarde ou mais cedo a solução para a casa será encontrada. Para 2018 dá-lhe o empurrãozinho que ela tanto precisa para conseguir encontrar a casa dos seus sonhos.

       O meu irmão acho que finalmente o puseste num bom caminho. Os meus sobrinhos já dormem mais, finalmente lhes concedeste este desejo e tudo tem andado melhor. O humor melhorou, a boa disposição também e até a escola onde ele agora foi colocado deixou-o mais contente. Este foi um ano de coisas boas para ele e apenas peço que lhe continues a dar o teu bom ar de graça com as coisas boas.

      Os meus pais este ano viram a vida mudar. Finalmente estão leves, levezinhos. Finalmente andam com um sorriso no rosto, ansiosos pelo casamento (penso que até mais que eu própria) e felizes da vida. Nota-se já o cansaço dos 60s, nota-se que a saúde já não é de ferro como foi em outros tempos, mas parecem-me mais felizes. Os netos, o peso que lhes saiu das costas e a mãe em casa fizeram realmente milagres. Para o próximo ano apenas peço que lhes dês saúde, juízo (que andam os dois a precisar) e muita sorte, porque essa também é preciso pedir e eles precisam dela.

     Para mim este ano conseguiste realmente dar-me mais um bocadinho de paciência, mesmo que ela às vezes tenha falhado, e deste-me ainda mais trabalho o que apenas tenho a agradecer. Finalmente não estive desempregada e nem Ele, algo inédito para estes lados. Finalmente conseguimos dar passos na nossa vida, compramos um terreno, ficamos noivos e andamos a preparar a nossa vida a dois. Ele com bastante trabalho, eu com mais ainda, mas também mais felizes. É verdade que nem sempre foi fácil, que nem sempre sorri e que existiram algumas lágrimas, mas caramba este ano vi mesmo a minha vida andar para a frente! Obrigada querido Pai Natal, obrigada por finalmente me teres concedido aquilo que há tantos anos desejava! Para 2018 não te peço muito, que o trabalho continue a existir (voltar à minha área é um sonho, mas vá nem te peço sonhos impossíveis), que o casamento seja realmente o nosso dia perfeito, que a decisão da casa seja a mais acertada e que continuemos felizes, ainda mais do que somos agora. Obrigada por todas as lições que me deste em 2017, obrigada por todos estes desejos concedidos, obrigada do fundo do coração! Agora vê lá senão te esqueces de mim em 2018!

 

P.S.: Pai Natal, os livros já estão a falhar na estante e o chocolate nunca há de ser demais!

8 comentários

Comentar post