Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Seg | 07.12.15

Querido Pai Natal,

 

Este ano estou um bocadinho desiludida contigo. Os pedidos do ano passado não foram realizados bem como imaginava. Ele só teve o emprego já depois de meio do ano, eu fiquei desempregada e o novo emprego teima em não surgir. Os meus pais não estiveram nada folgados este ano, principalmente com o falecimento dos dois avós paternos. O meu irmão e a minha cunhada continuam a dormir mal, que o sobrinho mais novo teima em não dormir durante a noite (e até durante o dia). A minha irmã, foi a única a quem concretizaste o desejo, o rapaz nasceu em Janeiro e lá nisso foste, minimamente, compreensivo.

Não sei porquê Pai Natal, mas este ano não foste muito meu amigo e eu que até acho que tenho sido uma boa menina e não pedi assim tanta coisa em 2014! Ainda assim, depois deste ano 'pesado' venho-te pedir umas coisinhas para me aliviares as costas. Nada material, apenas emocional e profissional, que isto está escasso para estes lados. A paciência voltou a ficar escassa como em 2012, o cansaço psicológico também, por isso os meus pedidos serão mais nessas áreas.

Para os pais, serenidade, calma e paz no trabalho. Tanto um como o outro estão mesmo a pesar e a idade já se começa a notar. Os cabelos ficaram mais brancos este ano, os dois mais magros e a teimosia para irem aos médicos aumentou consideravelmente. Estão ambos a precisar de tranquilidade e felicidade, sei que os netos lhes trazem isso, mas dá-lhes uma dose extra que estão mesmo a precisar.

Para a irmã e o cunhado, melhores oportunidades. O emprego dela que fique mais amigável e ele que consiga aquela tão desejada oportunidade. Para o sobrinho/afilhado muiiiita saúde, que aqueles pequenos problemas lhe desapareçam e que continue tão fofinho como já é.

Para o irmão, cunhada e sobrinhos, volto a pedir horas de sono. Estão todos a precisar, do mais velho ao mais novo, e já que lhes esqueceste de oferecer isso no ano passado, dá-lhes com juros:

Para Ele, por favor, renova-lhe o contrato no fim deste. O homem já anda a pensar no assunto e ainda estamos só em Dezembro, dá-lhe pelo menos essa felicidade, já que 2014 não foi definitivamente o melhor ano para Ele (também).

Para mim, um EMPREGO. Preciso de paciência, mas prefiro o EMPREGO. Não te peço mais nada e nem exijo que seja na minha área, mas por favor, isto de estar desempregada tem sido terrível e sinto os meus neurónios a queimarem-se por falta de utilização. Por último, peço que me deixes avançar na vida, crescer como tanto desejo pessoal e profissionalmente. E para isso só preciso mesmo de um emprego.

Vê bem Pai Natal que em 2015 nem fui muito pedinchas, apesar de teres sido mauzinho comigo, por isso tenta lá meteres as tuas cunhas para me concretizares estes meus desejos.

Ah e já agora, obrigada pelos pequenos momentos de felicidade que me proporcionaste em 2015. Foram pequenos, mas que me irei agarrar a eles para lembrar mais tarde este ano tão difícil.

Beijinhos, Just Smile

 

P.S.: Vigens e livros vêm sempre também a calhar!

 

20 comentários

Comentar post