Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Dom | 12.07.15

Por ti, resistirei (12/15)

(Imagem retirada da Internet)

 

As histórias da Segunda Guerra Mundial têm andado em voga por estes lados e desta vez foi de um autor português, Júlio Magalhães. Foi a primeira vez que li um livro dele e apesar de gostar da história e do enredo, não apreciei muito a escrita. Achei uma escrita demasiado terra-à-terra, não havendo uma margem de erro para a imaginação e divagação do leitor. Uma escrita concisa e de fácil leitura, mas no entanto demasiado 'apressada' para o meu gosto, parecia que faltavam pequenos pedaços de história e encanto ao longo do enredo.

Apesar de tudo foi um livro que me enquadrou melhor na participação de Portugal na Segunda Grande Guerra, algo que apenas tinha conhecimento das aulas de história e não dos livros que me tinham passado pelas mãos. Levantou-me algumas questões sobre a nossa ditadura e quais as vantagens e desvantagens de termos ficado quietinhos no nosso canto. Acabei por ganhar uma enorme simpatia para com Carlos que foi sempre manipulado pelo pai, por uma mentalidade mesquinha e egocêntrica. Gostei de Nicole a francesa que enfrentou a guerra de frente e que nunca quis fugir dela.

Um livro leve, simples e que valeu a pena ler, apenas não me conquistou totalmente o coração e a mente.

 

"- Se tenho de desobedecer, prefiro que seja a uma ordem dos homens do que a uma ordem de Deus!"

1 comentário

Comentar post