Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Sab | 03.09.16

Perdi-me ali, na Feira do Livro do Porto

a.jpg

(Imagens de Just Smile)

 

 

Hoje dei por mim como uma criança na manhã de natal, ou como uma criança que entra na loja da Disney e nem sabe para que lado se virar (ou essa serei eu na mesma?). Assim que atravessei os portões dos Jardins do Palácio de Cristal senti um nervoso miudinho apoderar-se de mim, com uma espécie de excitação que me caracteriza de cada vez que vou à caça de livros. Já me cheirava a livros, o que não imaginava é que tivesse tanta gente. Ele só me dizia 'Pareces uma criancinha' e era assim que me sentia, como sempre me sinto na feira do livro. Ele lá fez o frete e fez-me a vontade de irmos ver livros, livros e mais livros e ainda fez-me o favor de carregar aqueles que eu ia adquirindo, isto para eu ter a possibilidade de acariciar e mexer em mais livros ainda.

Hoje ia com objectivos definidos, fui tentar cruzar-me com alguns dos livros que andava a namorar (aqui), não consegui todos os que queria mas tentei aproveitar ao máximo as promoções. O problema da feira do livro? Nem sempre tem as melhores promoções, nem sempre os preços são muito apelativos e os que estão a 5€ têm capas, títulos ou histórias muito pouco atractivos, ou ainda parecem ter sido atropelados por um camião. Fui meticulosa, tentei procurar aquilo que tinha em mente, mas sem deixar de dar uma vista de olhos às promoções e àqueles que me saltavam à vista. Apaixonei-me pela capa, pela sinopse e pelo preço do primeiro. Ao não encontrar 'As mulherzinhas' que tanto tenho procurado, substitui pel'O retrato de Dorian Gray'. Cruzei-me com o primeiro livro de Joel Dicker, mas considerei que não tinha promoção nenhuma e por isso deixei-o pousado, o mesmo não posso dizer d'A trilogia da Neblina' que estava como livro do dia num stand e com um preço muito acessível. Assim como o livro 'Anexos'. 

Achei que este ano a feira tinha livros mais acessíveis, promoções mais apelativas e apesar de maior, não a achei mais que o normal. Gostei do ambiente, como sempre, e principalmente da paisagem que nos proporciona sobre o Rio Douro. Adorei os livros que trouxe e pareço uma criancinha feliz com os brinquedos novos. O problema? É nunca poder trazer todos os livros que desejo, Ele matava-me e o meu orçamento explodia com a escala.

Fui ali perder-me um bocadinho na Feira do Livro do Porto e adorei!

16 comentários

Comentar post