Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Seg | 05.02.18

O dia em que a Just...

(Imagem retirada daqui)

 

Foi convidada para ir à televisão por causa do blog.

 

       O blog tem dado uma volta à minha vida que nunca teria imaginado há dez anos atrás. Em dez anos as visitas aumentaram, os destaques foram surgindo um atrás do outro, as pesquisas no Google surgem com o meu nome, fiz amizades e até fui convidada para ir à televisão. É verdade, aqui há alguns dias a Just recebeu um email a convidá-la para participar num programa televisivo da tarde devido a um post escrito neste mesmo espaço. Admito que a surpresa foi muita, nunca na minha vida esperaria um convite para a televisão devido a algo que escrevi, quanto mais que escrevi há alguns anos. Primeiro foi a surpresa, depois a dúvida e por fim a decisão. Apesar de ter parado para pensar dois minutos em qual seria a minha resposta, a verdade é que ela veio natural e rapidamente, "Não obrigada". A resposta poderá ter sido negativa, mas em mim estava o entusiasmo de um convite tão aliciante, de uma verdadeira surpresa na minha vida que nunca tinha passado pela minha cabeça em surgir. Foi quando comecei a partilhar com a família e alguns amigos próximos a novidade que a dúvida surgiu, não em mim, mas neles.

       "- E não aceitaste porquê?" - questionavam todos ao saber a minha resposta.

      "- Porque o blog é anónimo." - e logo de seguida dava-se início a uma onda de argumentação sobre o porquê de permanecer o blog em anónimo, o que significa ser anónimo e o porquê da minha necessidade em manter este blog num canto da Just Smile e não da pessoa que trabalha como administrativa, que vai casar, que é terapeuta, no fundo a pessoa que sou no mundo real.

      "- Não consigo perceber! Ias promover o teu blog e até poderias começar a ganhar dinheiro e a receber patrocínios!" - e foi aqui que me deu o flash e que compreendi, nunca ninguém irá perceber o porquê de eu continuar a querer manter este blog anónimo. Compreendi que do outro lado todos acharam a minha atitude um quanto ou tanto absurda, que decidi perder uma oportunidade de melhorar o meu futuro e de realmente mostrar aquilo que gosto de fazer para me manter em anonimato. Contudo, eu não consigo ver assim.

       Algures no tempo deste blog escrevi precisamente sobre esta temática do anonimato, em como gosto de ser só a Just Smile. Eu sei que durante estes anos algumas pessoas foram descobrindo este espaço, que ao nome já conseguem associar um rosto, no entanto essa percentagem é tão reduzida que continuo a ter algum à-vontade em escrever sobre o que penso por estes lados. É verdade que já me controlo um bocadinho nas temáticas, sobre pormenores da minha vida, mas ainda assim consigo ter o prazer de escrever neste espaço. Os quinze minutos de fama que alcançaria ao ir à televisão não são suficientemente aliciantes para perder o que construi por estes lados. Não é suficiente para ter de aprender a controlar a 100% as minhas ideias, as minhas palavras e as minhas partilhas. Este blog não nasceu com o intuito do sucesso, do lucro financeiro, nasceu apenas para cumprir a minha vontade de escrever e de desabafar. É verdade que cresceu e isso faz-me muito feliz, faz-me sentir concretizada e isso é-me suficiente, pelo menos para já. Os quinze minutos de fama não são suficientemente aliciantes para perder toda a liberdade que tenho por aqui e pouca gente percebe isso. Poucos percebem o proveito que consigo tirar de algo que faço voluntariamente, sem qualquer retorno financeiro, sem qualquer objectivo maior ou sem segundas intenções. Muitos são os que me acham de louca por perder tal oportunidade, mas tenho a certeza que vocês, bloggers que me lêem compreendem, certo?

       Apesar da resposta ser negativa, continuo orgulhosa de como este blog cresceu nos últimos anos, como eu cresci com este blog.

43 comentários

Comentar post

Pág. 1/2