Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Sex | 29.09.17

Inspirações e Resumo de Setembro

Inspirações e resumo de....jpg

      Setembro foi um mês de colocar desafios a mim mesma. Comprometi-me a estar uma semana sem comer porcarias, uma semana sem ter acesso ao Facebook e até quis criar o novo hábito de me levantar ao primeiro toque do despertador. Foi também o mês de me comprometer a voltar a fazer exercício, a avançar com a definição de obras para a nossa casa e até a encontrar padre. Cumpri com todos os desafios, mas não da forma que esperava (aqui estão as minhas propostas para Setembro).

 

      1º Uma semana sem Facebook este foi o desafio de mais fácil concretização. Desliguei a minha aplicação do Facebook no telemóvel e no computador e apenas Ele me mantinha a par das novidades. Não senti necessidade de ir ver fosse o que fosse, mas dei por mim, inconscientemente, a carregar no icon do Facebook de cada vez que ia ao telemóvel. Desde que cumpri a semana sem Facebook que tenho cada vez menos vontade de lá ir, tenho-me mantido afastada e até pouca coisa tenho colocado na página.

 

      Uma semana sem porcarias, ora este foi um desafio concretizado, mas não da forma que esperava. Fiquei doente logo no segundo dia e a nível intestinal fiquei completamente desregulada. A dieta longe de porcarias veio mais por obrigação do que por uma tentativa de me superar a mim mesma e de me testar. A semana sem porcarias passou de uma a duas e não dei pela falta de nada, talvez porque também estava doente. No entanto, consegui adquirir um novo hábito, levar fruta para o trabalho. Normalmente comia só fruta ao almoço e ao jantar e obriguei-me a levar um lanche mais saudável. Agora no final do mês, dei por mim a levar todos os dias uma peça de fruta a acompanhar o meu sumo de fruta (que ainda não consegui encontrar uma melhor alternativa) e um pão com compota caseira, queijo ou fiambre. Apesar de tudo, continuei sem tocar em refrigerantes ao longo da semana e, até ao fim-de-semana agora pouca vontade de beber tenho, o pacote de açúcar no café continua a diminuir gradualmente. O único se deste desafio? Não consegui comprová-lo numa semana de saúde normal, por isso espero repeti-lo em breve.

 

      3º 21 dias a acordar ao primeiro despertador, Ok, eu admito, este era um desafio que não sabia muito bem como ia correr. O primeiro dia foi simplesmente terrível, precisei de uma grua para sair da cama. No segundo dia já fui capaz de me levantar ao primeiro despertador, mas não reparei em nenhuma melhoria significativa na minha manhã. No terceiro dia lá me voltei a levantar ao primeiro toque do despertador e não me senti melhor por nisso. Depois no quarto, quinto e sexto dia apercebi-me que levantar ao primeiro toque do despertador não fazia nada de bom por mim. Não acordava com mais energia, como li muitas vezes, não acordava com mais disposição e a minha rotina matinal mantinha-se a mesma. Ao fim de uma semana achei que não valia a pena levantar-me ao primeiro despertador, os dias começaram a ficar mais frios e aqueles cinco minutos a mais sabiam-me melhor do que levantar imediatamente. Compreendi então que esta rotina não é para toda a gente e que me fazia melhor ficar mais cinco minutos na cama do que propriamente levantar-me mais cedo. Por isso levantar ao primeiro despertador dá mais energia? Para mim é simplesmente um mito.

 

      Voltar à piscina e à ioga, este foi o ponto que não consegui concretizar. A primeira semana do mês foi a que estive doente e nem me arrisquei a fazer exercício devido à sensação de atropelamento que tinha no corpo. Na segunda semana fui à piscina e fiquei extremamente desiludida comigo própria, para quem fazia 7 piscinas seguidas apenas consegui fazer 2, além de que a ioga ainda não tinha começado no ginásio. A terceira e quarta semana tiveram de ser dedicadas à política (ainda penso como é que fui parar a estas andanças!), não me dando espaço para mais nada. 

 

       Setembro teve a concretização de muita coisa, mas a vida deu-me as voltas e não consegui fazer nada como tinha imaginado. Ainda assim senti-me concretizada em vários aspectos e aprendi que aquilo que é adequado para os outros nem sempre é para nós. Apesar de não termos encontrado o padre que desejavamos, conseguimos orientar as coisas para iniciarmos os nossos convites para o casamento. Apesar de não termos ainda propostas de orçamento para as nossas obras estamos à espera delas. E até já definimos ponto por ponto o que precisamos de fazer. Contudo, outras coisas boas aconteceram em Setembro que me inspiraram.

      Em Setembro decidi começar a ter mais atenção aos rótulos dos produtos que uso e comecei a optar por produtos à base de plantas naturais. Ao ler outros blogs apercebi-me dos químicos que introduzimos no nosso corpo e comecei a estar mais atenta a esse aspecto da minha vida. Experimentei o desodorizante à base de bicarbonato de sódio e comprei um gel intimo 100% natural. Até Dezembro tenho o desejo de mudar todos os meus produtos de higiene e cuidado pessoal para produtos naturais.

      Continuei a ler blogs sobre minimalismo e a deixar-me envolver por esta nova temática. Inspirei-me em alguns posts para dar uma volta na minha vida e comecei a procurar mais a paz interior. Me and Orla foi um dos blogs que mais me inspirou ao longo deste mês pela sua simplicidade. 

Sem Título.png

 

      E é também em Setembro que cumprirei com um dos meus objectivos de 2017 ao fazer um Workshop de culinária. Há muito que o desejava e em setembro decidi tomar esta iniciativa. Escolhi algo que me irá dar muito jetio e aproveitar para melhorar as minhas capacidades culinárias, que apesar de não serem más, também não são as melhores. Fiquei entusiasmada com o workshop e com o facto de finalmente ter concretizado este objectivo que há tanto ansiava. Amanhã, dia 30 lá estarei para aprender umas receitas novas.

 

      Setembro foi um mês com muito trabalho, pouco tempo livre e com muita coisa para fazer, mesmo assim posso dizer que foi um bom mês, pois soube organizar-me e gerir o meu tempo. Este foi também um mês de aprender a poupar nas compras de roupa e na Feira do Livro. Foi um mês de consciencialização das mudanças que preciso e que tenho feito na minha vida, com momentos de reflexão e instrospeção. Foi até o mês de reorganizar o meu armário e de substituir algumas peças de roupa. Setembro, apesar de tudo, foi um bom mês. Um mês de experiências, de novas aventuras e de novas concretizações. De crescimento pessoal, de decisões e de novas tentativas de crescer.

      Setembro foi realmente um mês de aprendizagens, posso não ter ido para a escola, mas sem dúvida que aprendi muito!

18 comentários

Comentar post