Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Sex | 02.06.17

Em que mundo vivemos?

(Imagem retirada daqui)

 

- Sabes qual é o teu problema? Seres demasiado simpática. - disse-me alguém um dia destes.

- Sabes o que me disseram hoje? - questionou-me Ele também um dia destes. - Que tenho de deixar de ser tão cordial.

 

E a minha questão prende-se apenas com um aspecto, desde quando é que ser-se simpático, ser-se educado e cordial é um defeito?

Eu e Ele temos andado envolvidos em mil e quinhentas coisas ao mesmo tempo, trabalho que parece não ter fim, preparativos do casamento que parecem nunca mais desenvolver (ou pelo menos termos paciência para o fazer) e até as obras, já para não referir um problema que tivemos em mãos. Ao desabafar sobre isto ou aquilo, seja na vida pessoal ou na vida profissional, a verdade é que têm comentado que ser demasiado 'cordial' pode ser um defeito. Apesar de ficar, um tanto ou quanto, indignada, eu percebo aonde queriam chegar essas pessoas ao apontarem-nos esse aspecto. Mas o que realmente me preocupa é como é que isso, nos dias que correm, é visto como um problema para a resolução de determinadas situações e de diferentes contextos. 

Desde quando é que ser-se educado é um problema? Questiono-me então, se na selva em que vivemos hoje em dia ser educado é uma raridade, um defeito, um impedimento na resolução de problemas. Será que todos os valores que a minha mãe me ensinou têm de ser descartados e modificados?

Assusta-me viver num mundo em que a educação, a seriedade, a cordialidade e a simpatia podem ser um problema e não uma solução. Mas afinal que mundo é este?

 

P.S.: Verdade seja dita, quando deixamos de ser simpáticos os problemas pareceram resolver-se, tenha sido no meio profissional como no pessoal.

 

22 comentários

Comentar post