Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Sex | 20.05.16

Da Blogosfera para a realidade

(Imagem retirada daqui)

 

Há já oito anos que faço parte deste mundo virtual (está visto que me esqueci de mais um aniversário deste cantinho, mas já passou!) e acompanhei muita coisa, muitas pessoas queridas por aqui passaram. Umas desapareceram sem deixarem rasto e outras acabaram por aos pouquinhos entrarem na minha vida, para além da virtual para a pessoal, algo que para mim era inimaginável. Durante muitos anos este cantinho era apenas um depósito de pensamentos, vivências e sentimentos. Tive sempre comentadoras que me ajudaram em alturas difíceis da vida e outras que comigo felicitaram mais uma conquista. Houve sempre alguém desse lado do ecrã que me acarinhou de uma forma ou de outra, o que nunca tinha pensado é que desse lado do ecrã fosse possível um dia ter essa pessoa deste lado. No lado real, sentada comigo numa esplanada a tomar café ou em constante troca de emails ou conversas instantâneas. A verdade é que apenas me apercebi que do mundo virtual as amizades que passam para a vida real são algo transformador para mim. Este mundo da blogosfera tem me ensinado tanto sobre a amizade e em ser eu própria com as pessoas, que nem eu sabia que até ao momento era algo de que precisava de aprender.

Em 2015 tive o prazer de conhecer a Magda, a Maria das Palavras e a MJ. Acabei por criar uma amizade com a Magda e é raro o dia que passe sem falar com ela, seja sobre livros, seja sobre parvoíces (sobretudo parvoíces), seja sobre coscuvilhices e más-línguas. Inicialmente a sensação foi estranha, como é que uma pessoa que apenas vi uma vez, de repente se tornou numa amiga presente (do outro lado do ecrã) e que me conhece melhor que algumas pessoas que convivem comigo há anos. Depois desta boa experiência, decidi arriscar um bocadinho mais à frente e lá marquei o café com a Mula e mais tarde com a Little. Todas as conversas que até agora transpareciam apenas através dos dedos foram tidas pessoalmente, com mais pormenores, com mais expressões e com mais humor, mas pessoalmente. A sensação inicial é estranha, como é que alguém que acabamos de conhecer pessoalmente sabe tanta coisa sobre nós e sobre a nossa forma de ser e pensar. Mas sabem a melhor parte? É tão bom podermos ser aquilo que transparecemos aqui. Temos a perfeita noção de que já aqui leram as coisas mais absurdas, o melhor e o pior de nós e ainda assim quiseram nos conhecer e dedicar um bocadinho do seu tempo a estarem connosco.

Neste momento, a blogosfera não só é um pedaço de mim, como também o consegui transportar para a vida real e isso é algo que só quem já experimentou consegue perceber.

A blogosfera dá-nos coisas fantásticas, não dá?

 

P.S.: Já para não falar dos mil e quinhentos emails que ultimamente me entram diariamente no email!

 

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2