Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Ter | 26.04.16

As memórias da última Queima ficam

(Imagem de Just Smile)

 

Apercebo-me agora, a poucos dias da serenata que finaliza o ano académico do Porto, que já faz três anos que dei os últimos passos na vida académica. As histórias daquela semana estão me na memória como se tivessem sido ontem. Lembro-me das lágrimas que me percorreram o rosto ao chegar já tarde a casa e ter uma leveza no corpo que nunca tinha antes experienciado. Recordo-me de todas as gargalhadas, de todos os goles na garrafa de vinho do Porto, de todas as bengaladas que me deram nos dedos em vez de na cartola e de toda a chuva que fez inchar os sapatos e a cartola. É impossível esquecer a sensação de concretização, do encerramento de um capítulo há muito desejado. Lembro-me de tudo isto e muito mais. Se há momentos que me fazem sentir que o tempo parou e que todas estas experiências foram ontem, há outros momentos em que parece que foi num passado tão longínquo como a terra do nunca. As personagens das histórias eram outras, algumas já nem parte da minha vida fazem, mas não estão esquecidas. Jamais serão esquecidas as pessoas que me proporcionaram bons momentos na minha última semana académica.

Hoje relembro-me tudo, de uma forma simples, cheia de momentos de felicidade e umas pontadinhas de nostalgia. Relembro-me porque a minha última afilhada de praxe (que por vezes passa por este cantinho) será no próximo fim-de-semana cartolada. Viverá durante a próxima semana as emoções que eu própria vivi há três anos. E agora penso, como o tempo passa rápido! A ela e a todos os finalistas apenas digo, despeçam-se da vida académica com boas recordações. Alcancem os vossos sonhos com um brinde à felicidade, um brinde às dificuldades superadas e um brinde à vossa força que vos fez percorrer o caminho até ao fim. Aos finalistas, deixem as responsabilidades de lado, esqueçam os trabalhos, os exames, os estágios que ainda faltam terminar. Sintam a liberdade das últimas festas académicas, aquela sensação de juventude eterna que parece acompanhar-vos e esqueçam a vergonha por uma semana. Metam conversa com a pessoa do lado que tem uma cartola de cor diferente da vossa. Aceitem beber aquele shot que não costumam aceitar. Assinem as fitas de todos e até daquelas pessoas que vos pendem, mas que vocês dispensavam. Brindem a vocês, aos que estiveram ao vosso lado e até aos que fizeram apenas parte do retrato. Saltem, dancem, cantem até a vos faltar a voz, porque a verdade é que esta semana jamais se irá repetir. Esqueçam a dor dos pés, o cansaço das pernas e as horas de sono perdido, pois serão todos esses momentos que vão guardar na memória para o resto da vida. São as dores não sentidas, é a voz que falhou e o sono que não ficou completo que vos dará a oportunidade de criarem histórias. A história de como foram felizes na vossa última semana académica.

Aproveitem os vossos últimos momentos como estudantes, pois esses nunca mais voltarão.

 

15 comentários

Comentar post