Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Seg | 01.02.16

As Brumas de Avalon: Volume 1 (3/25)

(Imagem retirada da Internet)

 

Já há muito, vá desde a Magda falou dezenas de vezes destes livros, que decidi ler esta saga. Sinceramente, não sabia bem o que me esperava. Tinha lido a sua opinião, alguns dias depois de comprar o primeiro volume li também a opinião de outra blogger e acabei por ficar bastante curiosa sobre As Brumas de Avalon. Aproveitei uma promoção da Wook e comprei apenas o primeiro volume com receio de não apreciar a escrita, ora erro meu, devia ter comprado logo a saga toda.

Apesar de ter demorado mais tempo do que o desejado a ler o livro, quando ele me agarrou nas suas páginas agarrou mesmo. Este livro levou-me muito mais além do mundo da fantasia, muito mais além das suas guerras e deusas. Este livro levou-me a pensar na minha religião (católica assumida, mas digamos que ligeiramente adaptado às minhas aprendizagens da vida), em como tudo me pareceu errado desde os princípios dos tempos. Sim, é um livro de fantasia, mas que mistura as suas verdades com um travo de algo inimaginável para o comum mortal.

O livro é fantástico e agora compreendo porque tanta gente é fã desta saga, acho que eu mesma acabei de me tornar numa dessas fãs. O livro fala do poder das mulheres no mundo, da Deusa na sua criação e nos destinos que Ingrid, Viviane, Morgaine e Morgause, a forma como as deusas a 'manipulam' para conseguir a paz entre religiões e dois mundos totalmente diferentes. A forma como as mulheres tomam conta de Avalon e tentam transmitir a paz, através da sua Deusa e do seu mundo, num mundo que ainda agora é tão dominado por homens, atraiu-me imenso. Mulheres poderosas, que tinham visões sobre o seu destino e o de Reis e Rainhas. Mas nem tudo é um mar de rosas, por vezes o destino não é o pretendido e os seus sentimentos e ideiais não estão de acordo com o que a Deusa lhes concedeu, a forma como elas têm de lidar com tudo isso transmite uma força enorme, de mulheres poderosas que apesar de tudo lutam por um destino e por um mundo de paz. Entregam-se a uma Deusa que lhes deu poderes, mas utilizam-nos unicamente em favor d'Ela e da sua vontade.

O livro terminou com Morgaine a abandonar Avalon, depois de a termos acompanhado desde a sua infância, para onde levará o seu destino? Não sei, mas estou ansiosa por uma nova promoção da Wook para adquirir os restantes livros.

 

"Muito simplesmente, quando se aproximou dele, soube que tinha descoberto uma parte perdida de si própria; com ele era inteira." 

10 comentários

Comentar post