Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Qui | 25.02.16

A sombra do vento (4/25)

(Imagem retirada da Internet)

 

Há já algum tempo que tinha este livro debaixo de olho. A Magda já tinha falado dele e com a ajuda da Nathy consegui comprar o livro em segunda mão no OLX em excelente estado e por um preço fantástico. Comecei então a ler o livro ao mesmo tempo que a Nathy e a M* e se demorei a ler os primeiros capítulos, devorei completamente os últimos. Além disso, a Pandora andou também a ler o livro ao mesmo tempo e até trocamos comentários sobre o mesmo.

O livro é simplesmente fantástico. De uma escrita leve e saborosa que me fez perder pelos recantos de Barcelona, cidade que tanto gosto, do meio do século XX. Foi uma viagem no tempo a uma Barcelona do início do século até aos seus meados, em que Daniel se apaixona por um livro e ao tentar descobrir mais sobre o seu autor se vê envolvido numa penumbra de mistérios e personagens que se envolvem em torno de um só nome, Júlian Carax. Haverá melhor maneira de nos envolvermos num livro que seja sobre livros? Se há não a conheço e talvez por isso me tenha perdido neste enredo, que prende o leitor até ao último parágrafo. Um livro com amor, paixão, mistério, morte, guerras e acima de tudo esperança e sonhos de um amor que ficou perdido no tempo. Não encontro um ponto negativo neste livro, não existiram momentos mortos e nunca me deu vontade de saltar páginas, muito pelo contrário. O seu fim trouxe-me uma sensação de vazio, com uma vontade enorme de continuar envolvida naquele enredo.

Um livro sugerido para todos vocês.

 

"O destino costuma estar ao virar da esquina. Como se fosse um gatuno, uma rameira ou um vendedor de lotaria: as suas três encarnações mais batidas. Mas o que não faz é visitas ao domicílio. É preciso ir atrás dele."

 

P.S.: Vejam também a opinião da Nathy e da M* sobre o livro.

21 comentários

Comentar post