Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Ter | 23.05.17

A Just voltou à Yoga!

(Imagem retirada daqui)

 

Aliás, se estivermos a ser muito sinceros eu não voltei à yoga, eu nunca parei foi com a yoga desde a primeira aula. A yoga tem sido um processo interessante para mim mesma e tem-se demonstrado mais agradável do que imaginava. Desde a primeira aula que insisti comigo mesma de que tinha de lá ir experimentar pelo menos mais duas vezes, que a yoga merecia uma primeira e segunda tentativa. E lá fui eu indo, todas as segundas-feiras depois do trabalho e não é que, surpreendentemente, dou por mim a começar a gostar da coisa? A yoga tem demonstrado ser um exercício tão relaxante, tão ao jeito das minhas necessidades que só dei por mim a experimentar pilates quando a professora faltou. Ao fim de dois meses de yoga posso dizer que até tenho gostado da coisa.

Apesar dos momentos de relaxamento, do 'sentir o momento e o corpo' que acho demasiado longos, tenho gostado de todos os exercícios que temos feito e por pouco que tenham sido, noto já algumas melhorias na minha elasticidade, mas principalmente uma sensação de leveza no fim de cada aula. As posições têm sido engraçadas, passando por todo o tipo de animais e mais alguns, mas têm realmente cumprido com o meu objectivo. Finalmente, depois de experimentar a yoga estou a conseguir desmitificar todos os pré-conceitos que tinha incutidos na cabeça. 'A yoga é uma seca', 'A yoga vai ser demasiado parada para mim', 'A yoga só tem gente esquisita' e isto e aquilo, todos esses comentários que estavam dentro do meu conceito de yoga têm sido eliminados aos pouquinhos. A yoga tem-me ajudado na tonificação e na elasticidade do corpo, exijo de mim em cada exercício que faço. Não saio de lá toda suada como se tivesse ido à aula de pilates, mas sinto-me mais leve, mais relaxada (mesmo com o exagerado número de pausas para 'sentir as sensações'). Sinto que trabalhei quando na manhã seguinte sinto este ou aquele músculo, sinto que tenho de melhorar quando a perna treme em determinado exercício ou os braços não têm força suficiente e até sinto que ainda tenho muito trabalho até conseguir melhorar a minha elasticidade ao ponto desejado. Sei que não sou a pessoa apropriada para falar dos momentos de meditação, o meu botão 'off' sempre funcionou muito bem e por momentos quase que tenho a sensação de adormecer em plena aula, deitada no chão.

A yoga tem sido uma boa surpresa e a lição que aprendi? Nunca criar pré-conceitos sem experimentar. Afinal a yoga também pode ser para mim.

 

2 comentários

Comentar post