Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Seg | 04.04.16

A experiência Real Hamburgueria

 

 

Conheci a Real Hamburgueria Portuguesa através da sua página do Facebook. Da cidade do Porto apareciam restaurantes e a Real Hamburgueria tinha sempre fotografias maravilhosas que me faziam, incontrolavelmente, salivar. Em Fevereiro, depois dos meus anos, decidimos tentar a nossa sorte depois de umas comprinhas no Outlet do Livro no Palácio de Cristal. Facilmente demos com o local, pois conhecia bem a zona, e quando entramos (às 20h10) informaram-nos que o tempo previsto de espera era de 1h30. Desistimos imediatamente e fomos deliciar-nos, não com hambúrgueres, mas com pizzas.

IMG_20160403_170317.jpg

No entanto, as insistentes imagens da Real Hamburgueria chamavam-me mais do que à atenção e ao fim de algum tempo, no sábado à noite lá convenci Ele a ir comigo experimentar os hambúrgueres que não saiam da minha cabeça. Chegamos por volta das 19h20, não fossemos cair no mesmo erro da última vez, e ainda assim tivemos de esperar num sofá improvisado de paletes na entrada, pois as mesas encontravam-se todas cheias.

 

IMG_20160403_170338.jpg

A espera não foi muita e pouco depois de terem os nossos pedidos, tirados ainda na sala de espera, fomos chamados para a mesa. O espaço que nos acolheu era muito acolhedor, apesar das paredes de pedra. A lareira aquecia o espaço, que não muito grande, mas era suficiente para não haver frio. Adorei o pormenor da renda como bases para os pratos e a lousa espalhada como quadros bastava para enfeitar as paredes. Além dos candeeiros originais que pendiam do tecto.

IMG_20160402_211919.jpg 

Mas o que mais importa é a comida e essa? Maravilhosa! A ementa é composta por todos os hambúrgueres e respectiva explicação dos seus ingredientes e o que ainda mais gostei foi do índice de alergénicos que encabeçava o menu, fantástico para pessoas como eu que têm intolerância a algum tipo de alimento (tão raro encontrarem-se ementas assim). 

Não foi fácil escolher, mas de todos os hamburguers que me eram apelativos optei pelo Careto, em que os cogumelos portobello brilham de uma forma fantástica. Sobressaem-se ao lado da cebola roxa e envolvem-se com uma carne macia e simplesmente fenomenal.

IMG_20160403_170301.jpg

 

Ele optou pelo Tritoque e informo que aquele molho de natas (e algo mais que não consegui identificar) era muito saboroso, pena eu não poder devorá-lo. Algo que nos espantou foi a qualidade dos ingredientes, a carne era muito macia e sabia realmente a carne, nada cá falsificado. Notava-se a frescura dos legumes e verifiquei-a ao ver passar os cogumelos numa travessa, pareciam acabadinhos de chegar. E as batatas fritas? Foram fritas com parte da casca e a verdade é que nem reparamos, só mesmo quando estávamos a terminar a refeição.

A Real Hamburgueria Portuguesa é sem dúvida uma experiência a repetir-se, não só pelos seus sabores únicos, mas também porque o preço é bastante apelativo. Pelos dois hambúrgueres, bebidas, cafés e uma sobremesa pagamos cerca de dez euros cada um. Um valor que compensa a qualidade que se experiência. Pormenor aconselhável: chegar cedo, a simpatia dos empregados é imensa, mas a casa está sempre cheia e quanto mais cedo se chegar menos probabilidade de se esperar eternidades.

 

Quem conhece a Real Hamburgueria?

 

P.S.: Fotografias de Just Smile.

39 comentários

Comentar post