Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justsmile

Qua | 26.07.17

50 tons de Just Smile

(Imagem retirada daqui)

 

Desenganem-se se pensam que venho aqui falar de chicotes e algemas. Desenganem-se se venho falar de palmadinhas e fatos de cabedal. Eu simplesmente venho falar da minha pele morena ou pelo menos da minha tentativa de ser morena.

Adoro o verão, adoro o calor e as roupas leves. Adoro a sensação de andar sempre de sandálias com os pézinhos ao fresco. O que não gosto? Dos mais variados tons que a minha pele ganha. Então passo a explicar: sou uma pessoa que fica facilmente morena, não pensem num moreno de mulato, mas num moreno saudável. Basta estar numa esplanada que ganho nos braços uma boa corzinha, sem exageros, algo apenas que indica que é verão. Nunca fico extremamente pálida, nem demasiado morena. No entanto, entre o tom de inverno da minha pele e o do final do verão fico com pelo menos mais dez tons de pele. 

- Então porquê? - Questionam-se vocês.

Fácil, porque é tão fácil ficar morena que fico de qualquer forma. Basta uma caminhada com umas sandálias que no final do dia já tenho a marca das suas fitas. No dia seguinte pego noutras sandálias e já ganho o desenho dessas sandálias. Se uso uma camisola cabeada fico com a marca dessa camisola e se no dia seguinte a camisola já é mais decotada nas costas, já volto a ter outro desenho. O cúmulo é nas pernas, entre as minhas virilhas e os meus joelhos tenho cerca de cinco diferentes tons de pele, cada um marcado por uns calções ou um vestido diferente. Ora porque um é mais curto, ora porque outro é ligeiramente mais comprido ou porque os calções são o meio termo. E já nem falo dos biquínis, que ultimamente tento sempre optar por cai-cai para não ficar com tantas variações de cor, ainda assim garanto-vos que tenho pelo menos três tiras de branco diferentes nas minhas costas, isto porque uns são mais largos que outros.

Eu adoro o verão, adoro ficar com este bronzezinho saudável (até porque uso o fator 50), mas odeio ter tantas variações de cor. Basta uns raios de sol, distraidamente que lá venho com um braço mais moreno que outro, a marca de uma pulseira ou até as sandálias novas que fizeram uma nova marca no pézinho.

No final do verão já não sou só a Just, sou a Just e os seus 50 tons.

20 comentários

Comentar post